Publicidade

Publicidade
09/09/2013 - 12:03

Pela Série D do Brasileirão, massagista tira gol do time adversário e provoca a maior confusão. Veja o vídeo

Compartilhe: Twitter

tupi-aparecidense-06O lance ocorreu no jogo Tupi (MG) e Aparecidense (GO), válido pelas oitavas de final da série D, em Juiz de Fora. O jogo caminhava para o 2 x 2, quando, aos 44 minutos do segundo tempo, após um chute de Ademilson, do Tupi, o massagista entrou na frente da bola e impediu o gol que daria a classificação para o time mineiro.

O lance revoltou os jogadores, torcida e comissão técnica, enquanto Romildo Fonseca, o massagista fugia.

Após mais de 20 minutos de paralização, o jogo foi reiniciado, mantendo o empate que favoreceu o Aparecidense.

A diretoria do Galo Carijó promete recorrer à justiça desportiva para tentar anular o resultado da partida. Caso o placar seja mantido, a equipe goiana, que avançou para as quartas de final, espera o vencedor de Resende e Mixto.

Essa era nossa única chance. Se eu não fizesse isso, a Aparecidense seria eliminada. Eu estava atrás do gol e, quando vi que a bola iria entrar, tirei em cima da linha, de chapa. Não me arrependo porque peguei amor pelo clube. A gente se apega, nosso grupo é muito unido. Não queria que a Aparecidense fosse eliminada – disse Romildo à Rádio 730.

Autor: - Categoria(s): Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

5 comentários para “Pela Série D do Brasileirão, massagista tira gol do time adversário e provoca a maior confusão. Veja o vídeo”

  1. mark says:

    Tá melhor que o Rogério Ceni kkkkkk

  2. mark says:

    Tá melhor que o Rogério Ceni kkkkk

  3. BIG BENGA says:

    Massagista troll

  4. Marcelo says:

    Igualzinho ao campeonato disputado no meu bairro. Alguém sabe como faz para entrar na série D?

  5. mula says:

    Melhor que o ceni, pode isso arnaldo?

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo