Publicidade

Publicidade
25/02/2013 - 00:01

‘Pior tatuagem do mundo’ recebe restauração incrível de tatuador comovido

Compartilhe: Twitter

Lembram da tatuagem mais bizarra do mundo? O que era para ser uma homenagem a uma mulher morta em um incêndio doméstico, acabou transformando-se numa piada. Tudo porque o tatuador criou uma verdadeira aberração no braço do cliente.

No entanto, para alegria do rapaz, um outro tatuador se comoveu com a história e resolveu consertar a imagem. A foto, publicada na Reddit por um usuário conhecido como “daniellemx”, mostra o antes e o depois da incrível mudança.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , , ,

Ver todas as notas

6 comentários para “‘Pior tatuagem do mundo’ recebe restauração incrível de tatuador comovido”

  1. Fábio says:

    O tatuador se comoveu porque a mulher retratada era a falecida esposa do cara. Que bom que tem gente legal por aí, e o trabalho ficou muito bom.

  2. Jéssica says:

    Como o Fábio disse, o homem foi no estúdio de tatuagem dele para ter a tatuagem consertada. O tatuador então ficou surpreso por ser o dono da famosa ‘pior tatuagem do mundo’ e ouviu a história de tal, sobre ser a falecida esposa dele. Então, comovido com a história, realizou o trabalho/restauração de GRAÇA.

  3. Paulo says:

    De graça, não. A propaganda pagou ao cara.

    E tem mais, se tu vai fazer uma homenagem como essa, tenha pelo menos o dinheiro pra pagar algo a altura. Aposto, e me corrijam se eu estiver errado, que o cara quis pagar bem baratinho pra fazer a tatuagem.

  4. Marcelo Dias says:

    Tudo que você vai fazer na vida, sempre deve procurar qualidade, e não preço. Bons profissionais custam caro, serviço barato é sinônimo de PORCARIA, nunca se esqueça disso!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo