Publicidade

Publicidade
29/10/2014 - 13:27

Vídeo mostra Maradona agredindo esposa

Compartilhe: Twitter

maradona_brigando

Um gravado de 2012 que mostra o ex-jogador e ídolo argentino Diego Maradona agredindo sua esposa está repercutindo nas redes sociais.

Nele, Maradona pode ser visto levantando-se do sofá e indo até o encontro de Marina Rocio, que era sua esposa na época. Em seguida, após reclamar de algo, Maradona começa a agredi-la.

Maradona se defende dizendo que não agrediu a ex-esposa. “Joguei o telefone mas juro que nunca levantei a mão para uma mulher”.

Os dois se separaram em 2013.

Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Vídeo mostra Maradona agredindo esposa”

  1. Jiwaggo says:

    Sempre foi e sempre será um marginal !! Simples assim …um marginal que jogava futebol bem …mais nada além disso ….

  2. Observador says:

    Não consegui identificar o Maradona. Porém, a violência, principalmente contra a Mulher, não é uma ação do bem. Se atentem a isso, amiguinhos.

  3. Aleluia says:

    Bebaço. Lixo humano.
    Aliás, esses supostos reis do futebol não deveriam ser exemplo pra ninguém.
    Pelé renegou a própria filha, não foi nem no enterro dela.

  4. Pedro says:

    Teje Preso!

  5. Aston says:

    Além de cheirador de pó, bate em mulher.
    E argentinos babando ovo pra ele e considerando deus um lixo humano destes!

  6. Geyson Monte says:

    Nobre Humberto,
    Não dá pra confirmar se é ela realmente porque só se ouve a voz. Pode ser qualquer outra mulher. Mas nem por isso ela merecia isso dele. Pela voz o cara tá pra lá de Bagdá. Abração.

  7. ELTINHO says:

    A mulher deve ter merecido

  8. George says:

    Bem feito pra ela , casar com um merda desses …

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo