Publicidade

Publicidade
28/11/2013 - 18:04

Vídeo mostra o exato momento em que acidente no Itaquerão acontece

Compartilhe: Twitter

acidente_itaquerão

O arquiteto e urbanista Márcio Antônio Campos registrou em vídeo o momento do acidente no Itaquerão que vitimou dois operários nesta quinta-feira, 28.

Márcio estava no local para uma vistoria e percebeu que a viga começou a tremer. Como ele trabalha com perícia, sabia que tinha algo errado e começou a filmar. Em menos de um minuto tudo aconteceu.

O arquiteto afirma que passou pelo local cinco minutos antes do acidente.

Veja o vídeo.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Flagra, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

7 comentários para “Vídeo mostra o exato momento em que acidente no Itaquerão acontece”

  1. Perivaldo Jocove says:

    Tudo bem que talvez ele não tivesse tempo de fazer alguma coisa. Mas ver uma tragédia iminente, tendo conhecimento do assunto, e se dar ao luxo de filmar para esperar o desenlace?

    • saullo maciel says:

      manda quem pode, filma quem tem juizo!

    • fabin says:

      Se não existissem pessoas frias como essa, desculpe-me, mas você estaria correndo muito risco em uma sala de cirurgia, no atendimento de emergência no trânsito, na proteção de um policial, etc… Medinho é para os normais, (as vezes, para os fracos).

  2. zoro says:

    as reações foram calculada errada 🙂

  3. RAFEAL says:

    Na minha opinião o rapaz que estava filmando, começou a filmar quando o guindaste ja estava tombando para o lado, podemos perceber que quando o video começa o guinjdasde ja estava quase tombado.

  4. Robott says:

    É a maldição do Itaquerão fazendo vítimas. Um estádio do corinthians só podia exigir o pagamento em sacrifício humano.

  5. Gilberto Leite says:

    Há somente que se lamentar. Qualquer que tenha sido a causa é lamentável.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo