Publicidade

Publicidade
24/03/2017 - 00:03

Youtuber sofre acidente com cobra; veja o vídeo

Compartilhe: Twitter

acidente-cobra

Durante a gravação de um de seus vídeos, Haroldo Bauer, mais conhecido como o Rei das Serpentes, acabou dando de cara com uma jibóia bem irritada. O resultado foi um acidente e diversas picadas. Confira o vídeo.




Autor: - Categoria(s): Flagra, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Youtuber sofre acidente com cobra; veja o vídeo”

  1. mark disse:

    Tá mais é pro Idiota das Serpentes

  2. Rodrigo disse:

    É um idiota. Porque não deixa o bicho quieto?

  3. Beck disse:

    Olha o nível de stress que ele deixa cobra cara, foi é pouco.

  4. Lupicinio disse:

    Eu queria era enfiar um dedo no fiofó desse cabra e deixar ele irritado como fez com a cobra.

  5. Adauto disse:

    Baita trouxa, babaca!
    Conhecimento técnico ZERO, um ignorante egocêntrico que quer ganhar fama às custas dos pobres animais.
    Estressa a cobra até seu limite, tudo por uns likes.
    Deveria se chamar “O Rei da Babaquice”!

  6. Alex disse:

    Pena que não é tão fácil atingir uma artéria…

    Babaca… pra que brincar com o bicho que ta quieto em troca de views no youtube?

  7. Fábio disse:

    Panaca mor

  8. Jailton Casca Grossa disse:

    Na minha cidade, cabra que é picado por cobra é chamado de motoboy do habbibs.

  9. Túlio disse:

    Não vi nada demais em fazer uma matéria falando da serpente. Ele não maltrata o animal, apenas mostra como o animal reage e como você agir caso encontre um animal desses. A maioria esmagadora iria querer matar um animal desses, mas ele mostra q isso n é necessário.
    Gostei bastante do vídeo

  10. Guma disse:

    Ele é o rei mesmo! se ela mordesse o pano na minha mão eu ja tinha me cagado…

  11. Carolina disse:

    O mais engraçado é o Guilherme, o moleque que enche o saco dele em quase todos os vídeos!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo