Publicidade

Publicidade
04/11/2016 - 00:01

Como as pessoas com daltonismo veem as coisas

Compartilhe: Twitter

Existem dois principais tipos de daltonismo: aquele cuja pessoa tem dificuldade em distinguir entre o vermelho e o verde, e aquele cuja pessoa não consegue distinguir entre azul e amarelo. O daltonismo total também existe, mas é muito menos comum do que o daltonismo parcial. Veja aqui alguns tipos.

daltonismo_01
Uma pessoa normal vê o mundo desta forma

 
 
 
daltonismo_02
Deuteranomalia é a forma mais comum de daltonismo. Cerca de 4,63% sofrem com este tipo e em muitos casos não percebem. É evidente a partir desta foto que as cores perdem um pouco de brilho, especialmente às próximas do verde e vermelho
 
 




 
daltonismo_03
Protanopia é uma forma menos generalizada de daltonismo – apenas cerca de 1% das pessoas sofrem. Todos os tons de verde e vermelho aparecem um pouco desbotados, enquanto tons azuis e amarelos permanecem praticamente inalterados
 
 
 
daltonismo_04
Tritanopia é uma forma muito rara de daltonismo que afeta homens e mulheres em pequeno número. Aqueles que possuem a doença veem o mundo em tons de rosa esverdeados
 
 



 
daltonismo_05
Quanto ao datonismo total, ele afeta penas 0,00003% da população
 
 
 
daltonismo_06

daltonismo_07

daltonismo_08




daltonismo_09

daltonismo_10

daltonismo_11

Crédito

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Fotos Tags: , ,

Ver todas as notas

4 comentários para “Como as pessoas com daltonismo veem as coisas”

  1. Marília says:

    Véi, então os filtros do Instagram foram inspirados neles? kkkkkk

  2. Gi says:

    Mt bom, ótimo post ^^

  3. Beanshop says:

    Para alguns tipos de Daltonismos, já existe solução, aqui mesmo no Brasil.
    Vide: http://lista.mercadolivre.com.br/oculos/_CustId_56910869_seller*id_56910869

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo