Publicidade

Publicidade
07/08/2012 - 14:15

Rostos na ponta de um lápis

Compartilhe: Twitter

Esta é parte de uma campanha para a revista política alemã, Cícero. Aqui você vê esculturas reais (sem photoshop) do artista alemão Ragna Klinkenberg. É incrível.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Incrivel Tags: , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Rostos na ponta de um lápis”

  1. victor k says:

    cara, muito bom mesmo o trabalho
    agora quero ver ele fazer isso em lapis 2b ao invés de 8b, kkk

    • Gustavo says:

      Puts! Sempre tem um pronto pra criticar ou menosprezar o trabalho de alguem. Incrível! Vai lá e faz então, gostosão!

      • therock says:

        Ele não criticou, apenas colocou um nivel de dificuldade, diferente de vc que somente criticou e não contribuiu em nada

        • Marcos says:

          Aí therock, engano seu, colocar grau de dificuldade de maneira jocosa é menosprezar o trabalho alheio sim. E Você acha que contribuiu com alguma coisa? Puxa saco, senta no colo do cara logo….

  2. Simplesmente incrível, que precisão…

  3. Weber says:

    O primeiro rosto parece o Obama.

  4. FEX says:

    Victor K , você não consegue nem se for 100000 hb.

  5. Ayahuaska says:

    Assim…
    A dureza do grafite é identificada pelas letras H e B. O H define o plastico enquanto o B o elástico.
    .
    Quanto maior o nº ao lado do H, maior a dureza do grafite (traços finos e limpos similares a uma excelente caneta, porém grafite tão quebrável qnto o vidro); Quanto maior o nº ao lado do B, mais macio o grafite (poroso, ideal p/ fazer sombreados/fumace em desenhos, mas borra c/ facilidade no mínimo contato).
    .
    A leitura é similar ao de ph, sendo o HB como o 7, o neutro, o q possui características intermediárias. Fica assim:
    .
    grafite + duro: ∞H , … , 2H , H , HB , B , 2B , … , ∞B :grafite + macio

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo