Publicidade

Publicidade
21/05/2018 - 00:02

O que o plástico é capaz de fazer na natureza; veja essas fotos

Compartilhe: Twitter

Para quem não sabe, o plástico pode levar até 200 anos para se decompor na natureza. Enquanto não se decompõe, esse tipo de material torna-se responsável pela morte de vários animais e o descarte de plásticos é uma grande dor de cabeça para os ecologistas do século XXI. O material produz gases tóxicos ao ser queimado e tem reciclagem complicada, porque não se pode misturar diferentes tipos de plástico. É exatamente por isso que acabamos vendo cenas tão marcantes como as que você confere.


 
 





 


 
 





 

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , ,

Ver todas as notas

12 comentários para “O que o plástico é capaz de fazer na natureza; veja essas fotos”

  1. Tim says:

    Imagens que chocam e revoltam!

  2. Mario says:

    o nível atual de consumismo e o descaso com o meio ambiente são alarmantes e extremamente preocupantes.
    as vezes me pego pensando sobre isso, na vontade de fazer alguma coisa, mas como cidadão comum, pouco posso fazer.
    É só fazer uma visita rápida ao supermercado, e ver a quantidade de embalagens plásticas e de todo o tipo, utilizado em 90% dos produtos, sem a menor necessidade, estão lá apenas para elevar o valor do produto.
    Por exemplo, uma embalagem com bolinhos de chocolate, vc tem o plástico que embala a bandeja, dentro da bandeja de papelão vc tem formas de papelão individuais, dentro das formas vc tem os bolinhos embalados com plástico de forma separada. Você irá consumir esse produto em poucos minutos, mas o impacto ambiental que ele irá causar perdurará por anos, ou seja, péssimo custo beneficio, agora aplique esta análise em outros produtos que vc consome no seu dia a dia, veja a quantidade de embalagens desnecessárias utilizadas pelas empresas, multiplique pela possível quantidade que cada produto é fabricado, no Mundo, pra onde vai todo esse lixo? Mas parece que ninguém com poder se preocupa com isto, estes pequenos detalhes que podem fazer uma grande diferença no futuro.
    Claro que este não é o único problema, mas tentar mudar esse problema de embalagens e etc acredito que seria um início para tentar salvar o que resta do planeta.

    • PAULO PERES says:

      PERFEITA ANÁLISE DO ASSUNTO

    • GUSTAVO MEDEIROS says:

      Claro que voce pode ajudar, tem que fazer o que esta no seu alcance. Reduza a quantidade de plastico que usa, tente comprar produtos que nao tenham tantas embalagens, recuse as sacolas plasticas, use uma sacola reutilizavel toda vez q for no mercado. Recuse canudos plasticos e copos plasticos. Para mudarmos o mundo, precisamos mudar nós mesmos primeiro. Isso é facil de fazer, recomendo! 🙂
      #paz

      • Mario says:

        Concordo com vc, mas digo em termos de leis, regulamentações, padronizações…ninguém com poder para fazer isso se preocupa, pelo contrário, estão preocupados em apenas dizer exatamente o que você comentou…
        entendo e concordo com oq vc disse, temos que fazer nossa parte…
        mas enquanto fazemos nossa parte, as empresas continuam produzindo mais e mais lixo, utilizando mais e mais recursos naturais, poluindo cada vez mais nosso planeta…
        no fim, será uma batalha perdida…

  3. GERIMUN says:

    Cambada de hipócritas generalistas do consumo irrefreável do bagui de forma de uma zica braba

  4. GUSTAVO MEDEIROS says:

    Nao concordo apenas com a parte que diz que é uma grande dor de cabeca para os ecologistas, como se fosse somente eles que tivessem que se preocupar com o problema do plastico. Esse é um problema que todos devem se preocupar, e se cada um reduzir o uso do plastico ja é um bom caminho!
    #paz

  5. Bolsonaro 2018 says:

    Embrulha toda essa tralha e joga no espaço! Vamos poluir o espaço, pois esse é infinito!

    • Marcelo says:

      Meu querido, o custo de enviar o lixo para o espaço é exorbitante! Isso infelizmente está fora de cogitação!

  6. User123 says:

    (respondendo ao post do Mario, esse site é bugado pra responder)

    Pois é. A indústria se beneficia, pois o comodismo do consumidor é venda garantida pra elas. Muitos aqui, como eu, lembra do tempo em que só se usava coca cola retornável, e não caía a mão de ninguém quando tinhamos que pegar um engradado de 12 frascos vazios e levar até o super pra comprar coca cola. Usávamos sacos de papel pras compras. Hj quando se sugere acabar com a distribuição insana de sacolinha o pessoal reage com tal fúria, como se estivessem tendo que arrancar uma perna! O povo não quer largar mão do comodismo que tá aí de bandeja. aí fica complicado mesmo reverter.

    Eu digo “sacola retornavel é tão mais resistente, confortável de carregar, mais bonita, cabe mais coisa… Faço coleção, uma mais legal que a outra! vou em show e sempre vendem! vou no super com sacola de banda! olha q barato!” e sempre tem uma desculpa bem esfarrapada pra nao usar tipo “ah, nunca vou lembrar de levar” ou “ah, se eu quiser or no super assim, do nada e nao tiver uma sacola comigo?” E eu respondo “poxa, mantenha umas tantas no porta-malas.. ou tem umas pequeninhas q se dobram e vão na bolsa”… “ah, mas vou ter que comprar tantas…” Fica difícil competir com a preguiça.

    • Mario says:

      realmente ta bem bugado…
      enfim, pra resumir de uma forma bem geral aquilo que eu quis dizer…
      acredito que não temos tempo mais para ficar apenas dependendo da “boa vontade” das pessoas, ou do “faça sua parte”, se não forem criadas leis, regulamentações, padronizações, para reduzir o consumismo, essa conta nunca irá fechar…
      não adianta eu utilizar minha “sacola retornável”, se meu vizinho não utilizar, se meu bairro não utilizar, se toda a minha cidade não utilizar, se o estado, se o país..etc etc..
      apenas crendo na “política da boa vontade”, vc pode garantir que seu vizinho esta fazendo a mesma coisa? não…vc pode garantir que todos estarão reciclando seu lixo? não…
      não adianta eu reciclar 1kg de lixo por dia, enquanto que uma empresa vai produzir 1 tonelada deste lixo no mesmo dia…entende?
      ah mas se forem criadas leis para reduzir a produção de plásticos, vidros, etc…muitas fábricas irão fechar, muitas pessoas ficarão sem trabalho..
      bom, ai já é uma questão que eu deixo para os especialistas no assunto…acredito que seja uma questão de sobrevivência.
      espero ter sido claro, e continuarei a debater sobre o assunto caso alguém assim deseje.
      abraço!

  7. Marcos says:

    Boa tarde!

    Imagens tristes, mas necessárias para um tema tão importante.

    Mas me chamou bastante a atenção também os comentários, pessoas realmente preocupadas com o assunto, debatendo em bom nível e trocando ideias.

    Parabéns aos envolvidos, desde o 1Berto que publicou, até os que comentaram.

    Sobre o assunto em sí, eu estou mais “no time” do Gustavo, por pensar que as mudanças tem sim que começar de nós, e não dos governantes. A função dos governantes é apenas a de nos representar. Se cada vez mais estivermos focados em fazer nossa parte e “convencer” ao menos uma pessoa por dia a fazer o mesmo, aos poucos nossa voz vai virando um coro, até que seja o suficiente pra ser ouvida.

    Também estou disposto à debater mais sobre o assunto, caso queiram.

    Abraço!

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo