Publicidade

Publicidade
02/04/2014 - 12:55

Por ciúmes, adolescente tortura outra por seis horas e põe vídeo na internet. Polícia está à procura

Compartilhe: Twitter

agressao
Parece que virou moda. Em busca de resolver diferenças amorosas e ciúmes, agora as pessoas se acham no direito de capturar e agredir outras.

O caso mais recente envolve duas jovens, uma de 15 e outra de 18 anos.

Nayla Gabriela, de 18, viu mensagens do namorado com a outra adolescente e marcou um encontro com ela numa estação de trem em São Paulo.

Acompanhada de duas pessoas, ela torturou a garota por mais de seis horas e ainda publicou o vídeo da humilhação como se fosse um troféu.

A Record fez uma matéria na qual é possível identificar o rosto da agressora. A polícia está à sua procura.

Logo abaixo você vê o vídeo na íntegra.

Autor: - Categoria(s): Bizarro, Flagra, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

19 comentários para “Por ciúmes, adolescente tortura outra por seis horas e põe vídeo na internet. Polícia está à procura”

  1. Carlos Schneider says:

    Só vejo mulher brigando por causa de macho, numa hora dessas o cara tá roncando igual um chevette e pensando na outra.

    • danieltemp says:

      Pela estirpe do malandro, ele deve tá roncando com O chevette dele atrás de outra rapariga da mesma estirpe dessas duas.

  2. Fabin says:

    bem tipo bandido mesmo,
    cadeia nelas!

  3. FSanches says:

    … que ridículo…
    E ainda tá grávida uma bosta dessas…
    tá no mundo só pra gastar nossos recursos…

  4. Fox says:

    Nóis é RUINDADE…. “Nóis” ta sem o que fazer…
    Um grupo de desocupados!

  5. Junior says:

    Será que a extrema esquerda brasileira não vai falar nada agora? Será que isso não é fazer justiça com as próprias mãos também?

  6. Wagner says:

    Para o mal triunfar, basta que os homens de bem não façam nada…

  7. mf says:

    absurdo! 😮

  8. Eduardo says:

    Tudo puta, uma apanha por quer dar para um mala…e a outra bate porque é chifruda!

  9. Eduardo says:

    Olha a cara da tal de Nayla… ralé!

  10. Fernando Silva says:

    Cara, muito bom passar informação, mas acho que é crime contra o Estatuto da Criança e do Adolescente divulgação do vídeo da tortura. Só dando um toque porque gosto do blog e não quero que você tenha problemas. =P

  11. July says:

    Nossa, QUE NOJO, nojo de gente assim, atraso pra humanidade….

  12. demetrio dos santos says:

    CADEIA PRA ESSA PSICOPATA PROS AMIGOS QUE FILMARAM ESSA BARBARIDADE E PRO NAMORADO COVARDE E O VERDADEIRO “TALARICO” DESSA HISTORIA…

  13. Victor says:

    TUDO FARINHA DO MESMO SACO

  14. Nadia says:

    Nota se que ,como O idiota do namorado da nayla,tem um monte que trata mulher como nada,pelos comentarios machistas,e sem nenhuma ultilidade que nao seja o de me fazer desacreditar de que somos seres evoluidos. Nao importa quem ou porque fez isso. É crime, precisa ser denunciados,e levados a justica.

  15. Marx Pedro says:

    Bando de Mongoloide…é fácil sobrepujar em cima de uma criança, negra e indefesa…BANDO DE MONGO…VAI NO CONGRESSO E PEGA UM POLITICO SAFADO PELO PESCOÇO…PELO MENOS IA SER UM MONGOLOIDE UTIL…

  16. amabile says:

    nem todos saem do primitivo… é ridículo mas a menina de quinze anos deveria ser educada pelos pais para não se envolver com homem casado.. na verdade na minha opinião com homem nenhum por se apenas uma adolescente… e a maluca deve ser brecada pela justiça… embora eu acredite que da cadeia ela sairá pior do que entrou…. lamentável

  17. Junior says:

    Esse playwire é uma porcaria. Por qual razão vocês usam esse player?

    Fora isso essa menina aí tem de ser presa por muitos crimes inclusive formação de quadrilha.

  18. ” Absurdo, Deus não se agrada !
    Coitada da Menina cortam o cabelo , dão muito tapa na cara , obriga ela fala oque ela não quer ficam 5 horas com a Menina dão soco na Cara , gente hello acorda não é vc ficar falando é para denunciar oque ela fez é crime por isso tem os 10 mandamentos! Ditado: Não faça aquilo que vc não queira que façam com Você Nayla!!! “

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo