Publicidade

Publicidade
25/09/2012 - 11:11

Vídeo mostra aluno e professora brigando em colégio de Santos

Compartilhe: Twitter

O vídeo no qual um aluno de uma escola de Santos briga com uma professora continua repercutindo.

Para quem não sabe, no dia 13 de setembro, um aluno de 15 anos do Colégio Santa Cecília, de Santos (SP), envolveu-se numa confusão com a professora de inglês.

Tudo começou quando a professora fazia a verificação de uma atividade dos alunos. Um deles, visivelmente exaltado, se aproximou dela e começou a discutir. Em seguida, pegou o “Diário de Classe”, que é um documento onde a professora registra ocorrências e notas dos alunos, e começou a apagar as anotações. A professora tentou reaver o papel e a confusão foi formada, só terminando com a intervenção do inspetor da escola.

Na última sexta-feira, um conselho de classe se reuniu com o advogado do menino e decidiram por transferi-lo de colégio.

Mais tarde, o Colégio Santa Cecília emitiu uma nota de esclarecimento.

Via

Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , , , , , , , ,

Ver todas as notas

74 comentários para “Vídeo mostra aluno e professora brigando em colégio de Santos”

  1. Fabio Beré says:

    Idiota… era pra ser apreendido… mas isso por traz tem pais coniventes e que temem esse menor infrator…. vergonha. Se fosse um filho meu ele iria aprender a respeitar os mais velho, e principalmente um um professor. E que viesse essa tal lei da palmatória. Que foi criada por um MIZERA qualquer !

    • FBMENDES says:

      Concordo. Esse marginalzinho so faz isso pq tem uns pais bosta que poem filho no mundo e não sabem dar educação. Ainda tem gente que defende um muleque safado desses.

  2. Thiago Chaves says:

    Deveriam passar esse vídeo na propaganda em que dizem que a educação no Brasil está se igualando a dos países desenvolvidos!

  3. Pensativo says:

    Fico pensando no pai, irmãos ou marido desta professora.Devem recorrer ao poder público em todas as instâncias para que este tipo de barbaridade seja sancionado de acordo e não se repita.Alem disto.. custou-me identificar o vídeo como sendo em uma sala de aula mesmo antes das ações do guri (que a vida ensinará , talvez quando enfrente um homem e não uma mulher)

  4. Mara Lucia says:

    O mundo ta acabando mesmo… um pirralho, sem educação (em casa), prepotente e imbecil… sabe o q é pior q td isso??? tem gente q ‘aplaude’ a atitude desse futuro delinquente… parabéns aos pais de hj que dão td e deixam os filhos fazerem o que querem com a desculpa de que ‘qdo tinha a idade dele não tive oportunidades..’ a educação piorou sim, mas não só por culpa dos profissionais e do governo não, mais é pela educação frouxa dada em casa… fora a índole podre que ja nasce com algumas pessoas… lamentável….

  5. Champz says:

    Piá de prédio virgem alimentado a base de vitamina de pêra com leite e ovomaltine DETECTED!!

  6. Renato says:

    Pra quem não sabe, os pais do aluno querem processar a escola e a professora.

  7. Kowabunga!!! says:

    É a mentalidade de:

    ” EU pago escola particular!
    LOGO, os professores são os EMPREGADOS dos meus filhotes, eles podem fazer o que quiser ”

    Moralidade e civilidade deve partir da famíla…

  8. Duarte says:

    Filhinho de papai é uma desgraça, por onde passa deixa um rastro de merd*, e os pais atras limpando.

  9. BRF says:

    Imagino quem são os pais desse moleque, incapazes de dar educação pro garoto que vem a ser um imbecil como inúmeros dessa geração, gente que chega aos 18, 20, ou 25 sem ter responsabilidade alguma e sendo defendidos pelos pais por todas as idiotices que fazem.
    Antes que digam que sou um velho sarna é bom esclarecer que tenho 23 anos. Entretanto tive pais de verdade, que me orientaram sobre o certo e o errado, sobre a consequência que têm nossas atitudes, e principalmente, o valor de uma varinha.

    A verdade na minha opinião é que hoje temos uma sociedade cada vez mais fresca, em que chamar um gordo de gordo ou magro de magro é considerado bullying, em que dar uma palmada no filho é crime, mas se ele é de menor pode bater, brigar, espancar , fazer o que quiser que a lei defende.
    Agora imagine se esse imbecil fosse agredido de alguma forma pela professora, com certeza a mídia já estaria condenando e julgando a atitude da educadora.
    Posso estar errado, mas acredito que a “doença” desse jovens é a falta de laço.

  10. Rita Lobo says:

    A escola precisa voltar a ter autonomia para punir esses delinquentes. O estatuto da criança e adolescente não tem que ser atualizado, ele precisa ser queimado! Enquanto isso não acontecer, as coisas tendem a piorar.

    Espero que nenhuma escola aceite matricular esse filhinho de papai e que os pais do monstrengo tenham dificuldades até no trabalho deles.

  11. isso ai says:

    Falta de porrada no rabo da nisso….

  12. BIG BENGA says:

    Bato ele de porreta até o marmelo, para ver que aprende a respeitar os professores.

  13. comentarista says:

    Tinha que colocar os pais desse imbecil em um programa social para pessoas irracionais.

  14. Fellipe Parlandi says:

    nossa eu estou com vergonha, quanta falta de respeito, esse marginal deveria ir preso

  15. Mae Santista says:

    Que vergonha que este vídeo dá. Que vergonha destes pais que nao souberam dar educaçao ao filho e por fim, que vergonha de ver uma educadora sendo agredida verbal- e fisicamente.

    O colégio Santa Cecília é particular, onde a maioria das pessoas com médio e alto poder aquisitivo matriculam seus filhos. Estas crianças tratam a professora como eles tratam seus pais ou a coitada da empregada em casa.

    Eu sou mae, santista e moro há quase 10 anos no exterior. Gostaria de ler notícias sobre o bom desempenho educacional dos alunos, de qualidade vida satisfatória em minha cidade. Ao invés disso, uma criança mal educada e mal amada como este garoto faz o nome da minha cidade ser manchete de jornal policial.

    QUE VERGONHA!

  16. Sergio says:

    ESSE MARGINALZINHO, INFELIZMENTE, TERA UM FUTURO BEM NEGRO. CULPADOS SAO OS PAIS, QUE DEVEM TER CRIADO ESSE IDIOTA OM TODA LIBERDADE DO MUNDO.
    ESSE MARGINAL AINDA VAI MATAR PESSOAS INOCENTES

  17. luiz fernando says:

    cara… minha mae é professora, tenho tias professoras… isto realmente é revoltante…
    um piá de bosta desses, que pensa que pode tudo… tem que se foder muito na vida…

    eles tem uma mentalidade”ah pq meu pai é isso…” “o meu pai tem aquilo” cambada de merda…

    falta muita humildade pra essa nova geração… tenho uma filha pequena.. e desde sempre, passamos, eu e minha esposa, assim como toda nossa família, valores, respeito e principalmente educação.

    sem mais, pois estou com lágrimas nos olhos.

  18. IGNORANTE says:

    PROJETO DE BANDIDO……

    MENOR IDADE PENAL JÁ !!!! DE BLÁ BLÁ BLÁ O BRASIL TA CHEIO, PRECISAMOS DE LEIS MAIS RÍGIDAS. E OS POLITICOS SAFADOS FDP`S QUE SÓ PENSAM E ROUBAR, Q TOMEM VERGONHA CARA E CONSTRUAM MAIS PENITENCIARIAS, COM UM POUCO DE DIGNIDADE PARA OS DETENTOS, E MUITO TRABALHO NO LOMBO DOS VAGABUNDOS…….

    VAGABUNDO:…..”AH !!! MAIS EU NÃO QUERO TRABALHA DOTÔ”…….

    JUIZ:………..”NÃO TEM PROBLEMA VAI AUMENTAR A TUA PENA EM DOIS DIAS, UM DIA NÃO TRABALHADO……”

  19. gustavo cabral says:

    esse garoto merece o meu respeito, ninguém faz isso atoa com certeza a professora tava com marcação

  20. Rafael says:

    Esses adolescente idiotas que ficam fazendo showzinho pra aparecer são uns babacas mesmo. Não entendi o porquê da revolta do aluno, mas nada justifica essa atitude. Com certeza é um daqueles “malaquinhos” que anda em gangue na rua dando surra em moleques que nem fizeram nada pra ele.
    VERGONHA desse tipo de jovem de hoje em dia…

  21. Zica says:

    dinheiro é uma bosta !! playboy de merda, pensa que é quem ? agreção a professor devia dar é cadeia pra criança ate de 10 anos, falta de vergonha…

  22. Anderson says:

    Se fosse filho meu eu arrancaria a orelha dele da cabeça.
    Moleque estúpido. Geração de merda essa de adolescentes.

  23. Zelias says:

    Infelizmente percebe-se, que os alunos combinaram o desrespeito à professora e fizeram uma filmagem para provavelmente tentar incriminá-la. Do contrário como explicar que houvesse um aluno filmando antes de tudo começar a acontecer?

    Esse é o país chamado Brasil.

  24. Álvaro says:

    se eu fosse pai dele acho que eu ia preso, pq ia dar uma surra nele que nunca mais ele ia esquecer.

  25. Giancarlo says:

    Piá de merda, playboy dos infernos… se fosse meu filho além de tomar uma camaçada de pau ia se virar para responder legalmente, mas ainda os papais da biba providenciaram um advogado… realmente essa juventude está perdida…. MARGINAL!!!

  26. Gerson Sato says:

    O pior é que a mãe deu entrevista, dando razão pro delinquente. Ainda ameaçou processar a professora. Se o filho é retardado, teve a quem puxar.

  27. fabin says:

    Como assim um título: “Aluno e professora brigando”?
    Esse b*sta agrediu a professora e colocam um título desses? kkkk, eu ri.

  28. Rone says:

    dá nojo só de ouvi as vozes…playboys de merda…

  29. Adolescente Maduro says:

    Isso q dá criar filho com Merthiolate q não arde, facebook, Restart e Malhação…

  30. Mulambo says:

    GERAÇÂO DE MERDA !!!!

  31. dbrinha says:

    é bem complicado dizer algo que não vá ficar feio pra esse garotinho, mas relação de professor e aluno é tão intensa quanto de pai e filho… Os adolescentes de hoje perderam a decência e o respeito com os mais velhos, e se por um acaso fosse filho meu além de uma piaba bem dada, passaria um bom tempo refletindo na merda que aprontou(todos os dias durante um ano inteiro,com muito carinho e boas bordoadas no pé da orelha…), assim mostraria bem que respeito é bom e preserva os dentes… Assim como mamãe ensinou….
    Se a mãe desse jovem acha que tá certa a arrogância é de família, q belo exemplo de consciência isso aí tem…

  32. @dudanilo says:

    será que esse projeto de bandido foi expulso?

  33. Moisés says:

    Esse fedelho de merda deve espelhar-se na família dele, principal responsável pela sua péssima educação. Se não respeita a própria família, muito menos os seus professores, cedo ou tarde vai aprender na marra a respeitar a POLÍCIA; na base do CACETE! Ah, isso vai, com toda a certeza! MARGINAL!

  34. Vitor Hugo says:

    Caralho…. que foda

  35. Zelias says:

    Enquanto vemos professores mal remunerados, maltratados e muitas vezes desprezados por uma parcela da sociedade, professores que persistem em lecionar por puro idealismo e vocação, também somos obrigados a ver políticos de todas as esferas roubando o dinheiro público e mentindo descaradamente em mais um ano eleitoral.

  36. Renata says:

    Que classe é essa? Alunos que nâo ficam quietos p/ responder chamada? Aonde está a educaçâo desses adolescentes, aonde vamos parar minha gente? RESPEITO é a base p/ uma sociedade civilizada….

  37. Badguy says:

    parafraseando capitão nascimento, Professor vai pra escola pra ensinar um leão por dia!

  38. BNÊ says:

    Anotem aí, que isso vai acontecer e muito. Tude que é ruim ainda vamos ver por uns 15 anos e em toda área. Seja com políticos bandidos; Bandidos fazendo o que querem, enfim, em tudo. Vai chegar ao fundo do poço, de uma forma que vão mudar todas as leis, daí até as leis vigorarem demorará uns anos. Moleque bandido esse, e a profesora só interviu quando ele começou a detonar o caderno. E isso não é de agora, pois, se ele tem 15 anos, tudo começo naquela época.

  39. Tarcísio says:

    Retardados

  40. Overless says:

    Não sou muito de fazer comentários sobre vídeos, mas este realmente me obrigou a comentar, o que esperar de uma pessoa destas… mas op problema vai além… como pode os pais deste RETARDADO deixarem isso acontecer… ou melhor, como pode a nossa geração, criar jovens com esta distorção do que é certo ou errado, sem limite algum, sem respeito por nada nem ninguém… queria ver um bosta deste passar 24hs no presídio para aprender bons modos e poder ver o futuro que lhe aguarda. O pior é saber que este merda, graças ao dinheiro do papai e da mamãe dele vai virar advogado provavelmente, lamentável o que o esta reservado para o futuro do Brasil!!!

  41. Alanzinho says:

    Tinha que ser mesmo um playboy pirralho de 15 anos que mal sabe o que faz! Otário, quem mandou ser burro? Se fosse inteligente o bastante não passava por isso!

  42. Tio Ted says:

    Por isso que toda vez que a minha mãe está no trabalho eu fico mais que preocupado, ela é professora publica aqui em São Paulo.

  43. Alessandro Melo says:

    Marginalzinho de merda.
    Mlk desse precisa tomar um cacete dos pai em casa, pra aprender a ser homem.

  44. Wlad says:

    Agradeçam ao Presidente por ver cenas como essas, num país
    onde dar uma palmada no seu filho é crime!!

  45. Fernando Alessandri says:

    E a professora está sendo processada pelos pais do aluno…

  46. Analista says:

    Marginal viadinho de merda ainda vai ser transferido?! Devia ser é preso, um bosta desses e o pai dele junto! Cresce vendo restart, crespusculo, dando o cuzinho pra playboy e fica assim, pensando que professor tem que adular merdinhas! No meu tempo professor qunado pegava leve dizia que ia comer o fígado dos piores da sala…

  47. Daqui a pouco professor vai precisar de treinamento para UFC antes de entrar na sala de aula. Um rapaz desse deveria ser banido da escola.

  48. João says:

    Esse é o ensino brasileiro alunos sem qualquer eduação desrepeitando os professores pra fazerem uma “moral” e o pior é conseguem quanto mais malandro mais moral tem,sem fala que esse marginais tabem são usuarios sustentando o trafico enquanto os adultos querem mais e mais dinheiro os jovens so querem mais fama e que se foda o resto

  49. Rafa says:

    Não passa de um lixo humano produzido pela própria sociedade que se diz modernista e esqueceu dos velhos e bons costumes

  50. Ana Paula says:

    Mais um exemplo do absurdo q é, quando certos pais pensam q é dever da escolha educar seus filhos !!!
    Na boa, não faz tanto tempo q fui aluna de uma escola bem parecida com essa, e nunca presenciei tal cena mas só de pensar nessa completa falta de respeito por um profissional fico bravíssima !

  51. Rafael says:

    Filho de papai, nunca levou um não dos pais e acha q pode tudo! infelizmente a maioria dos pais querem agradar tanto os filhos q acabam formando esses marginais de merda!

  52. Geyson Monte says:

    Eu queria ver se ele fazia isso na minha frente. Marginal comigo é no cacete. E os pais de um filho da p…. desse ainda acoitam isso. Termina geralmente morto.

  53. Vitor says:

    Véy, os pais desse mlk deviam ver esses comentários para darem conta da burrada que estão fazendo. Pra um idiotinha desses ter feito o que fez, os pais devem apoiar. Nossa eu sou filho de professora, e minha familia inteira trabalha dentro de escola, se uma merdinha desses faz o que fez, eu volto e bato mais ainda ¬¬. Otario do kralho, o pior é que se o prof revida, qm é o culpa é o professor não importa o motivo. Educação do Brasil me indigna. NOJO!!!

  54. dezão says:

    ahhhh se fosse filho meu, ia tomar uma surra qdo chegasse em casa…

  55. Leo says:

    Se eu fosse o marido dessa professora mostrava pra esse mlk FDP com quantas ripas se faz um hematoma de verdade.

  56. marcos says:

    Se essa professora fosse minha mãe eu caçaria esse muleki e quebraria todos… TODOS os dentes de boca dele. Os dois braços e as duas pernas

    ele ia viver numa cama e na cadeira de rodas por uns 12 meses e tomando só sopa de canudinho

  57. Nedved says:

    Porra, eu devo ser muito velho mas lá pelo começo dos anos 90, quando estava terminando o primário, tive minha primeira advertência por não ter entregue a tarefa de casa por 3 vezes. Lembro até agora que meu pai me esperou na porta de casa e tomei um couro que pqp… fora o esporro que metade do meu prédio ouviu.

    Imagina se eu tivesse uma atitude dessa… Essa “geração Z” tá completamente estragada, nasceu podre já, vamos esperar os próximos 20 anos para ver se consertamos a merda que nossa própria sociedade de pais vagabundos, omissos e frescos criou.

  58. Anderson Cavalcanti says:

    Se fosse filho de uma familia humilde, já estaria em alguma delegacia da criança e do adolescente. Mas como a familia deve ter condição financeira boa ele só é transferido de colégio.

    Oh Brasil…

  59. Juju says:

    Esse é o Brasi!!
    Na minha época, isso dava expulsão e o moleque ia sofrer pra conseguir entrar em outra escola.
    Eu tenho medo de pensar no meu futuro num país como esse.
    Por essas e outras que eu não quero filhos. Tenho medo de passar uma vergonha dessas numa reunião escolar!

  60. Rodrigo França says:

    O negão tinha que ensinar a ele a ter bons modos e fazer ele de mocinha. Como se faz na cadeia com esse tipo de muleque. Ia falar fininho e usar sainha.

  61. Leonardo says:

    Muleke abusado, tinha q tomar umas boas porradas na cara pra aprender a respeitar quem esta disposto a lhe dar um rumo na vida!!!

  62. Vanessa says:

    Ora, eu vejo muitos erros.
    Esse colégio é particular, o custeio da mensalidade é para poucos, acredito que o valor da mensalidade para o ensino médio, seja similar ao custo de uma mensalidade de curso de nível superior.
    É a tipica “escola para riquinhos”.

    Nota-se, que os alunos não se comportam bem, não há silêncio e respeito a professora, enquanto ela está corrigindo os trabalhos.
    Os alunos, se é que podem ser chamados assim de “alunos”, estão preparados para a situação, preparados para filmar o que estava por vir.
    Talvez, os alunos já estivessem descontentes com a docente e se preparavam para a expor publicamente de forma vexatória.
    Ou talvez, os alunos já soubessem previamente, que o aluno faria algum tipo de escândalo; fosse algo de conhecimento prévio, comentado com antecedência entre eles.
    Não há outra explicação para estarem gravando tudo, mesmo antes do descontentamento e da agressão.
    Pelo que notei no vídeo, o jovem ficou ao lado da professora esperando, para que a mesma avaliasse seu trabalho, quando ela lhe dá uma nota inferior ao que ele esperava, ele descontente, reclama não entender o porquê da nota baixa.
    O aluno revoltado compara o seu trabalho ao do colega, exige nota igual e não inferior pois, considera que seu trabalho escrito é similar ao do colega.
    A professora não consegue se posicionar a respeito, parece acuada e depois o aluno toma o diário de classe, apagando as notas e derrubando os trabalhos dos colegas.
    Não há repudio dos outros estudantes, inclusive, se ouve palavrões e incentivos.
    Os alunos de início, não se preocupam com o fato dos trabalhos estarem jogados ao chão.
    Isso apenas, só vem a demonstrar que o descontentamento com a professora era geral.
    No momento contudo, que o aluno decide apagar o diário, ouve-se um dos alunos incentivar o revoltado a cometer o delito e lhe informar que, o video será de conhecimento da diretória.
    Por fim, a professora na tentativa de reaver o controle da situação, tenta tomar o diário, mas é derrubada ao chão.

    Resumo da história: Nem mesmo as escolas particulares estão sendo capazes de transmitir conhecimento e disciplina, os alunos não tem nenhum respeito pelo profissional que lhe está dando aula.
    Do outro lado, contudo, nota-se que a capacidade técnica da professora é questionada. Logo no inicio do video, nota-se vozes de alunos, lendo frases em inglês que para eles, são sentenças sem sentido algum.
    Esses são alunos, que não somente, possuem situação financeira para custeiar o ensino médio em uma boa escola particular, como também provavelmente fazem cursos de idiomas em escolas de ensino de linguas.
    Talvez, o real motivo do desentendimento fosse a falta de capacidade técnica da professora em lecionar como professora de inglês.
    Daí, caberia os alunos conversarem com os pais e a direção de ensino para um melhor entendimento.

    O professor tem de ser respeitado e a forma como os alunos a tratam é totalmente desrespeitosa e vexatória.
    Creio que a insubordinação do aluno, deva ser mais antiga do que nessa ocorrência do video, possivelmente outros colegas também se sintam insatisfeitos com o trabalho da professora.
    todas as partes envolvidas erraram feio, errou a professora por aceitar as atitudes dos alunos e não se posicionar sobre as críticas levadas a ela, criticas essas que parecem antigas, de insatisfação com a forma de lecionar e de avaliar os trabalhos. Errou o aluno que se excedeu em sua reclamação, chegando a agressão física.
    Erraram os pais, por quê deveriam disciplinar o estudante, mas aprovam sua atitute processando a escola e a professora!
    O que será dessa juventude?
    O que será de nossos professores desrespeitados não só pelos alunos, mas pela sociedade?
    Dos professores que sofrem, primeiro, por não ter a formação adequada para lecionar e segundo, pelo desrespeito do seu papel como educador?
    O que será do nosso futuro, quando o professor não é valorizado desde sua formação até o exercício de sua profissão?
    O que será do país, quando a educação não é levada a sério, e os genitores desse jovem parecem não tomar parte em lhe ensinar bons valores e respeito ao próximo?

    • henrique says:

      Isto acontece muito mais em escolas públicas. Não tem nada com escolas particulares, o problema é a educação que cada um recebe em casa.

  63. Rafael says:

    Pessoal, concordo com todos vocês que o guri é um marginal. Mas pensem duas vezes antes de falar em “escola de riquinho” e “playboyzinho”.
    Esse tipo de situação acontece muito mais em escola pública do que em escola particular. Eu mesmo estudei em colégio particular e quando andava na rua vivia sendo chamado de playboyzinho sem motivo nenhum, simplesmente por usar o uniforme do meu colégio.

    Concordo que existe muito preconceito nesse meio, mas não é somente dos mais ricos. Os alunos de escola pública (sem generalizar, é lógico), acham que todos os alunos de escola particular se acham os donos do mundo porque tem um pouco mais de condições, e não são todos assim.

    Então antes de falar que esse guri do vídeo é assim por que ele é “riquinho”, vejam as estatísticas. Isso acontece MUITO mais em escola pública.

    Esse tipo de garoto igual ao do vídeo existe em qualquer meio hoje em dia, não interessa a classe social. O que interessa é que são uns marginais que querem aparecer e não sabem como.

    OBS: Não estou defendendo os alunos de escola particular, muitos deles são uns playboyzinhos mesmo e se acham superiores. Mas do mesmo jeito que não se pode generalizar os alunos de escola pública, cuidado para não generalizar os de escola particular.

  64. joirlando says:

    um fidukabrunko desse teria que apanhar pela cara de manhã , de tarde e de noite

  65. Nica says:

    Pode crêr, o preconceito com quem tem mais além de ser super comum é maismaceito

  66. Dan says:

    infelizmente o corpo docente tem que conviver com pessoas desse tipo se é assim com quem leciona imagina em csa? é tanto stress que as vezes nos obrigam a perder o controle mas tamos aiiii

  67. Airton Félix says:

    apenas uma coisa: FALTA DE SURRA NESTE MOLEQUE!

  68. edson says:

    queria ver esse marginal fazer isso comigo, e ia da uma liçao nele e na puta que pariu esse bandido. o pai dele deve ser um drogado.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo