Publicidade

Publicidade
28/07/2015 - 14:09

Bebê fica cego após disparo de flash de máquina fotográfica

Compartilhe: Twitter

bebe_cego_01

Um bebê chinês acabou ficando cego de um olho depois que um amigo da família esqueceu de desligar o flash ao tirar uma foto dele. Os médicos disseram que o flash causou danos irreparáveis no olho, danificando as células da mácula, uma camada importante localizada no centro da retina, responsável pela visão de pequenos detalhes e cores.

bebe_cego_03

De acordo com o Daily Mail, os pais notaram que havia algo errado com a visão da criança logo depois que a foto foi tirada. A foto teria sido tirada a uma distância de 25 centímetros do rosto do bebê.

Após o incidente, o bebê teve a visão reduzida no olho esquerdo e cegueira completa no olho direito. O dano é permanente e não existe cirurgia para correção.

bebe_cego_02

O risco existe em todos os bebês. A mácula não está desenvolvida até que a criança complete quatro anos.

Os especialistas afirmam ainda que, embora os bebês fechem os olhos por impulso, apenas milissegundos de luz forte são suficientes para causar este problema.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Inusitadas Tags: , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Bebê fica cego após disparo de flash de máquina fotográfica”

  1. Diogo says:

    É um assunto que tem que ser muito bem analisado, pois quando a minha filha tinha meses eu perguntei para o pediatra dela se tinha algum problema em tirar fotos com flash, e o mesmo disse que isso é lenda… que não tem nada a ver.

    • Paulo André says:

      Pensei a mesma coisa… Nunca ouvi falar de algo assim… A não ser que a lâmpada do flash era algo extraordinário.. Com uma potência tão alta que faria algo assim ocorrer. (imagino um máquina de solda MIG/MAG)… Mas instantes… DEU MEDO!

    • PANICO says:

      PAra mim não é lenda coisa nenhuma. Por experiência própria, quando tiro uma foto com flash fica um borrão na minha vista por alguns segundos. E se eu tirar muitas começa a me dar dor de cabeça e/ou tontura.

      E outra também que o chinês burro do caralho tirou a 25cm do rosto da criança…

  2. Débora says:

    Diogo, a pediatra do seu filho deveria ter feito algumas orientações. Se você, um adulto saudável, se incômoda com flash, imagina um recém nascido? É bom senso! A pele é fina, os olhos delicados, deveria existir um cuidado bem maior.

  3. Alexandre says:

    Olá Humberto.
    Antes de tudo gostaria de parabenizar pelo site. Ótimo conteúdo, muito divertido.
    Infelizmente, acho que esse post não procede. Existem casos de lesão retiniana devido à exposição à luz. Mas normalmente acontece em casos de exposição prolongada. Os flashs tem duração menor.
    E a criança da foto apresenta conjuntivite… não bate muito com o artigo.
    Acho uma boa checar a veracidade da historia.
    De qualquer modo, gosto muito do site.
    Continue com o otimo trabalho!

  4. ANÍBAL DOS SANTOS FILHO says:

    Sem comentários!

  5. Gabriela says:

    Imagino que seja um mega flash…nao posso julgar pelas circustancias.OneBerto acesso o blog ha muito tempo, sugiro um app pra acessar,as vezes tenho dificuldade em acessar.

  6. carlos silva says:

    Foi um flash ou um relâmpago 1000 volts?

  7. pedro says:

    Não há nenhuma prova de que essa notícia seja real! Tudo indica que houve um exagero na divulgação dos dados e, como quem conta um conto aumenta um pouco, muitos veículos de comunicação espalharam o boato sem sequer averiguar os fatos.

  8. Nando says:

    Deve ser algum problema especifico na criança. Pois existe nos hospitais o exame da foto do olhinho que usa flash e é feita assim que a criança nasce, esse exame procura por uma ceta forma de cancer. pesquisem exame da foto do olhinho.

  9. Mariana says:

    A noticia é falsa. O flash não tem capacidade de cegar uma criança, só incomodar muito sua visão.
    http://photos.com.br/fotografo-fala-sobre-a-polemica-do-uso-de-flash-com-bebes/

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo