iG

Publicidade

Publicidade
12/02/2016 - 11:13

A reportagem sobre o carnaval que não foi ao ar

Compartilhe: Twitter

garcon_sincero

Um repórter da Globo resolveu entrevistar um grupo de garçons que trabalhavam em um dos circuitos do Carnaval. Tomado de um incrível senso de sinceridade, o rapaz contou qual foi a maior surpresa que ele viu neste carnaval…

Aquele momento em que o repórter se arrepende

HAHAHAHAHAHAHAHA

Publicado por Haroldo Guimarães em Quinta, 11 de fevereiro de 2016

Autor: - Categoria(s): Hilário, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

13 comentários para “A reportagem sobre o carnaval que não foi ao ar”

  1. Miguel disse:

    E viva a alegria!!

  2. Carla disse:

    É muita sinceridade! Kkkkkkkk

  3. Astolfo Romário disse:

    Engraçado que tem gente que acha graça de uma demonstração clássica de homofobia dessas !

  4. Professor disse:

    Nossa que horror, e o povo acha engraçado. Toda forma de amor deve ser respeitada queridos! Xo preconceito

  5. mula disse:

    não eram viados, eram só homens normais que se vestem de mulher e saem pelas ruas distribuindo alegria!

    • Daniel disse:

      O garçom foi bem claro ao afirmar que os “rapazes” não estavam apenas vestidos de mulher…

      De modo que o seu comentário não tem sentido.

  6. Pais chato disse:

    Hoje no Brasil nao se pode falar nada que ja é preconceito. Cada um tem sua opinião e ninguem é obrigado a aceitar nada certo? Eu nao acho certo agredir os homossexuais, mas ninguem é obrigado a aceitar

  7. sheilo jailson disse:

    porra humberto teu blog ta infestado de mimizentos, tem q chamar a dedetizadora.

  8. sheilo jailson disse:

    qualquer dia não se pode mais sorrir na rua pq eh preconceito com quem não tem dentes. não se pode mais correr pra pegar o ônibus pq eh preconceito com cadeirantes.. e por aí vai..

  9. Marques disse:

    transar na rua é super normal, e se falar o contrario é homofobia.

  10. Aston disse:

    Não é homofobia. Achar normal duas pessoas transando na rua? Hetero ou homo, isso não se faz.

  11. Anderson disse:

    Se uma pessoa dá o cú pra outro é viado mesmo. E quem come também é! Qual a mentira nisso?

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo