Publicidade

Publicidade
28/11/2016 - 08:39

Polêmica: atender o policial ou o bandido? Veja qual é a escolha correta

Compartilhe: Twitter

atendendo_bandido

Se você acompanhou toda a discussão em cima de uma enquete feita pela Fátima Bernades, na qual ela questionava quem deveria ser socorrido primeiro – se um bandido ou um policial, deve ter procurado uma resposta profissional para essa pergunta. No vídeo a seguir, você pode entender o qual seria a escolha ideal.




Bem interessante esse vídeo, onde um professor socorrista, em um curso demonstra o exemplo da Fátima Bernardes na sua aula, sobre quem socorrer primeiro. Já que muita gente veio com o papo da ética profissional. Então segura essa, e notem o quanto foi tendencioso o programa da Rede Globo.

Publicado por Apoio Policial em Quarta, 23 de novembro de 2016

Autor: - Categoria(s): Polêmica, Video Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

18 comentários para “Polêmica: atender o policial ou o bandido? Veja qual é a escolha correta”

  1. André disse:

    Agora fica a questão, porque o professor fugiu da polêmica, mas e se o bandido tiver mais chances de vida que o policial?

    • Famscrow disse:

      Ele não fugiu da polêmica, está apenas garantindo o emprego e o registro profissional dele pois um profissional da saúde dizer que não vai atender um bandido pode ser processado por (motivos que um advogado possa explicar).

      No Exército aprendemos que se um estranho se aproximar de você durante a guarda você deve efetuar disparos de alerta para cima, caso a pessoa continue se aproximando aí sim TALVEZ você deve efetuar um disparo nela. Em off o sargento nos explicava o que realmente deveríamos fazer…

      Na prática todo mundo aqui sabe o que fazer… se você quiser salvar o bandido, que salve.

  2. Daniel disse:

    Desde quando um policial inconsciente e sem sinais vitais está “levemente ferido”?

  3. João Bosco C Costa disse:

    Esse vídeo coloca as coisas nos seus devidos lugares com relação a polêmica gerada por uma questão pessimamente colocada pelo programa da Fátima Bernardes.

  4. Justos disse:

    Se é para polemizar, veja a seguinte situação: um homem branco gravemente ferido e um homem negro levemente ferido, qual deve ser atendido primeiro?

  5. Bepovi disse:

    Larguem de ser burros.. o cara deixou CLARO que pode ser preto.. branco.. bege.. verde.. policial.. bandido.. politico.. quem tem mais chance de vida é primeiro. Ponto final.

  6. Sérgio disse:

    Então esse rapaz do vídeo concorda que entre um policial gravemente ferido e um bandido levemente ferido quem tem prioridade é o bandido (já que tem mais chance de vida? e depois de ir atender o policial gravemente ferido ele ainda tem que voltar a ver o estado do bandido levemente ferido.. hahahaha
    faz me rir

  7. EU disse:

    E SE O BANDIDO TIVER ACABADO DE ESTUPRAR A MÃE OU A FILHA DO PROFESSOR, QUEM ELE ATENDERIA PRIMEIRO??

  8. mula disse:

    há dois mil anos o povo escolheu Barrabás!

  9. Sebastião Churumelas disse:

    Gente, pelo teor dos comentários, a maioria não prestou atenção, ou tem um senso de interpretação digno de quem assiste só novelas…Gente ENTENDAM: A questão explicada no video se trata daquilo dito e polemizado pelo programinha sem vergonha da globo…então o video gira em torno DAQUELA questão especifica…tem gente aqui falando de cor de pele, se o cara tivesse estuprado…gente, acorda, PRESTA ATENÇÃO NO ASSUNTO E NO VIDEO! Esquece o resto, não precisa abrir a questão a outras coisas.

    • sheilo jailson disse:

      sebastiao, não adianta, eh mt burrice junta, eh mt ignorancia, eh mt mimimi, a internet eh uma overdose de mimimi.. melhor ver o post e pular a parte dos comentarios, o coração agradece

    • Sei lá vai enter?? disse:

      O caso apresentado é de socorrista, seu caso apresentado é de emergência hospitalar, coisas distintas e diferentes, socorrista, trabalha com o que tem a disposição, hospital muitos equipamento e matérias a disposição inclusive casos cirúrgicos, socorrista, não faz cirurgias, apenas mantem o paciente vivo até o hospital, ok.

      • diejbcwhc disse:

        Todos os protocolos de triagem podem ser intra ou pré-hospitalares, caríssimo. Se for pré, melhor ainda, e pode ser feito por qualquer profissional de saúde. Os protocolos de triagem, seja o manchester, o srtat, o americano, o canadense ou qualquer um de tantos outros que existem no mundo se utilizam de parâmetros clínicos não exigindo equipamentos avançados e cirurgias.

  10. Famscrow disse:

    No Exército eles nos ensinam que quando você está de guarda e vê um suspeito se aproximando tem que gritar e disparar para o alto, caso ele continue se aproximando você dispara mais duas vezes e em último caso você dispara nele.

    Na prática “mermão”, todo mundo sabe o que deve fazer.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo
203