Publicidade

Publicidade
30/04/2015 - 00:02

Funkeira é assassinada por marido e CQC persegue haters

Compartilhe: Twitter

filha-amanda-bueno

O programa CQC, da Band, possui um quadro no qual vai em busca de haters (propagadores de ódio na internet) que protagonizaram algum evento recente. No episódio mais recente, eles foram em busca de pessoas que fizeram comentários maldosos sobre a funkeira Amanda Bueno, assassinada brutalmente pelo ex-companheiro. Confira as reações das pessoas.

Autor: - Categoria(s): Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

22 comentários para “Funkeira é assassinada por marido e CQC persegue haters”

  1. Peludinho says:

    CQC sendo patético de novo.
    O programa acabou no primeiro ano e não avisaram a BAND.

  2. Luiz Quintanilha says:

    Conclusão: Esta reportagem da nada serviu para esse dois.

  3. mc baidu says:

    – Nada justifica você ofender ninguém
    – É, realmente
    – Você acha que nao foi escroto? Bem babaca de sua parte?

  4. George says:

    Esse programa teve uma ótima oportunidade de ser um diferencial no meio de tanto lixo que temos na TV , mas se perdeu entre ser engraçadinho e sério , teria um papel importantíssimo em denunciar , cobrar , mas por essas e outras que esta afundando , que “jornalismo” é esse que o entrevistador chama o entrevistado de babaca , escroto , por que deu sua opinião ? ( se é comigo leva uma bela de uma porrada ou um processo ) Esse é o país de merda em que vivemos , voce tem o direito de dar sua opinião , desde que agrade aos outros.

  5. Nani says:

    A maioria das pessoas que estão aqui criticando, ou então ” expressando sua opinião” são iguais a essas pessoas que espalham o ódio, pois ele tem o direito de dar sua opinião, mas acham injustos serem insultados e expostos na tv. Ai eu pergunto que é o lixo, o programa ou as pessoas?

  6. Max Reinert says:

    Não achei nada de babaca nesse quadro. Na verdade acho ótimo. Tá cheio de gente cagando pelo teclado, se pagando de fodão/fodona e na hora H, arrega lindo!

    Serve também pra desfazer um monte de visão preconceituosa. Ahhhh, quer dizer que os haters são nerds sem nada pra fazer da vida?

    Pelo que pudemos ver nesse vídeo eles são “gente normal”. Pais e mães com tempo livre demais e educação de menos!

  7. charles says:

    Hipócrita esse programa, o Rafinha Basto, Danilo Gentili já falaram coisas bem pesadas, agora o cqc vem pagar de politicamente correto. E tem aquele ditado, pensar em coisas ruins, não te faz uma pessoa ruim.

  8. EU says:

    Quem achou ruim é quem teve o mesmo pensamento de chamar ela de uma VADIA A MENOS, parabéns ao programa, GOSTEI MUITO 😀

    • chicho says:

      Mas lá no sul tem um cara que propaga ódio declaradamente. Por que não vão atrás dele? Ir atrás dessas moscas mortas não me pareceu “arrojado” da parte do cqc

  9. willian says:

    se e comigo eu confirmo e mando toma no cu deles cade a liberdade de expressão a democracia cada um pensa de um jeito não aguenta bebe leite , só pra ganha ibope essa merda de programa , horas mano ela tava com um cara que era tranqueira mesmo ate com melícia era envolvido que tipo de mulher fica com um cara desse ? a cqc vc já foi melhor .

    • Paulo says:

      A liberdade de expressão implica em se responsabilizar por aquilo que foi dito.

      A liberdade de expressão não se resume a comentar e os outros calarem a boca. Da mesma forma que você usou seu direito de opinar, você também deve permitir ao outro se expressar, mesmo se for para discordar de você.

      Dessa forma, criasse um diálogo.

  10. Mello Dourado says:

    Eles estão tentando mostrar o quão uma opinião demostrada de maneira desagradável pode afetar a vida das pessoas para aqueles que tem o costume de fazer isso.

    Lucas Salles e CQC fizeram alguma coisa!

    Agora digam, quem ta criticando o trabalho deles, FEZ ALGO além disso?

    Pra quem comentou criticando só digo:
    Vão mudar o mundo e fazer melhor que eles ou apoiem quem tenta mostrar como uma pessoa decente deve se comportar!

    Criticar não resolve nada, apoiar uma atitude nobre sim.

  11. Theo says:

    Poderiam aproveitar o quadro para exigirem desculpas do Rafinha Bastos em sua fala “comeria ela e o bebê”. Pq “piada tem limite”, né?! O Élcio Coronato recentemente postou um vídeo em que mostra os plágios do CQC sobre as suas matérias/piadas. Enfim, o CQC se perdeu completamente.

  12. guilherme says:

    CQC deveria dar uma olhada nos comentários daqui tb….
    cheio de webbabacas

  13. Oz Hellscreen says:

    Eu acho babaquice de ambos os lados. tanto de quem defende a funkeira como de quem agride. E é por isso que na lei tem a questão do crime passional, gerado por vinculos de emoção, então galera, ninguem sabe qual foi o da mina nem sabe qual foi a do cara. e hj vc fala que um ou outro ta errado mais como ser humano, vc que ta apontando tenha cuidado pra esse dedo não dedar seu próprio rabo.

  14. Responsabilidade says:

    Ta mais que certo… não confundam liberdade de expressão de discurso de ódio… Tem que ter responsabilidade por aquilo que é dito na internet.. Ótimo programa do CQC, os que acham o contrário estão com medo que sejam descoberto seus discursos de ódio em sua time line.

  15. JAZIFF says:

    As vezes escolhemos andar pelo caminho mas facil,
    sem saber que eles são perigosos.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo