Publicidade

Publicidade
09/02/2009 - 00:03

7 combustíveis que você gostaria de ter no seu carro

Compartilhe: Twitter

Se você anda preocupado com o preço da gasolina e do álcool ou sua consciência ecológica fala mais alto, saiba que existem várias alternativas para seu próximo carro.

Clique aqui e veja 7 combustíveis que você gostaria de ter no seu carro.

Ar comprimido
Talvez o mais tentador de todos os combustíveis alternativos é o ar comprimido. O carro foi projetado por engenheiros franceses e estará disponível para o mercado norte-americano até 2010. Este pequeno carro pode chegar aos 110 km/h, com autonomia de 200 km. Para abastecer, basta recarregar o tanque em compressores industriais espalhados pela cidade ou então fazer em casa, usando um compressor embutido no carro.

Óleos vegetais
Ambientalistas de todo o mundo salivam com a ideia da comercialização de carros movidos a óleo vegetal. Imagine que todo o óleo proveniente de frituras em restaurantes, e que normalmente é descartado na natureza, seja convertido em energia. O projeto garante um motor mais resistente e silencioso, em virtude do maior poder de lubrificação. Além disso, o óleo vegeral, assim como o biodiesel, não agride a natureza com a liberação de carbono, pois ele é absorvido pelas plantas. Para se ter uma ideia do efeito, cerca de 1,7 bilhão de kg de banha são produzidos todo ano nos EUA, que poderiam ser convertidos em 1,5 dia de combustível.

Células de hidrogênio
A possibilidade de usar um carro à base de hidrogênio tem esbarrado em vários desafios técnicos, tais como eficiência e armazenamento do hidrogênio em um veículo, sem que corra o risco de congelamento ou incêndio. Algumas empresas trabalham há algum tempo na criação de um automóvel que rode com células de combustível, que gerariam energia por meio de uma reação química entre o hidrogênio e o oxigênio, gerando água como resíduo. Além dos problemas técnicos, o projeto tem sofrido com os altos custos.

Etanol
A maioria de nós já utiliza etanol em nossos veículos, conforme a legislação federal, que exige um certo percentual adicionado à gasolina. No início de 2008 a Ferrari apresentou seu primeiro modelo 100% movido a etanol. Segundo a empresa, o carro emite 5% a menos de CO2 e teve um aumento de 10% na potência do motor.

Água
Acredite: o japonês Genepax alcança cerca de 80 km/h, por uma hora, usando apenas um litro de água como fonte de energia. A água é colocada em um depósito e um gerador a transforma em hidrogênio. A Genepax espera fechar um acordo com algumas montadoras japonesas para iniciar uma produção em massa.

Energia elétrica
Parece com um veículo de filme, mas o Moovie é real e dirigível. O carro da Peugeot venceu o concurso internacional de veículo do futuro. Não existe nenhuma previsão para o início das vendas, mas a sua mera existência já é um grande incentivo.

Biomassa
Se você achou estranho carros movidos a ar, água e óleo é porque nunca viu carro movido a madeira e a pó de café. O processo é simples: um gerador de gás queima o pó de café, produzindo o gás combustível. O interessante é que, qualquer veículo movido a gasolina ou álcool pode receber o motor sintetizado.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, impressionante, Utilidades Tags: , ,

Ver todas as notas

24 comentários para “7 combustíveis que você gostaria de ter no seu carro”

  1. Daniel says:

    Nem pro futuro…

  2. Leandro says:

    Muito legal mesmo…. tomara que essa moda pegue aqui no brasil….

  3. João Antunes says:

    Se a industria petrolífera se interessasse mais em patrocinar pesquisas energéticas alternativas, toda essa tecnologia já seria viável!
    infelizmente elas são as primeiras a criarem empecilhos para o desenvolvimento de tais tecnologia!

  4. Alex says:

    Doido dimais! Aquyi tem os posts mais interessantes da blogosfera brasileira!

  5. Leozim * says:

    Muito Legal … mai isso eh so pro Futuro neh

  6. Joe says:

    Não vejo a hora de dirigir o meu carrinho de Ar comprimido…

  7. Ligeirinho says:

    esse carro a ar comprimido já é lenda…. há muito tempo que se anuncia seu início de produção..

  8. Diego Dias says:

    É muito bom termos outras opções como essas. Além de economizarmos dinheiro, ainda protegeríamos a natureza.

    Tomara que dê certo!

  9. Pedronha says:

    Gostei do carro movido a agua….

  10. Giba says:

    gente
    tem uma ilha que chama boughanville. essa ilha sofreu com a exploração de minério. oq ue fez com que o povo local se rebelasse e tomasse a mineradora.
    o governo isolou a ilha pensando que eles fossem morrer de fome ou algo assim.. os caras inventaram um monte de coisa lá.. tudo movido a óleo de côco!!!!!!!! carro, gerador de energia, aquecedores, remédios… absolutamente tudo com óleo de côco…

    e nao vão pensando que eles tinham laboratórios de milhoes de dólares não!!!.. foi tudo no fundo de casa….

    masi simples que isso impossível!!!!!!!!!!

    vi isso no discovery channel.

    duvidam ainda?
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Ilha_de_Bougainville

    http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2007/05/070508_combustivelcoconguinefn.shtml

    na BBC e wikipedia explicam melhor..

  11. Denis says:

    Já to cansado de ler esse tipo de matéria.
    “Carro ecologicamente correto estará nas ruas até (ano atual +1)”.
    “Empresa XY cria protótipo de carro movido a sopro.”(e nunca sairá de um protótipo)
    É sempre a mesma coisa. Promessas, promessas, promessas e nada de concreto. Sempre é algo para o futuro. Se funciona, por que não produzir e vender? Será que os grandes pretolíferos estão com um dedinho nestes assuntos?

  12. Dan says:

    Primeiro tem as empresas de petroleo e o lobby dos arabes ( nao dos xiitis, sunitas, malditas etc ) os arabes de verdade, que moram em Dubai, Emirados Arabes e Kuwait e etc, pq esse taum poco se lascando com Ala, Ali, Oia aqui, Olapala eles só creem na grana…..Esse são firmeza, sheiks arabes que gostam de mercedes, charuto, whisky e mulher…..Que se dane a Jihad……Quando esses ai autorizarem ai podem ter carro movido a cuspe etc….

  13. Fulano! says:

    quem pensa que o que dá grana pra empresa petrolifera é exclusivamente diesel e gasolina nao sabe o q diz….

    da roupa q vc veste, o remedio q vc ingere o sabao q vc usa… sem contar os plasticos, solventes e gases… tudo tem petroleo…

    se inventassem alguma coisa pra q as industrias produzissem menos gasolina… garanto q ia dar muito mais dinheiro.

  14. scabbia says:

    Se a água já é disputada e grandes guerras giram em torno dela, como uma antame vem com umcombustivel assim?
    ¢¬¬
    tinhaque ser japones ¬¬

  15. Alex says:

    Custos menores para os usuarios quer e igual a menos dinheiro para as petroliferas. Nunca vai acontecer.

  16. Bruno says:

    não é querer falar nada..
    mas isso é teoria da conspiração..
    A industrias petrolíferas patrocinam o não uso de todos os combustíveis alternativos..
    se eles quizessem, agnt já estaria andando sem pagar quase nada…
    O carro é movido a alcool e gasolina desde sua primeira versão.

  17. Adriano says:

    Sempre ouvi falar do cara que no início dos anos 80 tinha inventado o carro movido a água com baixíssimos investimentos e apareceu no fantástico. Mas acho que deram sumisso nele!!! Por onde andará?!?

  18. Visionário says:

    Quer apostar quanto, que se vier para o Brasil, carro movido à água, ar comprimido, vão inventar alguma coisa para cobrar em cima. Primeiro, que ONG’s internacionais, tipo Planeta Água, vão dizer que o líquido está em extinção, beneficiando quem? A indústria mais poluidora do mundo.

  19. Nelson Porto says:

    Enquanto existir petróleo, esses veículos não passarão de protótipos de um futuro distante, pois todo o imensurável investimento da indústria petrolífera impede a implantação de qualquer modelo que venha a por em risco esses investimentos.

  20. nathan medeiros says:

    Muito legal a iniciativa do post mas algumas informacoes estao erradas ou incompletas.
    Ar comprimido – “Para abastecer, basta recarregar o tanque em compressores industriais espalhados pela cidade ou então fazer em casa, usando um compressor embutido no carro.” OHHH, massa, q lindo. Mas vamos pensar na engenharia da coisa, nao falo do carro em si mas no processo. primeiro, vc comprime o ar e para isso, claro q vai precisar de energia, geralmente a eletrica, q normalmente eh gerada a milhares de quiloemtros dos locais de consumos. ainda ha a perda de energia durante esse processo, para transformar o ar comprimido em energia (movimento), tambem. Se vc tem X de energia eletrica, tera (60%X) de energia em ar comprimido e (15%X) de movimento ao final do processo todo (sendo otimista).
    Oleos vegetais – vc chega no Burguer Porco King, e pede suas batatas DO SEU JEITO, bem muito oleo. Dai eh so espremer no tanque do carro e sair para o abraco. Lindo tambem, ainda sai rindo da cara dos otarios. Problema eh q tao cedo vc nao vai poder fazer isso pq nenhum governo em sã consciencia vai legalizar o uso de um combustivel que produza tanto NOx. A tecnologia de hoje ainda nao consegue neutralizar isso.
    Hidrogenio – “gerariam energia por meio de uma reação química entre o hidrogênio e o oxigênio, gerando água como resíduo”. Ahhh q lindo dnovo, o H se junta com o O para formarem uma linda familia de agua, que nao polui, nao agride e ainda mata a sede em qualquer caso. parece ate final de novela. Inclusive, a Honda tem veiculado diversos comerciais nos EUA mostrando esse carro e dizendo “pronto para o mundo, quando o mundo estiver pronto”. O q ninguem fala eh como obter o hidrogenio. os processos geralmente se encaixam em uma dessas categorias: Muito complexo, muito caro, muito mais poluente que a gasolina, muito menos eficiente q qualquer outro processo. Ai vem vc e diz: “Esse cara eh maluco, eu lembro q o Beackman fazia com sal, agua e uma pilha”. Sim, caro Padawan, esse eh um dos processos, a eletrolise. Mas eh um processo ineficiente e “engenharisticamente burro” , pois vc tem AGUA, usa energia para transformar em H e O, comprime o gas (mais energia), transporta, descomprime e usa numa celula de eficiencia em torno de 20% para para gerar o q?? AGUA dnovo!!
    Outro metodo usado para gerar H eh uma queima especial de carvao, isso mesmo. Vc vai estar dirigindo um carrao q nao agride o ambiente, mas o combustivel, pelo seu processo de fabricacao, polui mais q se vc estivese numa maria fumaca. Que lindo! O importante eh o ator botar a cara na tv e dizer q esta fazendo o bem.
    Etanol – ate que em fim algo mais plausivel. Os desafios do etanol atualmente estao na reducao do consumo km/L, geracao de agua no processo de queima e outras besteirinhas q fodem o motor de vez em quando. So um addendum: Nosso etanol eh bem melhor e mais barato que os dos EUA. Valeu Brasil!! Uma das poucas coisas para q os militares serviram. Se tivessem dado bola para o biodiesel na mesma epoca tambem…. tsc tsc
    Agua – mesma fantasia do H mas sem a merda do transporte.
    Energia elétrica – Ahhhh, alguem ta usando o tico e teco um pouco mais… Pausa na festa para uma reflexao: de onde vem mesmo a energia elétrica?? Aqui no Brasil, basicamente hidro-eletrica, mas tambem temos termeletricas que QUEIMAM GAS NATURAL, DIESEL, ETC. Em outros paises tem-se muito mais energia nuclear, se vc tem um casaco de chumbo, tudo tranquilo. Ja a galera mais classe D, a ralé, a bagaceira, a negrada, a mundiça mesmo produz energia em sua maioria atraves de termeletricas mesmo, queimando tudo GAS, DIESEL, CARVAO, O DIABO A QUATRO… logo, se toooooodos resolverem trocar seus carros por carros eletricos sem que haja um remanejamento nas bases de geracao de energias mundiais, eh muito provavel que as coisas piorem mesmo. Quanto a nos, eh provavel q tenhamos q alagar algumas florestas para fazer mais usinas, reativar o programa nuclear ou mandar os cearences para outro lugar e encher o Ceara de catavento e placas solares. (nem vem c esse papo de viado de xenofobia de merda q eu sou cearense e agnt adora “frescar” uns com os outros viu)
    Biomassa – Isso sim eh algo interessante, mas nao para seu carro. Quem conhece algum produtor de porcos principalmente na regiao de sul deve saber do que eu falo e pode procurar saber um pouco mais sobre biodigestores. Eh assim q os criadores de porcos estao reduzindo suas contas de luz lah em SC. Basicamente qualquer materia organica eh capaz de ser decomposta e produzir gases que podem vir a gerar energia. Se toda essa materia organica (feses, restos de plantas, de animais, madeira, lixo organico, sua tataravo) for submetida a um processo de biodigestao anaerobio, teremos uma mistura de gases rico em metano, esse metano pode ser queimado em motores, caldeiras, o q seja e gerar eletricidade, diferentemente do que foi postado (nao existe queima direta da materia organica).

    Portanto, meus caros. Revolucao mesmo, bastam nossos Biodiesel e Etanol. Que são os que fazem mais sentido. Quando a tecnologia evoluir um pouco mais, quem sabe uma celula de combustivel nao cairia bem…

  21. rafael says:

    só não querom moteres q acabem com o ronco, tirar umas das coisas q mais dão prazer ao dirigir, usar um carro elétrico deve ser uma bosta, como dirigir um carrinho de golfe bombado

  22. rafael says:

    ah, no carro elétrico da uma olhada no tesla…chega a 210 Km/h e 0~100 em 3seg…

    [a aceleração num acrro elétrico é maoir q de um a esplosão]

  23. carlimcabelo says:

    legal mesmo é o carro 100% ecológico o carro movido a energia magnética o video é encontrado no youtube quando se digita motor revolucionário
    abraços

  24. leonardo santos says:

    Imagine um carro que não gasta gasolina, álcool, nem energia elétrica. Parece coisa de ficção-científica, mas já existe um carro assim. É o MiniCAT, produzido pela empresa MDI, sediada em Luxemburgo. CAT quer dizer Compressed Air Technology System (Sistema de Tecnologia a Ar Comprimido) e os primeiros modelos vão começar a ser vendidos na França no final do ano.
    O primeiro modelo do MiniCAT custa o mesmo que um carro popular no Brasil. Cerca de US$ 10 mil por um modelo de três assentos, e o preço deve baixar quando a tecnologia começar a ser exportada para outros países. Um modelo maior, o CitiCAT, vai levar seis pessoas e custar US$ 16 mil. Para fazer o carro andar é só abastecê-lo com ar comprimido num compressor. A velocidade máxima não passa dos 160 quilômetros por hora e com uma carga de ar comprimido o carro pode rodar 300 quilômetros, quilômetros horários.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo