Publicidade

Publicidade
11/06/2013 - 00:03

Oito erros médicos INACREDITÁVEIS

Compartilhe: Twitter

Neste episódio completo do Diário do Curioso, você vai conhecer 8 erros médicos impressionantes que ocorreram em diversos hospitais.

O intuito do vídeo, além de informar, é chamar a atenção para nós, pacientes, no que for necessário. Por exemplo, é sempre importante questionar o profissional sobre qual medicação está ministrando, quando estamos num posto médico ou hospital. Isso não só nos dá informações que podem ser importantes para nosso controle, como também pode alertar a tempo o profissional em caso de erro.

Para inscrever-se no canal e acompanhar os outros vídeos curiosos, é só clicar aqui.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Diário do Curioso, fail, impressionante, Incrivel Tags: , , ,

Ver todas as notas

28 comentários para “Oito erros médicos INACREDITÁVEIS”

  1. Jean says:

    só um pouquinho aí meu amigo. Parei de ver no terceiro caso… o que tem de erro MÉDICO nesses três primeiros casos? O cara ganha uma medicação DIFERENTE do prescrito pelo médico, ganha sopa e vaselina na veia e isso é erro médico? Conserta isso aí cara, porque não tem nada a ver com médico, tem a ver com quem administrou a medicação ou até a dieta de forma errada.

  2. Danilo says:

    Se for enfermeiro, erro enfermético

    hue

  3. Dmitry Rocha says:

    Temos que usar este vídeo como início de uma mobilização nacional! Vamos pressionar a criação de termos como erro enfermêirco, erro nutricionístico e até mesmo erro farmacêutico. Os médicos não podem mais levar a culpa por tudo no mundo!

    P.s O vídeo ficou massa e a edição está cada vez mais profissional.

  4. márcio says:

    IMPORTANTE RESSALTAR QUE OS TRÊS CASOS
    DESCRITOS NO INÍCIO DO VÍDEO TANGEM PROFISSIONAIS QUE NÃO SÃO MÉDICOS, COMO ENFERMEIROS, TÉCNICOS DE ENFERMAGEM E AUXILIARES DE ENFERMAGEM..

    BASTA DE DENEGRIR GRATUITAMENTE OS MÉDICOS!
    ERRO MÉDICO EXISTE, MAS NEM TODO ERRO QUE OCORRE EM HOSPITAL É MÉDICO! ALIÁS, GERALMENTE NÃO É!!!!!!!

  5. Camila says:

    Não chamem de erro médico o erro de outros profissionais de saúde.

  6. Gustavo says:

    Acho que ficou bem claro que “erro médico” foi uma expressão utilizada para generalizar os erros ocorridos na área da saúde. Tem gente se ofendendo demais aqui. Acredito que casos assim devem ser divulgados mesmo, para que os profissionais fiquem sabendo que a população esta atenta. Quanto a proporção de erros entre médicos e não médicos acho difícil afirmar que geralmente não são, mesmo pq é mais fácil atingir um auxiliar de enfermagem que um médico. Diga-se de passagem (e confirmado pelos comentários ja feitos) médicos tendem a ser unidos, defender a classe e esconder os próprios erros.

  7. Olha aí os “doutores” se ofendendo, auhauahuah!!!!
    Polêmicas e mais polêmicas.

  8. Alan Lenon says:

    Isso ocorre devido ao grande número de escola técnica em enfermagem desqualificadas. O que ocorre é o seguinte, antigamente não tinha casos de erros assim, isso porque eram poucas escola e universidades no mercado, então a qualidade do ensino era melhor, e o que ocorre hoje é o inverso cada esquina tem um escola técnica e a qualidade muito inferior a antigamente!

  9. sandro says:

    Muito interessante seu post amigo parabéns, convido a você para que conheça o nosso blog http://oooraio.blogspot.com.br/ e desafio você a não rir, estamos a procura de parceria para ele se for de seu interesse entre em contato.

  10. Kevin says:

    O erro foi dos técnicos em enfermagem que não consideram os 9 certos para poder administrar a medicação :
    1 Paciente certo
    2 Medicação certa
    3 Via de administração certa
    4 Dose certa
    5 Hora Certa
    6 Prescrição certa
    7 Ação certa
    8 Forma certa
    9 Resposta Certa

    O caso que aconteceu no HMIB teve culpa também da médica pediatra que prescreveu adrenalina em dose excessiva para a criança , porem , o técnico poderia ter se recusado a fazer medicação caso o mesmo não esteja seguro para fazer a administração , o Coren respalda o profissional , eu já passei por inúmeras situações em que a prescrição estava errada e que graças ao meu conhecimento não botei a vida de nenhum dos paciente que cuidei em risco.

  11. Yuri says:

    Gente, o foco desse vídeo é exatamente erros por falta de atenção na área da saúde. Seja eles causados por Médicos, Enfermeiros ou Farmacêuticos.

    Os erros mostrados eram exatamente os erros dos Médicos em cirurgias, falta de atenção com o tipo de cirurgia era o principal foco.

    É fácil você dar entrada em algum hospital hoje, e simplesmente o Médico não se atentar ao paciente, quais medicamentos ele tem alergia, dai a Farmácia dispensa, o profissional da Enfermagem administra e quando ocorre choque anafilático, levam a culpa por qualquer evento relacionado que venha a ocorrer. Ninguém vê isso e acham que Médico é Deus.

    Humberto, parabéns mesmo, gostei desse post e espero que isso mude a opinião das pessoas em geral, mais para a atenção Médica que vem em primeiro lugar e sempre passa desapercebida.

  12. Eliane says:

    concordo com o Gustavo, As equipes devem ser unidas pois uma classe sempre depende da outra, o médico depende do enfermeiro e o enfermeiro depende dos técnicos de enfermagem e auxiliares, tem que parar com esse empurra empurra e achar que a outra classe e culpada, qualquer equipe pode errar, estes erros demostrados servem para todos analisar o quanto somos sucessível ao erro e prestar atenção para não errar mais, pois a população hoje não e mais leiga.

  13. Jean says:

    Respondendo acima ao seu comentário Oneberto. Leia o que você escreveu… erro médico é o cometido pelo médico. Você simplesmente joga o título dessa forma para criar polêmica desnecessária, jogando num saco de gatos enganos de todos os profissionais da saúde como erro médico.
    E sim, sou médico e gosto do site pois é de variedades, você não é obrigado a saber sobre tudo. Mas dessa vez foste infeliz nas tuas colocações.

  14. Jean says:

    Além disso concordo com todos os outros colegas da saúde. Sempre trabalhar em equipe, pois somos humanos e sujeitos a erros. Assim sendo, médicos, enfermeiros, auxiliares, nutricionistas, fisioterapeutas só tendem a crescer e beneficiar os seus pacientes.

  15. eletroplay says:

    lol um erro pior que o outro

  16. Juliana says:

    Por isto tem tanto erro, estão mais preocupados em apontar o dedo uns para os outros, do que de trabalhar em equipe.
    O ego de alguns se torna maior e mais importante do que a integridade do paciente.

  17. BruceLindo says:

    Acho que em parte os erros se devam á negligência mesmo. Proposital ou não. Os salários são baixos, mas nada justifica matar uma pessoa.

  18. Médico de saco cheio de gente com ˜razão˜ says:

    Pois é, a saúde pública vai mal.
    E a segurança? Vai mal.
    E a educação? Ixi essa vai de mal a pior!
    E a … enfim… vai mal.

    O Brasil elegeu um palhaço como forma de protesto, alguém cobrou dele transparência? O que ele fez para melhorar as questões básicas acima?

    Fica fácil apontar erros em meio a tanta zona. Mas faço uma pergunta, caros pacientes, o que fazer para melhorar?

    O que você já fez para isso melhorar?

    Na época dos militares, tivemos a construção do Hosp das Clinicas, do Hosp São Paulo, reforma da Sta Casa (isso só em SP).

    Hoje é UPA, EPA, IPA, APA, tudo bem facinho pro eleitor não se confundir! Só 3 silabas! E alem de atestados, elas resolvem algo?

    Eu respondo: quase nada.

    Enquanto avaliações superficiais e pífias do problema como a feita acima forem rotina, forem a regra, o problema vai continuar.

    Correção: com a vinda dos cubanos, creio que vai piorar (afinal vocês realmente acham que alguma coisa em Cuba é atualizada e de qualidade? Além é claro dos charutos?)

    E o problema é MUITO mais sério que pensam. Muito!
    Não adianta achar 8 eventos por ai e se achar o dono da verdade. Este é o maior problema dos médicos e está sendo o maior problema dos pacientes atualmente, todos são donos da verdade!

    Está na hora de vocês abrirem os olhos, de realmente cobrarem das pessoas que devem ser cobradas!

    Dica: a primeira pessoa a ser cobrada tem só 9 dedos nas mãos!

    Ah meu Brasil… ainda bem q as praias são bonitas, as montanhas ricas em minério e o solo fértil. Senão a gente tava lascado!

  19. Eu says:

    é impressão minha ou o cara que ficou com aquela coisa dentro de si ganhou mais do que o cara que ficou sem as DUAS pernas por erro médico?

  20. Felipe Abreu says:

    Parabéns cara, cada vez que eu entro neste site, tenho ótimas surpresas, e vocês estão ficando profissionais nestes vídeos…
    Valew…

  21. Zecando says:

    Erro de pessoal de apoio não pode ser classificado como erro médico. Além disso, sequer podemos chamar de enfermeira uma auxiliar de enfermagem. Enquanto a primeira passa 4 anos numa faculdade a outra fez um cursinho de 1 mês em que muitas vezes nem precisa do ensino médio. Não podemos dizer que o erro cometido por um atendente de farmácia que erra uma aplicação intravenosa está cometendo um erro médico. Estar num hospital ou clínica não define o erro como erro médico. Quando o erro é cirúrgico, praticado pelo médico ou até mesmo um erro de prescrição de medicamento feito por um médico aí sim é erro médico.

  22. Zecando says:

    O fato de ser usual dizer “erro médico” porque o acontecimento se passou no Hospital não quer dizer que o fato concreto seja um erro médico. Há muitos erros de significado na fala popular que não devem ser mantidos como, por exemplo, um erro cometido por um médico cirurgião: O paciente correu “risco de vida” e quase foi “vítima fatal” de “erro médico”. O correto é : O paciente correu risco de morrer e quase foi vítima de erro de procedimento cirúrgico (ou imperícia do médico cirurgião). Até porque fatal quer dizer “que mata” e risco de vida é bem legal porque é o contrário de um risco mortal.

  23. fabin says:

    $ 96.000 por uma “régua” esquecida dentro da barriga, é um excelente custo/benefício!

  24. Fábio says:

    Com certeza erros devem ser punidos. Porém também acho que méritos devem ser elogiados. Quantas vezes já passou na TV um médico que salvou a vida de uma criança, de um vítima de acidente, de um paciente em estado grave de saúde? Óbvio que erros médicos são muito mais interessante para a mídia. Não leio notícias falando que um juiz libertou um criminoso da prisão e no dia seguinte este matou um inocente. Não vejo reportagens denunciando desvios de verbas da saúde, condições precárias de trabalho da maioria dos médicos e da grande maioria dos pacientes que são atendidos da melhor forma possível mesmo com estruturas tão ruins. Mas claro, que é muito mais legal apontar os erros médicos. Infelizmente…

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo