Publicidade

Publicidade
08/05/2014 - 12:00

A impressionante explosão de uma mina na Síria

Compartilhe: Twitter

mina
Uma mina impressionante foi detonada esta semana na Síria. Pelo tamanho da explosão, percebe-se que o estrago seria bem grande.

Para quem não sabe, eles gritam “Allahu Akbar”, que significa “Deus é Grande”. Qualquer atividade que requeira alguma ação é executada ao som desta frase.

Corrigindo
A explosão ocorreu em um hotel de Aleppo usado pelo Exército. A explosão causou grandes danos na região, de acordo com a mídia estatal e um grupo oposicionista de monitoramento do conflito. Os rebeldes detonaram explosivos em um túnel sob o Carlton Hotel.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, impressionante, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “A impressionante explosão de uma mina na Síria”

  1. wellington says:

    Esse Deus grande deles adora ver sangue.

  2. Fabin says:

    vai lá vai.
    te degolam, colocam tua cabeça sobre seu peito, e gritam:
    “Allahu Akbar”!!!!!!!!!!!!!!

  3. Robbot says:

    Pior é que temos um ditador sanguinário de um lado e malucos fanáticos islâmicos de outro.

    A situação é, que qualquer um que vença a guerra, quem perderá sempre será a população.

  4. Paulo M.S. says:

    Hum, então Allahu Akbar na verdade significa “explosão grande”.

  5. comentarista says:

    Achei a explosão muito grande para ser a explosão de uma mina , tem algo errado.

  6. Diga-se de passagem says:

    Maldita biribinha.

  7. italo says:

    Como engenheiro militar da reserva do Exercito e especialista em explosivos, sob hipotese alguma isso é a explosão de uma mina, mas sim de pelo menos uns 400 kg de tri nitrato de trotil vulgo TNT.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo