Publicidade

Publicidade
14/05/2014 - 00:05

Agora ficou mais fácil investir na bolsa

Compartilhe: Twitter

dinheiro_bolsa
E quem foi que disse que investir na bolsa de valores é algo complicado?

O Itaú resolveu descomplicar totalmente essa história e provar que é possível investir na bolsa sem preocupação.

Foi com esta ideia que nasceu os ETFs It Now, do Itaú. Para que não sabe, o ETF é um fundo de investimento que visa refletir as variações e rentabilidade de um índice de referência, e suas cotas podem ser compradas ou vendidas como uma ação na bolsa.

Funciona assim. Quando você compra uma ação na bolsa, você acaba investindo em uma única empresa de cada vez. Mas, ao comprar cotas de um dos ETFs It Now, você investe em um setor ou segmento inteiro. Dessa forma, seu investimento é menos concentrado e o seu rendimento varia conforme o desempenho do setor ou o segmento que você escolheu. Além disso, o preço é menor do que comprar ações individuais na bolsa.

Acompanhe este vídeo e entenda como ficou mais simples.

Saiba mais sobre cada um dos ETFs It Now e como investir acessando o site: www.itau.com.br/itnow.

Autor: - Categoria(s): Nota do Gerente Tags: ,

Ver todas as notas

3 comentários para “Agora ficou mais fácil investir na bolsa”

  1. Tomjon disse:

    Este não é o momento para fazer investimentos na bolsa, visto que ela está desacredita e em baixa.
    Quem investir na bolsa, tem que investir em papéis historicamente rentáveis.
    Lembrem, banco em sua grande maioria não oferece serviços que sejam rentáveis aos seus correntistas. Melhor forma de investir na bolsa é com corretoras.

  2. camilo disse:

    especialistas em finanças deixem seu pareceer

  3. Do meu ponto de vista, em um setor ou segmento inteiro existem empresas que faturam com suas vendas ou serviços prestados ao mercado interno e ao mercado externo. Suponhamos que o segmento escolhido por você seja um que a maioria das empresas tem seus faturamentos oriundos do mercado interno e este não estiver aquecido e suponhamos também que o mercado externo está aquecido, logo, empresas que tramitam com o mercado externo, terão melhor desempenho do que as que tramitam somente com mercado interno. Numa maneira mais rude de se dizer, um busines que vende só vende dentro do país e ganha em real, em vacas magras, pode não ter o mesmo desempenho de uma empresa que vendo pro país e pros gringos e ganha em real e dólar ao mesmo tempo. Vale a pena analisar o mercado econômico de um ângulo macro e micro pra depois pensar onde colocar seu dinheiro.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo
203