Publicidade

Publicidade
01/12/2017 - 00:03

Mulher não reconhece o próprio filho após realizar plásticas

Compartilhe: Twitter

mudanca_01

O programa tailandês Let Me In é um daqueles que fazem muito sucesso por proporcionar mudanças estéticas extremas nos seus participantes. Um dos episódios mais emblemáticos envolveu um rapaz chamado Noppajit Monlin.

Por muito tempo Monlin sofreu na pele a dor do preconceito por sua aparência. Ele tinha um queixo protuberante, torto e a pele do rosto completamente manchada pelas acnes. Através do programa, ele ganhou uma mudança completa na sua aparência e depois de três meses voltou para o convívio familiar. A surpresa foi tão grande, que sua mãe sequer o reconheceu.

As imagens que você confere a seguir foram resultado de uma pegadinha armada pela produção do programa. Sem reconhecê-lo, Monlin resolveu apresentar-se à mãe, que só acreditou após ver as cicatrizes.

mudanca_02

mudanca_03

 
 

 





 
mudanca_04

mudanca_05

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , , ,

Ver todas as notas

9 comentários para “Mulher não reconhece o próprio filho após realizar plásticas”

  1. Wagner disse:

    Nu! Isso sim foi mudança! Muito legal, não existe gente feia, existe gente pobre! AHAHAHAH

  2. ARD disse:

    Futura Ex Mulher

  3. Asgard disse:

    parece legítimo… sqn!

  4. Felipe disse:

    Legal,humberto. Corrigiu de sul coreano para Thailandes como eu havia falado, mas não aceitou meu comentario na página!! Parabéns.

    • ONEberto disse:

      Na realidade, três pessoas corrigiram a informação. Por isso não autorizei nenhum deles. Mas obrigado pela ajuda.

  5. Observador disse:

    Está mais do que provado, não existe gente feia, existe gente que não conhece os produtos Jequiti.
    Se atentem a isto, amiguinhos.

  6. kiok disse:

    garoto tira foto fazendo caretas e com espinhas, passa maquiagem e sua mãe nao o reconhece.

  7. jegue asters disse:

    PASSA ARNICA NO ROSTO E JA ERA MANO, OS CARA TA VIAJANDO

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo
203