Publicidade

Publicidade
26/09/2013 - 12:00

O Japão e seus curiosos produtos alimentícios

Compartilhe: Twitter

O mercado de alimentos no Japão é muito curioso. Lá, você pode comprar uma infinidade de produtos que acabam se transformando em comida. Um deles merece destaque. É uma espécie de pó que acaba se transformando em pudim. Até aí nada incomum, se não fosse o fato dele ser servido em forma de bumbum. Haja criatividade!

Via Xpock

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Uncategorized Tags: , ,

Ver todas as notas

13 comentários para “O Japão e seus curiosos produtos alimentícios”

  1. Fabio says:

    Haha, só o japão mesmo!

  2. spy says:

    assisto esse tipo de video,só por causa do barulho gostoso k faz

  3. Tamara says:

    Tinha que ser do Shin-chan mesmo

  4. Paulo_Frozen says:

    Mas é o Chin Chan, a bundinha é a marca registrada dele. Sem ela o garotinho vira um japonês comum.

  5. Porre Velho says:

    No Japão, até as mulheres podem dizer que comeram uma bunda !!!!

  6. Caru says:

    Pegaram a gelatina do Shin Chan e colocaram um fio-dental nele! É a marca registrada do desenho!

  7. fabin says:

    Eu comeria ela e o bebê!

  8. luiza says:

    só eu lembrei da Mônica com essa embalagem? ._.

  9. Daniel says:

    Ah, é do Shin Chan, cara. É óbvio que teria uma bundinha, é a marca dele mesmo. O cara do vídeo só fez algo além.

  10. Daniela says:

    Não é tão extraordinário assim, um pó virar pudim -_-. Tem isso aqui no Brasil tb.
    E a forma em forma de traseiro é por que isso é a marca registrada do desenho, nada mais -_-.

  11. danfer says:

    e muito esses videos

  12. vitor says:

    gostei muito, muito criativo. nesse site também tem algumas coisas sobre o japão e comidas. http://evandro1979-live-com.webnode.com/

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo