Publicidade

Publicidade
27/07/2015 - 14:13

Em entrevista, Jô Soares alfineta cantor Pablo por dizer que não lembrava nome de autor de sua música

Compartilhe: Twitter

pablo

O cantor baiano Pablo, que recentemente ganhou espaço no mercado de música popular com sua ‘sofrência’, foi convidado no programa do Jô Soares, na Globo. No entanto, o que realmente chamou atenção não foi sua música, e sim um trecho da entrevista no qual o cantor, ao ser questionado sobre quem seria o autor da música “Porque Homem não Chora”, afirmou ser de “um amigo” que ele não recordava seu nome. Ao perceber a confusão, Jô fez uma brincadeira e acabou relembrando o nome do compositor.

O trecho da entrevista terminou com o Jô ironizando o cantor: “você canta e você não sabe o que quer dizer, e você não conhece o nome do compositor. Então você está ganhando dinheiro em cima dele sem ele saber“. Veja o vídeo.

Autor: - Categoria(s): fail, Flagra, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

22 comentários para “Em entrevista, Jô Soares alfineta cantor Pablo por dizer que não lembrava nome de autor de sua música”

  1. Thiago C. disse:

    Eu acho esse tipo de música insuportável, não sou fã desse sujeito, mas acho que o Jô Soares deveria respeitar seus convidados. Eu no lugar desse cantor aí tinha mandado o Jô tomar naquele lugar… o cara é convidado para ir no programa ser entrevistado e não para ser zoado em rede nacional.

    • Felipe disse:

      Mano, só você para acreditar que o Jô convida as pessoas para entrevistar. Elas pagam para aparecer aí e divulgar seu trabalho…

      Pense a respeito. Pesquise um vídeo do Caio Blat falando como funciona exatamente….

    • Robott disse:

      Como respeitar um sujeito que não lembra o nome da pessoa que escreveu um dos seus maiores sucessos?

  2. Doralice disse:

    Esse é o retrato da cena musical popular aqui no Brasil. Os caras não tem nada a acrescentar culturalmente, cantam o que tiverem que cantar pra ganhar uma grana, não importa o quê… só não consegui definir se isso é causa ou efeito dessa juventude alienada e culturalmente pobre que temos hoje.

  3. Rodrigo disse:

    A música é uma porcaria, mas o Jô Soares, tão inteligente, deveria saber a diferença entre escritor e intérprete.
    O mané, sentado ao lado dele, é o intérprere.
    Quanto mais velho, mais mal educado o Jô está.

  4. Solano disse:

    Com certeza ele disse que não se lembrava, porque deve rolar alguma treta entre os dois.

  5. Jorge disse:

    A musica cada um interpreta da forma que quer. O Jô, pedante insuportável, é burro de ficar forçando o cara a dizer o que ele interpreta. Ele é o dono das ideias fixas que ele diz serem corretas.

  6. Oliver disse:

    tem umas entrevistas legais no Jo :)

  7. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO disse:

    Esquecer é fácil, lembrar, que é difícil! rsrsrsrsrsrs

  8. Rodolfo Castelo disse:

    Cantor lixo e medíocre, apresentador tosco e arrogante. Tudo que o brézileiro ignorante adora, vocês têm o que merecem.

  9. Maria Nazaré dos Santos. disse:

    Em primeiro lugar , quem tem vergonha não envergonha o outro, ainda mais em público. esquecer é normal, tem horas que esquecemos o nome do amigo mais próximo, o nome do seu médico. Ainda mais se a pessoa está nervosa por estar sentado diante de uma pessoa tão crítica. Sua mente nunca falhou, JÔ?

  10. Geyson Monte disse:

    Só consegui encontrar uma definição para o esquecimento: O amigo deve levar direitos autorais bonitinho, bonitinho, mas se liberar o nome vai chegar um oficial de justiça no dia seguinte com uma intimação para pagar pensão alimentícia. Corretíssimo o Pablo em não liberar a informação. Cada um carrega o seu fardo. Abração!!!

  11. Manu disse:

    Não vi nada de arrogância. Até eu fiquei irritada. O cara realmente desconhece até o motivo de ter feito sucesso com a música de outra pessoa. Esse sujeito aí mereceu ser zoado. Deveria ao menos se preparar antes de aparecer no programa.

  12. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO disse:

    A verdade, é a seguinte: O Jô não tem mais a quem entrevistar e ele precisa manter o programa. Então…dá nisso!

  13. saulo disse:

    Geyson Monte:
    Como é que é???? Explica isso de novo que eu não entendi!
    O cara não diz o nome do autor para não pagar pensão alimentícia????
    Quer dizer que o nome do autor deve ser segredo. Se ele não disser, ninguém fica sabendo, não está escrito em lugar nenhum. Nem nos créditos do CD.

  14. Garanhão italiano disse:

    As “Músicas” atuais no Brasil são um lixo,um esgosto,
    esse é outro que se morre o Brasil para.

  15. William Haddad disse:

    dois …os dois são insuportáveis

  16. Emmerson disse:

    A musica brasileira hoje, se resume em modismo. Quando o povo cansa, o cantor fica esquecido. Nesse caso gosto não se discute, mas eu não gosto de musica de uma estrofe e refrão!

  17. RONE disse:

    Eu só tenho uma coisa importante a dizer, ih esqueci.

  18. comentarista disse:

    As musicas que tocam hoje no Brasil são ridículas , (funk,pagode,axé, falso sertanejo) to fora.

  19. Gabriel disse:

    Acho interessante alguns comentarios dizerem que na cena atual brasileira os cantores cantam qualquer coisa para ganharem dinheiro…olhem o lixo produzido fora do pais….tanto fora quanto aqui existem excessoes sem contar que voces devem aprender a respeitargostos diferentes dos de voces.

  20. joelma disse:

    Como é triste encontar pessoas que não respeita o trabalho do outro,desvalorizado e ridicularizando em rede nacional.Gosto muito do programa e tenho Jô como um fenômeno, porém não concordo com tal comportamento.
    Prezo pelo respeito, e acredito que cultura é muito alem da minha opinião e da sua.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo