Publicidade

Publicidade
23/04/2015 - 12:02

Motorista se atrapalha com marcha-ré e atropela motocicletas

Compartilhe: Twitter

acidente_carro

Não faço ideia do motivo que levou o motorista a passar quase 3 minutos parado no meio da rua (conforme mostra o segundo vídeo), mas uma coisa é fato: algumas pessoas se salvaram por pouco…

Este outro vídeo mostra o tempo que o sujeito ficou parado, tentando aplicar uma marcha-ré…

Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

6 comentários para “Motorista se atrapalha com marcha-ré e atropela motocicletas”

  1. willian says:

    incrivel não e mulher hahaha.

  2. Diogo_Mg says:

    Depois falam que é machista quem faz comentários sobre mulher barbeira no volante.Mas olha só o que essa cidadã fez…Aff

  3. Livia says:

    É simples, o cara ficou parado no meio da rua esperando um momento para poder dar marcha-ré, já que muita gente estava passando na outra pista. Quando viu uma brecha, quis ir rápido demais e acabou batendo nas motos. Certamente não tem experiência de dirigir e não conseguiu controlar o carro.

    Ninguém nasce sabendo dirigir e as auto-escolas ensinam muito pouco. Há casos de pessoas que dirigem há muito tempo e realmente não dirigem bem, casos de gente bêbada e drogada, etc, mas muitas vezes são casos de pessoas que estão tentando aprender, e não há outro lugar para fazer isso senão na própria cidade. Ao invés de filmar, quem vê deveria oferecer ajuda ao/à pobre coitado (a). Isso não teria acontecido se os imbecis filmando/assistindo a cena tivessem ido até a janela do carro do cara e perguntado se ele precisava de ajuda.

    Talvez ser cidadão nunca será tão interessante como conseguir gravar um vídeo engraçadinho pra postar na internet, mas é um caminho mais nobre.

  4. Astolfo Romário says:

    O que aconteceu foi que ele se enganou. Não foi por querer. E isso ocorreu no Japão,, não no Brasil

  5. Famscrow says:

    É o que acontece quando um roda presa dirige um carro automático.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo