Publicidade

Publicidade
20/08/2012 - 14:07

Um repórter muito azarado (ou muito sortudo)

Compartilhe: Twitter

As chances de cobrir uma guerra e quase ser atingido por uma bomba ou balas são bem grandes, mas, isso acontecer duas vezes, é muita coincidência – ou falta de sorte. Foi o que aconteceu com este repórter na Síria.

Acho que não vão mais permitir que ele faça esse tipo de reportagem.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Um repórter muito azarado (ou muito sortudo)”

  1. bruno says:

    é o Régis Roesing das guerras heheheheh

  2. Franklin says:

    Nos dois vídeos ele não é atingido por uma bomba, a fumaça toda é consequência dos disparos feito pelos RPGs ou bazzokas. Nos dois vídeos ele está a frente dos caras que disparam a bazzoka.

  3. PELUDINHO says:

    PELUDINHO PELUDINHO, PELUDAO PELUDAO

  4. WILLIAN says:

    MAGAIVER

  5. ivan sérgio says:

    Cara… Acho que ele não foi atingido por bomba nenhuma. Tanto no primeiro quanto no segundo vídeo pode reparar que o pessoal dispara uma arma muito potente. No primeiro o carinha de boné já está com o dedo no ouvido do lado do cara que dispara a arma e no segundo tem um carinha agachado com a mesma arma e logo depois do disparo o câmera focaliza onde o tiro acertou.

  6. Jr says:

    Pelo que percebi não se tratam de explosões, e sim disparos partindo de onde ele esta.

    Notem que ninguém sai ferido.

  7. Robott says:

    No segundo video ele diz claramente “allah akbar” traduzindo deus é grande.

    Talvez devesse pensar em usar um colete e um capacete de combate, azul claro.

  8. Pingo says:

    Trata se de disparos de canhão sem recuo SPG-9 de 73mm de fabricação Russa. 🙂

  9. william haddad says:

    Allah não quer ele no paraíso,

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo