Publicidade

Publicidade
05/09/2016 - 00:02

O que dizer sobre o impeachment?

Compartilhe: Twitter

O impeachment da Dilma foi justo? Foi mesmo um golpe? O professor Leandro Karnal tem uma opinião sobre isso…




Disse tudo!

Publicado por A Luta em Terça, 26 de julho de 2016

Autor: - Categoria(s): Video Tags: , ,

Ver todas as notas

25 comentários para “O que dizer sobre o impeachment?”

  1. Marta says:

    É Golpe. Simples assim, golpe.

  2. Igor says:

    Muito me espanta alguém aparentemente sábio ser esquerdinha. Que saiam todos os políticos corruptos!

    #Bolsonaro2018

  3. The Crow says:

    …deixa eu ver se eu entendi. Perguntaram a opinião de um “filosofo” de esquerda sobre o impeachment de um governante de “esquerda”, e ainda se surpreendeu com o fato da resposta ser de “esquerda”??? …é isso mesmo?

  4. jr says:

    Marta faça um favor pra nos, quando lula for preso va la fazer visita intima pra ele vai kkkkkkkk

  5. Renato says:

    Aff, gente! A resposta dele não foi de esquerda…. Na verdade ele falou a realidade! Nós vivemos numa democracia de fachada, pois os políticos não fazem política pelo estado, mas a favor do seu próprio umbigo e assim perpetuam a sua cadeia de poder. Sim, é ingenuidade pensar que caçaram Dilma para fazer faxina, pois se fosse isso, já teriam começado a caçar outros tantos corruptos. Porém, a análise de Karnal também serve para pensar no pessoal da esquerda, pois Dilma também não governa pensando no bem comum, se fosse assim não teria se envolvido no Petrolão e ajudado a financiar o seu partido com o dinheiro público.

  6. Alessandro says:

    A opinião desse careca sobre o impeachment pra mim vale mais que o terceiro zero da esquerda.

  7. Fernando says:

    Quatro crimes de responsabilidade diferentes… todos com farta documentação…

    E o cara vem me falar em controle do Congresso…

    O que ela fez é uma afronta à LRF e à CF/88…

    O único golpe que houve, o único momento no qual a CF foi rasgada, foi ao punir um crime de responsabilidade com perda de mandato e manter os direitos políticos…

    • d says:

      os antigos presidentes cometeram infrações ou existiram fortes indícios (a maioria foi engavetada ou se mandou parar qualquer investigação). hoje, qualquer prefeito ou governador cometem várias irregularidades, costuma ser noticiado em jornais, mas somente isso. a questão é por que apenas ela deve ser punida, quando todos deveriam? em minha opinião, não houve golpe, mas existe um aproveitamento ,e de forma conveniente, direcionamento nas investigações, onde apenas os mais fracos são expostos e “sacrificados”. mudam nomes e valores, não as irregularidades e desvios.
      dilma caiu sim por falta de apoio, e não por crimes, isso foi apenas a maneira como conseguiram retirá-la do cargo, já que se “crime” fosse motivo para perda de cargos, provavelmente não teria havido votações por parte dos deputados, senadores e nem no supremo. infelizmente, a manutenção de seus direitos políticos é a maior prova.

      • Leo says:

        Que cheirinho de mortadela, hein, MAV?.
        O farsante começa reconhecendo que essa estória de golpe não passa de discurso-engana-trouxas, mas repete a mesma cantilena asquerosa de “todos fizeram igual”, “os pobrezinhos do petê”, “ninguém tem moral” e o blábláblá de sempre.
        Na lógica canalha desse verme, todos devem ter a chance de praticar crimes impunemente, do contrário é perseguição contra quem é flagrado com a boca na botija. Esse papo de que “todos cometeram pedaladas” não passa de cachorrada de vocês para amenizar a gravidade do crime. O Ministério Público de Contas e o TCU já cansaram de dizer que nem o bunda mole do FHC, nem projeto de tirano do Lula fizeram coisa sequer próxima das pedaladas. Então, a menos que você PROVE que praticaram baixe a bola aí.
        “a manutenção de seus direitos políticos…” desmente a “perseguição” e prova que a escória bolivariana está disposta a “fazer o diabo” para f#$% a vida do brasileiro, inclusive articular uma, aí sim, MANOBRA GOLPISTA para rasgar a Constituição e garantir a impunidade da terrorista. Afinal, o que é violar um artigozinho da Constituição para quem financia ditaduras sanguinárias e deseja importar o modelo de escravização coletiva bolivariana?
        No mais, seu MAV canalha, vá arranjar um emprego porque a boquinha com o dinheiro alheio acabou, seu merda.

    • Éder says:

      Tudo bem, você está corretíssimo!
      Mas o ponto do vídeo em questão, trata de como as coisas estão “sistematizadas” na nossa política. O congresso, como um todo, sempre se une para atingir interesses pessoais, ou comuns a poucos beneficiados.
      É referente a corrupção como um todo.

  8. Wagner says:

    Nao da… Problema é isso que acontece mesmo… Povo nao separa, nao sabe distinguir uma fala sóbria e sempre tem que taxar como “esquerda” ou “direita”, ngm pode ter uma fala neutra hoje em dia…
    NAO saiam do foco o que ele falou no final que importa, o importante é focar no que DEVERIA siginificar politica, como esta escrito no dicionario “Praticas para o bem comum” nao importa partidos ou esquerda, o que deveriam estar fazendo é lutando pelo bem comum!

    Ja teve impeachman e pronto e agora? O que restou? A politica vai mudar? Se a populacao nao mudar nao adianta. Vai continuar pra sempre essa briga ridicula? Pq os politicos continuam ganhando dinheiro e votando por si proprios.

  9. mula says:

    no aniversario de 90a do fidel castro ele fez um pedido: “que todos meus amigos, fãs e simpatizantes.. venham morar em cuba.”

  10. Firmo says:

    Quase ninguém entendeu o que o cara falou, ele só disse que todos os políticos querem se perpetuar no poder…

  11. Rodrigo says:

    Aff, o povo gosta de bipolarizar a politica, deviam estudar mais e ter senso critico para avaliar as opiniões. Tudo que ele falou está corretissimo, não há um unico politico atualmente que não pense no seu plano de poder, afinal é o oficio deles. Acham que vão se eleger, fazer o bem para o Estado e depois do dever cumprido voltar a trabalhar para os outros e comer marmita?

  12. Alex Rodrigues says:

    É por isso que o Brasil está esse lixo. Uma opinião sensata dessa vem retardados mentais aqui defender os bandidos dos politicos de Brasilia falando que o que fizeram foi algo super correto. Acordem, animais.

  13. gauss says:

    Todos os grandes partidos hoje são corruptos, essa é a questão. Eles não querem política, querem poder. Não sei como tem gente que defende PT/PSDB/PMDB com unhas e dentes. A solução do país é na educação e reforma política.

  14. gauss says:

    E por último e não menos importante, a constituição é a base do país, e violaram ela

  15. Portnoy says:

    Pode ser que ele seja de esquerda. Mas eu nunca votei em um partido de esquerda e concordo com ele. É muita inocência pensar que os deputados e senadores votaram a favor do impeachment porque querem acabar com a corrupção.

    • Leo says:

      Julgaram um crime de responsabilidade e só. Isso de “acabar com a corrupção” é um mero espantalho.

  16. Bruna says:

    Passei ontem rápido aqui no site, sem tempo e não deu pra assistir o vídeo, aí hoje quando finalmente vi o vídeo me surpreendi por ser apenas um minuto, achei que ele fosse dar uma verdadeira aula sobre o assunto kkkk
    Quanto ao vídeo, houve sim crime de responsabilidade, mas ele esta certo em dizer que hoje a politica não discuti o bem comum e sim o bem do partido, infelizmente isso não é novidade… O que poucas pessoas perceberam é que o povo virou fantoche disso tudo, nessa “guerra” entre direita e esquerda, quem sai perdendo são os dois lados (e os Estadistas vão ficando cada vez mais raros)

  17. Hélder says:

    Filósofo (!) de opiniões à esquerda, em nenhum momento cita a gravíssima crise econômica, os mais de 11mi de desempregados. Prefere se ater aos princípios políticos do mundo de faz-de-conta da Grécia Antiga, tendo como objeto um país tão torto como o Brasil.
    Pra completar o argumento falacioso, o Humberto ainda pesca o vídeo de uma página de esquerda que vive 24h bostejando baboseira pelo Facebook.
    Mundo bão, sô!

  18. Paulo says:

    GOLPE? 12 milhões de desempregados, inflação acima dos 9%, 3 anos seguidos de PIB negativo, o maior esquema de corrupção já visto no Brasil e pedalas para dar dinheiro a grandes empresas, dinheiro para Cuba e Venezuela. Falam do Cunha mas ele diminuiu a abrangência do pedido de impeachment que alcançava até 2013 e o meganegócio de Pasadena que, como seu mentor, a anta não sabia de nada, não foi informada de nada. Essa esquerda festiva defende diversas ditaduras que não respeitam as liberdades individuais, não é mesmo. Deveríamos dar a essa turma o mesmo tratamento que é dado nessas ditaduras aos derrotados. Lá não há direito a ampla defesa e ao contraditório, é fuzilamento e ou prisão. Aqui surgem uma legião de pseudo-intelectuais, jornalistas de esquerda e outros que vivem pendurados nos cofres públicos defendendo a mamata. Agora que vão perder a boquinha saem à rua para fazer vandalismo, são incapazes de dialogar. Golpe de quem?

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo