Publicidade

Publicidade
16/04/2018 - 00:03

Motociclista quase perde controle de moto a 200 km/h; veja o vídeo

Compartilhe: Twitter

controlandomoto

Um motociclista resolveu puxar 200 km/h no quadro da moto juntamente com um outro amigo. Acontece que um deles acabou perdendo o controle e por pouco não foi pro chão. Com muita sorte e certa habilidade conseguiu segurar a direção da moto. Veja o flagra.



Já outros, não tiveram a mesma sorte…

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Motociclista quase perde controle de moto a 200 km/h; veja o vídeo”

  1. Gege do norte says:

    esta manobra se chama “quebradinha”, na qual consiste no motoquero dar uma reboladinha na velocidade 5 eu alto giro, isso vale 5 pontos na avaliação

  2. Dr. Hans Schucrut says:

    É por atitudes assim que nós médicos não recomendamos as manobras radicais em motos e similares. Esta foi mais uma dica de saúde do Dr. Hans.

  3. Wilson Batista says:

    É o mesmo que acontece com o skate, ja quase caí por causa disso kkkkkk

  4. TOTAL ALIEN says:

    INFELIZMENTE ESSE BABACA NÃO PERDEU, O CONTROLE DA MOTO…………………

  5. Cabaré Nojento says:

    Este senhor travou o asterisco de uma forma que não permitia a passagem nem de sinal de wifi

  6. Diego says:

    Isso é perigosíssimo! existe uma peça, amortecedor de direção justamente pra evitar esse tipo de coisa, inclusive deveriam instalar em todas as motos de alta potência de fábrica. Esse cara do vídeo deu sorte de conseguir estabelecer o controle da moto, mas se fosse numa curva, ia pro chão com certeza!

  7. Cabaré Nojento says:

    Vc está querendo ofertar os seus produtos, mas ninguém está querendo, que tal pensar em uma estratégia diferente??

  8. Ajunte as suas coisa says:

    Boa One essa foi pedrada na carcaça!!!!!! esse cara deve ser um lazarento!!! kkkkkkkk

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo