Publicidade

Publicidade
25/01/2010 - 00:02

Você pode vencer um bafômetro?

Compartilhe: Twitter

Muito se fala sobre técnicas para vencer o bafômetro, mas o que é mito? O vídeo abaixo mostra se é possível realmente enganar o bafômetro.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

12 comentários para “Você pode vencer um bafômetro?”

  1. Bepovi says:

    simples.. só não fazer hahahahaha

  2. Roger says:

    ar dos pulmoes.. e c o cara estiver fumando ?

  3. Oscaralho says:

    Passe vick no peito, e fume um bom cigarro de menta e seja feliz…. heuheuheuhe…

  4. zini says:

    orra achei que ia aprender uma maneira 😀

  5. Fábio says:

    O cara bebeu 5 brejas e deu 0.09, o limite legal era 0.08, então se ele tivesse bebido um pouco menos ele passava… sei lá, umas 4 cervejas já tá de bom tamanho, pelo menos prá mim…

  6. leroy says:

    “ok, after 5 minutes of sucking on pennies”

    HA!

  7. […] This post was mentioned on Twitter by O Buteco da Net, O Buteco da Net, Sen. Fernando Collor, Sen. Fernando Collor, Digão Notari and others. Digão Notari said: Como enganar o bafometro http://obutecodanet.ig.com.br//2010/01/25/voce-pode-vencer-um-bafometro/ via@obuteco […]

  8. Rafael Kid says:

    Perdi meu tempo assistindo o vídeo até o final achando que realmente tinha como “burlar” o bafômetro!

  9. Ricardo D. says:

    Ele disse que o bafometro analiza o ar que sai dos pulmoes… mas e se o cara assoprar com um ar que ele estava utilizando pelo diafragma?

    Pra quem nao sabe, é possivel respirar com o diafragma… com um simples treino vc consegue utiliza-lo ao inves dos pulmoes…

    nao tenho bafometro em casa pra testar… se alguem pudesse!!! Pelo menos pra saber se tem diferença ou nao

  10. andre says:

    Mas simples q nao soprar o bafometro. É sair correndo.

    Coooooooooooooooooooooooooorrre negada.
    que os gambé tah na cola.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo