Publicidade

Publicidade
29/06/2010 - 00:04

Limousine esquisita está sendo vendida por US$ 950 mil

Compartilhe: Twitter


Você acha possível comprar um Bugatti Veyron usado por US$ 950 mil? E uma limousine pelo mesmo valor?

Acredite se quiser, o carro – cujas fotos estão aqui neste post – está à venda por este valor. Por que é tão caro? Simples! O vendedor alega que o elevado preço da Mercedes-Benz 300D de 9 metros, com 86 faróis, 36 espelhos e outros detalhes de cinquenta carros é justificado pela “arte”. Duvida? Veja as fotos.

Fonte

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Inusitadas Tags: , , , ,

Ver todas as notas

34 comentários para “Limousine esquisita está sendo vendida por US$ 950 mil”

  1. ricardo says:

    do lado de fora é um monte de ferro estranho tentando paracer aquela dos caça fantasmas com uma mescla dos carros inspirados em foguetes dos anos 50 e do lado de dentro um LIXO!

  2. Merguzita says:

    Que coisa ridicula ¬¬”
    Preferia um Celta do que isso dai

  3. Eduaw says:

    pegando fogo a geringonsa..huihiuhiuh

  4. Jeff says:

    coisa feia da porra

  5. chopp says:

    O pior que como tem doido pra tudo, é bem capaz dele conseguir vender!

  6. Luís says:

    If there’s something strange
    In the neighborhood
    Who are you gonna call?
    Ghostbusters!!

  7. […] This post was mentioned on Twitter by Caique Calazans, Blogopolis. Blogopolis said: Limousine esquisita está sendo vendida por US$ 950 mil http://bit.ly/9bkuYX […]

  8. Limy says:

    pra mim, o mais curioso é o fato de ter uma RAIA colado no vidro lateral…vai entender

  9. marcos ramello says:

    ATENÇÃO MILIONARIOS:

    Na falta do que fazer com seu dinheiro… façam uma doação à mim… preciso terminar minha casa, pagar meu carro e custear a faculdade da minha filha.

  10. Ernesto says:

    Gosto não se comenta, se lamenta…

  11. Optmus says:

    Parece que o cantor Falcão rei do brega tá muito interessado nesse modelo exclusivo!!!

  12. Jorge says:

    Só 950 mil, eu pagava o dobro LOL!

  13. TOTAL ALIEN says:

    L I X Ã O AMBULANTE !!!

  14. Na verdade, parece um Delorium em formato de limousene

  15. lissa says:

    pago 1 real 🙂

  16. Fernando says:

    Ele simplesmente quer recupar o dinheiro que ele gastou pra construir essa coisenga aí

  17. Putz Kilparil says:

    Nem de graça, Juvenal!

  18. Oscar says:

    FALTOU O A DESIVO ” I LOVE YOU BAHIA”.

  19. Vinicius says:

    Lixo!

  20. BIG BENGA says:

    Só bagulhos!!!

    LIXO TOTAL

  21. Vladimir says:

    Talvez se ele baixar o preço alguma escola de samba venha a se enteressar.

  22. josy says:

    que horror!!

  23. Marcelo Dias says:

    Deve pesar um 2500 quilos, o quilo da sucata de aço deve ser uns 0,80 centavos… Pago 1600 reaus!

  24. charles says:

    só se for um parque temático pra comprar uma bugiganga dessas !! 0.o

  25. Marcelo Dias says:

    Tá pensando que é só na Bahia que tem bainanices??

  26. Jacinto Doralino Rego says:

    Se ele aceitar troca num porco e duas galinha fechamo negócio…..tenho tambem um fuca só com 100mil KM rodados…..os outros 230mil KM foram em cima do guincho

  27. Boby says:

    isso sim é carro , kkk

  28. Diego says:

    alguem ja jogou Spore????????
    ate parece uma criaçao feita do jogo

  29. Jordi Reis says:

    É uma verdadeira,obra de arte,magnificamente FAIL

  30. stragovarius says:

    eu não sei se eu tô enganado… mas isso ai lembra o carro lá do filme “double dragon”

  31. Ayahuaska says:

    Isso me fez lembrar daqle vélin com a “profissional do sécssu”:

    Dou 5 reais por caridade…

  32. mateus says:

    e eu achando que o carro mais feio que eu já vi era o novo uno.

  33. Juliana says:

    Eu não dava nem 1 real o carro feio de mais, nossa que péssimo gosto.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo