Publicidade

Publicidade
02/09/2015 - 00:01

Raças de cães que mudaram um pouco com o decorrer de décadas

Compartilhe: Twitter

Você já percebeu que algumas raças mudaram um pouco com o passar dos tempos? Ok, a maioria não mudou tanto, mas veja este post. É fascinante.

Doberman, 1915 e 2015

dogs_01

 
 
 
 
 

Saluki, 1915 e 2015

dogs_02

dogs_03
 
 
 
 
 

Dachshund, 1915 e 2015

dogs_04

dogs_05
 
 
 
 
 

Bull terrier, 1915 e 2015

dogs_06

dogs_07
 
 
 
 
 

Pastor alemão, 1915 e 2015

dogs_08

dogs_09
 
 
 
 
 

Pug, 1915 e 2015

dogs_10

dogs_11
 
 
 
 
 

Bearded Collie, 1915 e 2015

dogs_12

dogs_13
 
 
 
 
 

São Bernardo, 1915 e 2015

dogs_14

dogs_15
 
 
 
 
 

Basset, 1915 e 2015

dogs_16

dogs_17
 
 
 
 
 

Boxer, 1915 e 2015

dogs_18

dogs_19
 
 
 
 
 

White Terrier, 1915 e 2015

dogs_20

dogs_21
 
 
 
 
 

Buldogue inglês, 1915 e 2015

dogs_22

dogs_23
 
 

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , ,

Ver todas as notas

21 comentários para “Raças de cães que mudaram um pouco com o decorrer de décadas”

  1. Cristiano says:

    natureza não teve nada a ver com isso.

    • ONEberto says:

      Ainda que haja mistura de cruzamentos, a natureza ainda continua sendo a única responsável por gerar um novo ser com características diferentes.

    • Lucas says:

      claro que teve, caso contrário, a seleção artificial falharia. eles iam só cruzar, cruzar e continuar iguais 🙂

  2. Geyson Monte says:

    A pose do Pastor alemão é elogiável. O Basset está pra lá de Bagdá. Faltaram o Fila brasileiro e o Rottweiler. Sempre as comparações “antes depois” serão algo interessante. Boa apresentação!!!

  3. gabriel says:

    podemos observar que o Basset está derretendo devido o aquecimento global

  4. Rone says:

    100 anos acho que é muito pouco para alterações naturais, tem muita influência do homem ai…

  5. Felipe says:

    O que o Cristiano falou é verdade, a natureza não tem nada a ver com isso. Essa modificações são feitas por criadores profissionais, donos de canil, que fazem seus cães chegarem o mais próximo possível do “padrão de criação” definido por organizações que avaliam o pedigree do cachorro. Esse padrão estético faz com que os animais apresentem essa “deformidade” com o tempo e prejudicam e muito a saúde deles.

  6. Manu says:

    Pastor Alemão… ♥♥♥

  7. Rachid says:

    Na verddae quem promoveu essa mudança foram os humanos, a partir de cruzamentos selecionados, parte do processo de seleção artificial.

  8. Rone says:

    Sim Oneberto, mas gerar um novo ser com características diferentes naturalmente, sem interferência humana, leva muito mais que 100 anos…mas é interessante ver essas mudanças que ocorreram!

  9. Vinicius says:

    Tenho 23 anos e sempre quis ter um cachorro.

  10. Bru says:

    O único que ficou melhor com o tempo foi o pastor alemão.

  11. Aline Liz says:

    Faltou o sharpei, o original tem muito poucas pregas que os de hoje, somente na cabeça e cernelha, hoje parece uma dobradinha!!! Fora que essa modificação aumentou a incidência de problemas de pele, como dermatites e infecções de sarna dermodécica (não contagiosa).

  12. Manzano says:

    O Collie de 2015 não seria um Lhasa?

  13. Den says:

    Com o tempo eles ganharam cores. Ficaram mais vivos. Alguns já são em 3D. Confiram.

  14. Acho que a raça Boxer mudou pra melhor, a minha Raika é perfeita.

  15. Jarbas Junior says:

    O Basset de 2015 parece que entrou nas Drogas e esta com uma cara de acabado

  16. Marco says:

    O doberman era top e continua TOP!

    Agora o Dachshund de 1915 usava mola esportiva na época..
    Já o de 2015 cortou as mola e agora ta rebaixadão..kkk

  17. Giovani says:

    O West White Terrier não tem diferença a não ser que a primeira foto é um cão de aproximadamente 10 meses sem tosa e o outro está com a Tosa.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo