Publicidade

Publicidade
15/05/2017 - 00:04

Vídeo mostra “fazenda de cliques” que ajuda pessoas a ficarem populares na internet

Compartilhe: Twitter

fazenda-cliques

Google, Facebook, Youtube e Twitter reprimiam a “fraude de cliques” nos últimos anos e softwares que podem aumentar o status das pessoas agora são bastante fáceis de combater.

Entretanto, num vídeo recente, parece que a estratégia mudou e os caras se mostram mais organizados. Eles supostamente estão criando “fazendas de cliques”.

Essas “fazendas” possuem cerca de 10 mil smartphones e oferecem serviços de likes e downloads que ajudam a aumentar a popularidade de pessoas e empresas na internet. O vídeo talvez explique por quê encontramos tantos conteúdos de gostos discutíveis fazendo sucesso pelo mundo.




Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , , ,

Ver todas as notas

20 comentários para “Vídeo mostra “fazenda de cliques” que ajuda pessoas a ficarem populares na internet”

  1. ita junior disse:

    Vocês acham que PSY teve sucesso como?

    • Joao Juniot disse:

      Psy já era gigante na Coréia do Sul muito antes do evento Gangnan Style.

      Seu exemplo foi muito infeliz. Tivesse falado esses grupos brasileiros ou americanos que tocam 24 horas por dia em rádios, aí sim.

  2. Pedro disse:

    Que artigo ruim, isso não deixa pessoas famosas, apenas aplicativos de celulares da Apple, tem artigos 100 vezes melhores explicando como funciona, o custo e porque fazem isso, mas em momento algum isso é usado no facebook/instagram ou algo do tipo para deixar alguem famoso.

  3. Anônimo disse:

    Alô, porta dos fundos…

  4. Jonny Ken disse:

    A não ser que cada celular desse tenha um chip (ou seja, $$$$$$$$$$$ de conta), nada disso faz muito sentido. Se todo mundo tem o mesmo IP, ficaria fácil de pegar. Se todo mundo tem IP diferente, custaria caro.

  5. Dae o Facebook diz que o Face ADS é 100% confiável, uhum, sei!!!
    Aposto que o Mark deve ter uma monte destas fazendas para ganhar dinheiro dos anunciantes.

  6. Ma Beck disse:

    Muito curioso, mas o mundo está cheio de pessoas com essas intenções!

  7. Ramiro disse:

    Quando agente pensa que ja viu de tudo acontece isso prova podemos também ser famoso :p

  8. A coisa e séria hoje em dia e bolt encima de bolt!

  9. Marina disse:

    Ahhh a indústria da vaidade!

    Levando em consideração que UMA pessoa pode gastar uns R$ 50,00 comprando views ou curtidas, basta ter 5 pessoas por dia para já compensar o valor da compra de um Smartphone desse. Se estamos falando de 10 mil aparelhos, cada um custando R$ 300,00 (sim, vc acha que alguém vai nas Casas Bahia comprar 10 mil aparelhos? Isso é encomenda digna de loja, sai mais barato) , sai a uns R$ 300.000,00.

    Se eles conseguirem 10 mil “celebridades” pra pagarem R$ 50,00 (e conseguem) já tem o retorno de 500 mil. A oferta e procura são boas.

  10. Abacate disse:

    Celular não tem IP . BURRO!

  11. Traffic derby disse:

    Não critique, façam melhor seus nóia

  12. Susana disse:

    Só sei que tem muita gente fazendo dinheiro com isso aí

  13. Victor disse:

  14. Fabricio disse:

    Já vi gente usar sistema pra ganhar seguidores e ficar famoso…. Mas nunca tinha imaginado essa fábrica de celebridades aí kkkkkkkkk !

    O custo é alto mas o retorno também é viu, tem muito site vendendo curtida por aí

  15. Escrotes disse:

    Eu não pagaria pra ter like, só cachaça

  16. Mateus disse:

    Será que da pra fazer isso com Adsense?

  17. Sempre tem gente que faz de tudo pra chegar no topo!

  18. arthur disse:

    cara no Brasil e no Mundo as formas de desvirtuar o esforço é tremenda que não duvido muito existir fraude até em concursos online mais fiscalizados

  19. arthur disse:

    e para complementar a verdade é que isso deve estar vindo de muito mas muito tempo atrás tem gente que nunca foi falando e derrepende explode na internet

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo
203