Publicidade

Publicidade
24/07/2015 - 00:02

A vida de luxo dos filhos do maior traficante da atualidade

Compartilhe: Twitter

chapo_08

No último domingo, o Fantástico fez uma reportagem que mostrava como um dos reis do tráfico no mundo conseguiu fugir da cadeia. Joaquín Guzmán, o El Chapo, fugiu de uma penitenciária mexicana de segurança máxima através de um túnel que percorria o subsolo da instituição.

El Chapo é responsável por grande parte da droga que circula no mundo e seus filhos adoram se exibir nas redes sociais demonstrando o estilo de vida luxuoso que levam.

A propósito, a Procuradoria-Geral da República do México está oferecendo uma recompensa de US$ 3,8 milhões para quem fornecer informações sobre o paradeiro do narcotraficante.

chapo_34

chapo_33

chapo_32

chapo_31

chapo_30

chapo_29

chapo_28

chapo_27

chapo_26

chapo_25

chapo_24

chapo_23

chapo_22

chapo_21

chapo_20

chapo_19

chapo_18

chapo_17

chapo_16

chapo_15

chapo_14

chapo_13

chapo_12

chapo_11

chapo_10

chapo_09

chapo_07

chapo_06

chapo_05

chapo_04

chapo_03

chapo_02

chapo_01

Para quem não sabe, foi assim que El Chapo fugiu da cadeia.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Fotos Tags: , , ,

Ver todas as notas

24 comentários para “A vida de luxo dos filhos do maior traficante da atualidade”

  1. MrWylde says:

    Pelo menos os caras tem bom gosto, vide as garotas e os carros

  2. Geyson Monte says:

    Fuga espetacular. Fortuna paga por uma operação bem sucedida. Não sou contra o traficante pois ele não obriga ninguém a comprar o produto, a pessoa vai com seus próprios pés. Se ninguém comprasse, não existiria o traficante. Abração!!!

  3. Perivaldo Jocove says:

    Chaves de Ferrari, Bentley, Maserati e uma de Chevrolet, parece de Corsa… rs. Enfim, o tráfico hoje é um mal aceitado pelos governos, eliminá-lo traria um reflexo absurdo, como a migração dos “empregados” do tráfico para outros crimes, bem como a dos próprios grandes traficantes de drogas para outros crimes organizados maiores como o tráfico de pessoas. É triste, mas é a realidade.

    • Lili says:

      Vide o que aconteceu no RJ quando começaram as pacificações. Misteriosamente o crime triplicou em outras capitais, ou foi coincidência?

  4. Paiva says:

    O que torna esse mercado extremamente lucrativo, e perigoso, é a própria clandestinidade, em toda a historia da humanidade o consumo de drogas sempre foi quase tão comum como o consumo de alimentos, e os principais efeitos negativos do mundo passaram a surgir no último século, e eles estão muito mais relacionados com a guerra contra as drogas, do que com o consumo em si.

  5. Rodolfo Castelo says:

    Eita povinho com miolinho pequeno, como todo brézileiro burro e ignorante, enxergam apenas carros, bundas e dinheiro. Não pensa no que há por trás de toda essa m*rda. Tem uns babacas ainda que dizem que são a favor de traficante, esse povinho merece o país que tem mesmo! LIXOS

    • Percival says:

      Ó suprema inteligência que está de passagem pelo Brasil, compartilhe sua irreprochável inteligência conosco e mostre o que vai além de sta m*rda do que é publicada neste post.
      Esse buteco tá cada vez mais mail frequentado.

  6. Observador says:

    Fazendo um adendo ao comentário do “MrWylde” além do bom gosto com as garotas e com os carros, também tem bom gosto para as bebidas, vide cerveja Corona. Se atentem a isto, amiguinhos.

  7. KING SIZE says:

    Um grande exemplo de fracasso envolvendo a proibição das drogas, foi a lei seca dos EUA, ao invés de reduzir os problemas já conhecidos causados álcool, passaram a surgir mais problemas, porque toda a receita gerada pelo mercado do álcool, foi monopolizada pelo crime organizado, e o dinheiro que antes gerava emprego, passou a financiar a compra de armas para proteção de um negócio que se valorizava cada vez mais na medida em que o governo ampliava a sua repressão contra o álcool, isso sem falar do produto, que piorou com a ausência de fiscalização e controle de qualidade, vitimando milhares de pessoas por intoxicação, a ilegalidade não reduziu o número de mortes causadas pelo álcool, só houve aumento, causado também pela guerra, e as pessoas não pararam de consumir.
    E esse erro se repete hoje em dia com as chamadas drogas ”proibidas”.

  8. comentarista says:

    Os usuarios roubam em casa, na família ,na rua, matam e se prostituem e o traficante quer mais é que eles se ferrem.

  9. Jose das Couves says:

    Vcs estão de brincadeira que alguém vai denunciar uma pessoa que estava em poder de vcs e não tiveram a competencia de guarda-la. É muito tentador a recompensa mas eu fico com ele.Assim pode até ser que eu me arrisque.

  10. Igor says:

    Pura ilusão. Quem olha assim à primeira vista pode não perceber toda a violência que o negócio está envolvido como por exemplo, disputas por território, intimidação, extorsão, acerto de contas, apadrinhamento, tráfico de influência, formação de cartel, etc etc etc. O armamento não é de brinquedo nem está lá só pra enfeitar.

  11. Thiago r. says:

    tomara que as onças comam ele. kkkkkkkkk

  12. Paulo says:

    Se tem quem consuma drogas, tem quem venda….

  13. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO says:

    Fazer o Q? Estas farturas todas, tem que agradecer aos seus viciados em drogas, de forma geral. Garanto, que os patrocinadores, estão fud. e mal pagos.

  14. Jadaélson Santos says:

    Já dizia Mano Brown “viver pouco como um rei ou muito como um zé?”, ter carros luxuosos, todas as mulheres que desejar, dinheiro e mais dinheiro, mas viver de forma perigosa fugindo da justiça e de rivais no mundo do tráfico ou viver uma vida longa trabalhando muito e ganhando pouco lhe sobrando pouco ou nada de tempo para curtir com a família e amigos? A sociedade de hoje em dia obriga muitos a irem ao mundo do crime pois é uma sociedade injusta com os honestos. E o tráfico de droga é culpa do governo, no caso do Brasil acreditam que a proibição é melhor do que a legalização da maconha em si oque diminuiria a vida dos traficantes em uma boa parcela de seus lucros, já que estamos falando da droga mais consumida no mundo.

  15. Marcos Alemão says:

    Concordo plenamente com o que o Jadaélson comentou. A proibição é o que gera a violência!

  16. Michel says:

    Só cabra bom!…
    Ruins são as onças q não comeram eles?

  17. RONDINELLI FUMEIRO LIMA says:

    tai uma ótima oportunidade para Juselino de Luz, vai faz tua fortuna, prova que tu és um vidente de verdade, kkkkkkkkk

  18. luis antonio says:

    duas raças malditas, traficantes e pastores

  19. Rodrigo Reis says:

    Viram traficantes tupiniquins?!

    Aprendam a ter bom gosto e não andar de um lado pra outro sem camisa e de chinelo de dedo…

  20. Eduardo Preto says:

    É foda ser foda.

  21. Felipe says:

    Se as drogas fossem legalizadas, ao invés de bancar esta vida de bilionário para os filhos do tranficante, o dinheiro dos usuários bancariam hospitais, escolas, creches, ou até mesmo programas para conscientização sobre o uso da droga. As pessoais que mais defendem a proibição das drogas são os moralistas e os traficantes.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo