Publicidade

Publicidade
28/05/2015 - 00:01

Australianos constroem cidade subterrânea para escapar do calor

Compartilhe: Twitter

city_to_escape_heat_01
Você já ouviu falar de Coober Pedy? Ela é uma cidade muito interessante que foi praticamente construída debaixo da terra. O motivo está nas elevadas temperaturas encontradas no verão daquele lugar, chegando aos 45 graus.

Lá, você encontra desde simples casas até igrejas e lojas. Tudo ali, debaixo da terra.
city_to_escape_heat_02

city_to_escape_heat_03

city_to_escape_heat_04

city_to_escape_heat_06

city_to_escape_heat_07

city_to_escape_heat_08

city_to_escape_heat_09

city_to_escape_heat_10

city_to_escape_heat_111

city_to_escape_heat_13

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Fotos Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

12 comentários para “Australianos constroem cidade subterrânea para escapar do calor”

  1. carlos silva says:

    Eu só imagino um terremoto.

  2. Astolfo Romário says:

    Na verdade por ser embaixo da terra fica ainda mais quente o local. Só que há refrigeradores de ar. Na Sibéria há uma cidade semlehante a essa so que no frio do oriente.

    • Carlos says:

      Na verdade, por estar debaixo da terra é mais fresco, pois a terra forma uma barreira contra o sol, por esse mesmo motivo os animais fazem as tocas deles sob o solo…….. a mesma coisa acontece contra o frio, porque acha que os esquimós constroem abrigos com gelo e neve? pra barrar o vento, dentro dos iglus a temperatura e sensação termica são mais amenas que no ambiente externo;

  3. Medtrips says:

    Nada comparado com cidade dos anões!

  4. Cosme Tadeu L. Luz says:

    É uma opção interessante mas para ser viável é necessãrio que vários itens sejam inclusos no projeto. Não tenho conhecimento de como este funciona. A questão mais primordial é quanto ao abastecimento de comida ar e água. Comida pode ser estocada (viver de enlatados) mas quanto a questão da água e o do ar. Todas as fontes estarão contaminadas, assim como o ar portanto será necessário a implantaçao de purificadores para ambos, ar e água. O problema é que os purificadores necessitam de tratamento para regeneração o que gera rejeito radioativos que teriam que ser decartados (o melhor local seria no meio externo com algum encarregado para esta função evidamente protegido. Seria necessário uma sala de detcçao e descontaminação.Por outro lado o efeito da radiação sobre o material dos regeneradores acarretaria em sua degradação. Seria necessáio um estoque de material regenerador. Fora outros itens. Por outro lado é preciso saber para quantos indivíduos seria o abrigo. Na minha opinão abrifos desse tipo são construidos para uma seleta população escolhida a dedo pelos idealizadores. A melhor solução seria, serm dúvida um desarmamento completo. Implantação de um grupo formado por representantes de vários paises, não só os poderosos para opinar, com o mesmo poder de decisão pra cada participante, independente do seu país. Cosme Tadeu Lima Luz, Químico, DSC em Quimica de Polímeros e Especialista em Quimica Nuclear e Radioquimica pela UFRJ. Atualmente aposentado do IEN/CNEN (Instituto de Engenharia Nuclear)

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo