Publicidade

Publicidade
23/04/2014 - 00:02

O interessante processo de construção de um relógio

Compartilhe: Twitter

relogio
Percebeu como alguns relógios de pulso são bem caros? Não é por acaso, a maioria precisa de um bom trabalho até chegar no ponto em que conhecemos.

No vídeo a seguir, você confere o processo de criação de um destes. Processo interessantíssimo.

Crédito

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

12 comentários para “O interessante processo de construção de um relógio”

  1. Luciano disse:

    Aquelas buchas cor de rosa são de pedra Rubi

  2. Maicon disse:

    E…?

  3. Luciano disse:

    Pedras Rubi são usados em relógios top de linha.

  4. spy disse:

    o Faustão deu uma BELA EJACULADA quando viu esse video.

  5. Mozart disse:

    Não entendi por que (no final do processo) o relógio fica girando naquelas máquinas…. Alguém sacou?

  6. OCriativo disse:

    Ta aí um pessoal que não perde TEMPO !

  7. Geyson Monte disse:

    Caro Mozart,
    Eles ficam girando naquelas máquinas para o teste e confirmação de que o sistema automático não falhou. Naquele momento que ele colocou a última coroa dentada e ele começou a funcionar, se não houver movimento do braço da pessoa não carrega o mecanismo.
    Geyson Monte

    • Mozart disse:

      Que massa cara, então funciona com energia cinética
      proveniente do movimento do braço… Não sabia que era assim o funcionamento deste relógios milionários.

  8. Cap troz disse:

    Tem que dar mério aos egipcios que tinha o relógio do sol, não tinha essas engrenagens e tals mas funcionava e anoite tinha que armazenar etals.

  9. Geyson Monte disse:

    Caro Mozart,
    Você acha que quem tem dindin para adquirir um relógio desses vai ter tempo para mandar o assessor comprar bateria para o relógio. Nunca, não é??? He,he,he. Abração.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo
203