Publicidade

Publicidade
22/09/2014 - 00:02

Flagra: Menos de 30 segundos é o que ladrões precisam para levar moto

Compartilhe: Twitter

ladraomoto
Um cinegrafista amador em Belo Horizonte (MG) filmou a ação de ladrões de moto em plena luz do dia. Curiosamente, eles não precisaram mais de 30 segundos para concluir toda a ação. As imagens são revoltantes.

Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

5 comentários para “Flagra: Menos de 30 segundos é o que ladrões precisam para levar moto”

  1. Geyson Monte says:

    O que é que a polícia está esperando??? A placa está aí. É só botar quente. Vão descobrir muitas outras motos roubadas.

    • Rone says:

      O problema é que provavelmente o carro também seja roubado…

      • Luizão says:

        Sei pouco de legislação, mas soube que, para começar, quem fez o vídeo teria que prestar depoimento como testemunha, O vídeo sozinho copiado pelo dono da moto não serviria para nada perante a Lei.
        Não consta nenhum problema, nem roubado, nem nada pelo Aplicativo “Sinesp Cidadão”.
        Mas pode ser que a placa foi clonada, pois, se não me engano, já começaram a usar o tal scanner de placas que lê, identifica o veículo com alguma irregularidade, e avisa os PMs na blitz logo à frente.

        Ah,lembrei de outro caso: houve uma tentativa de assalto há uns meses perto de casa, mas a pessoa jogou o carro para cima da moto, derrubou-a, e os assaltantes fugiram a pé. A moto também estava “ok” nesse aplicativo.

  2. Hans says:

    Existe um aplicativo pra celular chamado Sinesp Cidadão.
    Chequei a placa neste aplicativo e o carro está regular pra circular nas ruas. O nr final do chassi é 34695. Registrado em BH.
    Neste caso é só ir até a pessoa que tem o carro no seu nome e dar uma prensa.
    Agora me expliquem, como com um aplicativo desse ainda não pegaram os meliantes?

  3. Pastor Edemerval Lacerda de Aguiar Sobrinho says:

    E eu levo uns 3 minutos para ligar e sair com minha XRE-300, usando a chave.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo