Publicidade

Publicidade
11/11/2015 - 00:02

Como criar uma chave extra de emergência

Compartilhe: Twitter

queimando_chave

Se você um dia precisar de uma chave extra de emergência, saiba que é mais simples do que se imagina. Quer dizer… usando o jeito certo, fica fácil…

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , ,

Ver todas as notas

7 comentários para “Como criar uma chave extra de emergência”

  1. Geyson Monte says:

    Perfeito!!! O mais difícil foi resolvido colocando cada pino na posição de liberação. Se quiser facilitar mais ainda é só pressionar um pouco a haste para dentro porque a mola que empurra ela mantém uma certa pressão. Quando o cilindro girar é só soltar e priuuuuu. Não sei se é uma boa ou má dica. He,he,he. Na mão de quem não deve, hein??? Abração!!!

  2. Jailton Casca Grossa says:

    Que bela gambiarra

  3. Junior Vilas Boas says:

    Bacana, eu já vi esse mesmo método com cartão de credito, bem mais simples Fica a dica

  4. sheilo jailson says:

    iberê postou isso faz tempos no seu canal manual do mundo, so q fez com cartao de credito, tb funciona legal e nao tem risco de cortar a mao com esse metal q mais parece navalha kkkk

  5. Mozart says:

    Digo que não entendo porque o sujeito precisa de uma extra, tendo uma funcional e boa em mãos, inclusive tendo a possibilidade de se fazer uma copia que demora menos de cinco minutos em um chaveiro que fará um serviço descente … esse eh um tipico conhecimento popular que não serve pra nada, rs. Bom, mas conhecer não ocupa espaço mesmo….

  6. aaron says:

    Emergência eu entendo aquela situação em que você está sem pai nem mãe. Se o cara tem uma chave e ele quer fazer outra, de papel, papelão, lata tudo bem, isso seria um passatempo não uma alternativa para a emergência.

  7. Ari Ferreira says:

    Melhor ir ali no chaveiro…..

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo