Publicidade

Publicidade
12/11/2012 - 08:52

Uma curiosa mala anti-ladrão, de 1959, que não chegou a ser lançada

Compartilhe: Twitter

Em 1959, as pessoas já se preocupavam com a segurança (ou falta dela), algo que tornou-se praticamente insuportável nos dias atuais.

Neste vídeo, de um documentário da época, uma mala absolutamente interessante é apresentada. Ao ser levada sem o consentimento do dono, ela ergue 3 barras de ferro que dificultam o transporte do objeto e aperta a mão do portador.

O meliante só é liberado mediante o uso de uma chave de segurança.

Seria o fim das saidinhas bancárias? Acho que não, né?

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

22 comentários para “Uma curiosa mala anti-ladrão, de 1959, que não chegou a ser lançada”

  1. Marcos says:

    Uma maleta bomba seria mais interessante. Com o dinheiro já perdido mesmo, ver o meliante ir pelos ares seria compensador.

  2. Bepovi says:

    não precisa nem perguntar por que não foi lançada..

  3. champz says:

    Se tiver alguem por perto as barras de aço devem empalar o sujeito hehe

  4. Roberto Cicaroni says:

    Será que não existe uma mala destas contra polício corrupto?

  5. paula says:

    Se fosse possível, uma viagem no tempo , do ano de 1954 ao ano de 2012 ( hj ), de duas uma: ou eles utilizariam essa mala para humor ou seria lançada fora em algum aterro. Que mala horrível !

  6. Pezao says:

    Em certos lugares uma mala ou relógios armadilha seriam fantasticos.

  7. Márcio Jap says:

    Ai se uma barra dessas pega no olho!!!

  8. CJ-BH says:

    Vou dar de presente para algum politico!

    As barras realmente poderiam ferir alguém que nada tem a ver com a historia, mas poderia ter um dispositivo de choque.

  9. lueldo santino da silva says:

    essa mala é muito mala.KKKKKKK

  10. Sandra Raquel says:

    Ideal para políticos corruptos…

  11. Blumenau says:

    Muito Pratica.

  12. Martinhi says:

    as 3 varetas ate que nao foram bem idealisadas, mas a alça que prende a mao com certeza seria uma boa ideia, e que apertasse bem meesmo!1

  13. jose roberto mendes says:

    se eles conseguem roubar e carregar o cofre de um caixa eletronico que pesa toneladas. isto seria café pequeno

  14. Marcos says:

    No proximo jogo do Corinthians a torcida ia aparecer no estadio cada um com uma mala presa na mão

  15. william haddad says:

    quero uma destas só que como carteira de preferência para ver meu cunhado se foder…

  16. ROSELENA says:

    esta mala e pra colocar o mala que inventou ela.!!!!

  17. Foi lançada recentemente um maleta com explosivos controlados por senhas na fechadura. Apenas se aberta corretamente não explode. Uma maravilha para quem vive sozinho. Melhor seria equipar com mais tecnologia os homens da segurqança pública. Mas isso demanda em investir dinheiro e dinheiro nesse desgoverno só serve mesmo para conchavos políticos.

  18. Cesar says:

    Casa bem com a bolsa antifurto…
    Veja SP – São Paulo (11-14/novembro/2012)
    NÃO ROUBARÁS
    Com tampa lacrada, zíper duplo, fecho para cadeado e tecido de brim, a bolsa antifurto Salva Blindada não foi planejada para uso bancário ou transporte de objetos valiosos.
    O aparato, que custa 50 reais, é o novo modelo de urna para a arrecadação de dízimo das igrejas cristãs, lançado neste ano pela loja virtual Grupo Pão da Vida.
    “Com esse dispositivo de segurança, os líderes estarão cooperando para que os fiéis não sejam tentados a pecar com o desvio do dinheiro, um problema recorrente em algumas instituições”, conta odiretor da empresa, WilliamDumont. “Já vendi 7.000 unidades, 80% delas a lojas e santuários na capital.

  19. Mundico says:

    Já pensou isso numa cueca?

  20. Aloyana says:

    Não resolveria o problema. No mínimo só causaria 6 furos nas meias e um mela cuecas sem melodia.

  21. kalifa says:

    Onde passa o çerra e o fhc ela é ideal!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo