Publicidade

Publicidade
06/03/2017 - 00:02

Brasileiro constrói muro eletrônico feito de tijolos

Compartilhe: Twitter

portao_eletrico

Um sujeito construiu um muro de correr feito de tijolos. E o melhor de tudo, funciona como um portão automático como qualquer outro. Não sei se é prático, mas que é engenhoso, é.




Homem constrói portão de correr feito de tijolos!

Homem constrói portão de correr feito de tijolos!

Publicado por Engenharia Hoje em Sábado, 4 de março de 2017

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

6 comentários para “Brasileiro constrói muro eletrônico feito de tijolos”

  1. itamar disse:

    Calculo de girico… Se ele contabilizar o que gastou com engrenagem aí, sairia mais barato pagar um portão de ferro. E olha que ainda não rebocou, será no mínimo o dobro do peso após rebocar, certamente o motor vai abrir o bico.

    • Carlos disse:

      Sempre tem aquele que paga, e aquele que quer fazer com as próprias mãos. Nem sempre é questão de dinheiro.

  2. Gustavo disse:

    Não é só o muro … a porta tb! Olha em 0:28

  3. Rodrigo disse:

    com a vibração em 2 semanas as juntas começam a rachar 3 semanas ja ta caindo, nao tem suporte em cima deve estar tudo bambo e primeiro q empurrar cai. mas valeu pela zoaçao de dizer q fez um portao de tijolo

  4. sheilo jailson disse:

    como nego fala as coisas sem ter ciência do assunto.. Akela caixa de redução foi toda aproveitada de sucata, ele não gastou nem 1 centavo nakilo, e além do mais esse motor muito provavelmente é 0.25cv mas tem mais torque que guincho de jipe devido as polias.. só ir no facebook do cara (não irei postar) que tem la ele comentando isso

  5. Ricardo disse:

    Super seguro. Fecha rapidinho.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo