Publicidade

Publicidade
24/03/2011 - 00:02

Chernobyl: Vídeo mostra a triste história dos homens que tentaram salvar parte do mundo

Compartilhe: Twitter

Os riscos recentes de um grande acidente nuclear no Japão acabaram ligando o sinal de alerta das autoridades mundiais e fizeram lembrar do terrível desastre de Chernobyl.

Na ocasião, na tentativa de moderar os efeitos da radioatividade e construir uma espécie de sarcófago ao redor do reator acidentado, cerca de 800 mil jovens soldados, mineiros, bombeiros e civis, muitos deles sem treinamento e roupas apropriadas, acabaram se revesando em oito meses de trabalhos (pós-explosão).

Infelizmente, muitos deles adoeceram e vieram a falecer devido às altas doses de radiação a que foram expostos.

Algumas imagens do vídeo a seguir, são de um documentário exibido pelo canal Discovery.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, impressionante Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

41 comentários para “Chernobyl: Vídeo mostra a triste história dos homens que tentaram salvar parte do mundo”

  1. Rodrigo L. says:

    Um professor amigo meu, havia falado sobre esse documentário, muito triste…

  2. Geiser says:

    Incrível ver como algumas pessoas se sacrificam por outras, esses operários foram heróis.

    • Marloscts says:

      HERÓIS!!!!
      Concordo!

      • reblack says:

        Todos são heróis e por um bem maior! Pior é que no documentário mostram os soldados que ainda estão vivos, dizendo que estão com salário congelado, passando necessidade e que foram esquecidos

  3. Fallout says:

    Alguém daqui lembrou de Fallout 3 ???

  4. Stella says:

    eu fico pensando o porque de simplesmente nao evacuar a área para evitar expor essas pessoas em risco, a mesma coisa estão fazendo no japão, não pode só desligar tudo e simplesmente abandonar pra nao evitar maiores complicações?

    • reblack says:

      Se fizerem isso a contaminação no caso de Chernobyl não iria parar, houve explosão, diversos compostos radiativos ficaram espalhados pela região. No documentário aparece um cientista que foi preso na época falando da grama da região, os ratos quando davam cria na ninhada de 10 filhotes 8 tinham problemas de deformação, devido a grama que estava contaminada com radioatividade.

      No caso do japão não houve explisão nos reatores, diferente de Chernobyl, essa é a grande diferença.

    • Mr. Breeze says:

      Não dá não.

      A reação com o urânio é interrompida, mas existem elementos “extras” altamente radioativos, como césio e iodo, que foram gerados por ela e que permanecem dentro do núcleo esquentando o reator.
      Se não houver resfriamento, como o caso do Japão, esses elementos esquentam tanto que derretem tudo a sua volta e são liberados pra atmosfera.

      No caso de Chernobyl, ocorreu o derretimento completo do núcleo e de todas as contenções… se não tivessem tampado o négócio com toneladas de concreto, o magma radioativo teria se espalhado… o que seria muito pior. Iria contaminar um lençol freático que passava naquela região e abastecia as principais cidades do leste europeu.

      Além do que, segundo esse documentário (que está completo e legendado no Youtube), se esse pessoal não tivesse trabalhado no sarcófago, hoje em dia toda a Europa seria inabitável.

      Esse é o problema da energia nuclear… numa emergência você desliga o reator, mas tem que lidar com as conseqüencias químicas do processo…

    • Ana Cranes says:

      Porque se a radiação vazar pode migrar no vento e na chuva. A pergunta deveria ser. Por que ainda fazem usinas nucleares com tantos riscos

      • hahahah says:

        para poder ligar seu microondas… nao tem tantos recursos naturais pra produzir energia com tanta gente no mundo…

        • DenPeter says:

          Opa se tem. Energia geotérmica, energia solar, energia eólica, energia pela força das ondas, etc etc, porém a ganância humana pelo comércio de combustíveis e certos interesses fazem com que a eficácia dessas fontes seja escondida do público.

    • Sodoma says:

      No caso de Chernobyl a coisa foi muito mais seria e com risco de explosao Biblica
      E se tivesse explodido o raio de destruicao chegaria em Paris (Por volta de 2000 quilometros)
      Qnt a altos niveis de radiacao, nos atigiria aqui

      Basicamente hj teriamos uma populacao bem consideravel de “Slots”

  5. Guilherme M. says:

    De uma coisa vocês podem ter certeza, esses homem morreram felizes e conscientes de que ajudaram muitas pessoas, é incrível como eles mecheram com a radiação ali, tão de perto, Parabéns a todos, inclusive aos câmera mans, pois estavam ali tambem e certamente tiveram contado com a radiação, parabens!

    • reblack says:

      2 coisas a respetido disso no vídeo aparecem 1 carrinho guiado por controle remoto em cima do prédio empurrando os entulhos radiativos, no começo fizeram assim, porem devido a radiãção ser tão alta, os circuitos dos carrinhos pararam de funcionar, foi ai que colocaram os jovens soldados para trabalhar.

      Para evitar mais explosões uma equipe de mineros cavaram um tunel para injetar nitrogenio nos reatores e diminuir a temperatura, no caso todos os mineros morreram e aparece um comandante dizendo, se não fossem eles seriam outros que iriam morrer fazendo. ( bem friamente por sinal)

      Outro detalhe o fotógrafo e camera que filmou varios trechos do documentário diz que até hoje ele senti dores e o gosto de chumbo vem na boca.

  6. Franco says:

    “As vezes acho que a burrice é uma ciência” ….como pode um País com 8.547.403 quilômetros de costa pensar em Usinas Nucleares…com todo este potencial é extremamente viável a construção de Usinas Marítimas que utilizam as ondas do mar como forma motriz de geração de energia elétrica , além disto poderiam também investir em Usinas Eólicas com certeza seria bem mais barato e bem menos arriscado que usinas atômicas.
    A quem interessa estas usinas atômicas????

    • reblack says:

      Usinas Eólicas poderia ser bom, mas no caso Usinas Marítimas não é algo que gere energia, o potencial é fraco e não se tem grandes construções para gerarem energia em quantidade, se não o japão estaria usando isso a tempos.

      Usina atomica é segura, desde que nada de catastrófico ocorra, como tsunamis/terremotos ou 1 avião caia em cima do reator.

  7. Saulo says:

    Já assisti o documentário e todos os trabalhadores morreram depois em decorrência da radiação a que foram expostos.
    Quanto ao dilema do uso da energia nuclear, penso que o risco não compensa, mesmo que digam que é seguro, com certeza existem outras maneiras muito menos arriscadas de se obter energia e com consequências menos desastrosas em caso de problemas.

  8. eu says:

    se os japoneses conseguem fazer robos para tudo (inclusive tocar violino) porque não fazem robos para trabalharem em acidentes desta natureza? Precisa sacrificar pessoas? Nunca pensaram nisto?

  9. fernando says:

    Alguem sabe qual o nome da musica?

    Morreram felizes…tenho ctz..nao ha sensacao melhor do que poder fazer o bem para alguem…nesse caso para um mundo inteiro!!

  10. Jack Noir says:

    Por que esse post tem menos comentarios que o de baixo é um mistério pra mim.

  11. Murilo says:

    Poderiamos discutir até amanhã sobre o assunto….
    prefiro apenas definir o que são essas pessoas como ja dito acima……

    HERÓIS…….

  12. Trebis says:

    o que me perturba mto eh ver que cada vez menos existem pessoas educadas e que desejam o bem do outro, quero dizer as pessoas se atualizao tanto e esquecem de ver os bons tempos de antigamente.
    abrir a porta para namorada por exemplo, se vc fala que faz isso hoje em dia as pessoas debocham de vc… e nao eh diferente em ocasioes maiores…

  13. Sitiao says:

    O mundo viu de perto os resultados da catástrofe de Chernobyl, e mesmo assim não enxerga que a energia nuclear é a forma mais arriscada de obtenção de eletricidade. Hidroelétricas inundam e alteram a geografia de cidades inteiras, até estados, mas sabemos desse risco. Termoelétricas poluem absurdamente, prejudicando o clima do planeta, mas sabemos desse risco. Num acidente numa usina nuclear não há como se preparar, muito menos antecipar o que pode acontecer. Ventos, marés, rios, lençóis freáticos… existem N possibilidades para a radiação chegar a outros lugares e contaminar ainda mais pessoas.
    Se o mundo consumisse menos energia elétrica, não precisaria se arriscar tanto por tão pouco.

  14. Monteiro says:

    Foi e continua a ser uma situação muito triste, porque os efeitos da radioactividade até hoje permanecem na área à volta.
    Quanto às pessoas que construíram o sarcófago , são heróis, mas não se esquecem que isto se passou na antiga U.R.S.S. Ali ninguém opinava sobre nada. Se mandassem fazer alguma coisa, ias fazer sem questionar. Situação diferente do Japão de hoje.

    Esperemos que tomem as medidas correctas.

  15. joão antonio says:

    tem q se fode mesmo…

  16. BIG BENGA says:

    Símbolo que a União Soviética falhou….isso foi o estopim fim U.R.S.S
    Isso serviu o exemplo que o reator nuclear é arriscado..até hoje nunguém aprendeu a dominar a tecnologia

  17. Monogo says:

    O responsável por isso foi o único do interior da usina que sobreviveu sem sequelas serias ate meados de 2004

    A ironia paira no ar

  18. MULTI says:

    alguem sabe o nome desta musica

  19. Hannibal says:

    Enquanto isso os magnatas da nova Rússia enchem o rabo de dinheiro…..

  20. chewbacca says:

    fallout 3 ^^

  21. fabricyo figueira says:

    Esses são os verdadeiros heróis. a maioria dessas pessoas sabiam que tinha alto risco de morte se trabalhasse ali . mesmo assim foram la e lacraram o reator que explodiu.esses são os caras. sem duvida. quem aqui teria a coragem de fazer o que eles fizeram.quem teria coragem de morrer pelo próximo, eles podiam estar a quilômetros e quilômetros de distancia dali mas eles quiseram salvar o seu próximo

  22. ... says:

    Tah dificil hein…
    Qd tem usina nuclear reclamam que pode dar acidente,quando usamos usinas a carvao reclamam que polui a atmosfera,quando queremos fazer hidroeletricas reclamam que vao inundar uma area muito grande e tirar as casas das pessoas…
    E ai , como voces querem conseguir energia se tem uma reclamacao pra cada tipo?

  23. ... says:

    Vcs acham que a energi eolica, solar. E etc podem sustentar 6 bilhoes de habitantes? Nao vai gerar energia suficiente

    • mm says:

      seria bacana que vc estudasse um pouco antes de escrever besteira.

      • valdir says:

        o que ele disse esta correto, estudos mostram que energia eolica seria inviavel amigo.
        é tudo muito bonito…mais se energia eolica fosse a solução a Alemanha não possuiria usinas nucleares.
        Lembrando que a alemanha é o pais que mais investe em energia eolica, e não da nem 30% do que ela precisa de energia.

  24. Walter says:

    Fora que energia solar é cara d+, uma placa dura poucos anos e tem que ser descartada, gerando um lixo perigoso, e é um material bastante escasso no planeta.
    energia solar ainda é uma coisa inviavel.

    mas como engenheiro eu posso falar, energia nuclear é bobagem, não compensa correr esses riscos.
    o Brasil não tinha que ter nenhuma, não há necessidade alguma, tem outros metodos melhores.

  25. Júnior says:

    Pras pessoas que perguntaram a música é:

    Philadelphia – Neil Young

  26. ninguem says:

    Esses são os verdadeiros heróis. a maioria dessas pessoas sabiam que tinha alto risco de morte se trabalhasse ali . mesmo assim foram la e lacraram o reator que explodiu.esses são os caras. sem duvida. quem aqui teria a coragem de fazer o que eles fizeram.quem teria coragem de morrer pelo próximo, eles podiam estar a quilômetros e quilômetros de distancia dali mas eles quiseram salvar o seu próximo

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo