Publicidade

Publicidade
03/10/2018 - 09:18

Ex-esposa de ator de série de sucesso vive como mendiga nas ruas de Los Angeles

Compartilhe: Twitter

Casada por algum tempo com um dos astros do seriado Baywatch, o ator Jeremy Jackson, a modelo Loni Willison viu sua vida mudar completamente quando perdeu o emprego e adquiriu uma doença mental que acabou levando-a a morar nas ruas de Los Angeles.

Hoje, aos 35 anos, Loni vasculha latas de lixo e dorme sob carrinhos de compras de supermercados. Os braços, pernas e unhas, que há bem pouco tempo eram muito bem cuidados, não vêem água há quase dois anos. Em entrevista ao Daily Mail, ela contou sua história e disse que procura manter-se suja para evitar ser agredida ou estuprada nas ruas e que sua vida está devastada por conta do vício em metanfetamina.


 
 
 
 





 


 
 
 
 





 

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Ex-esposa de ator de série de sucesso vive como mendiga nas ruas de Los Angeles”

  1. Renato says:

    Eu pegava ainda

  2. Jão says:

    Ela parece estar feliz…

  3. Giane says:

    Caramba!! Que situação, coitada….

  4. Giane says:

    Coisa triste de se ver….

  5. TOTAL ALIEN says:

    A IRRACIONAL EXPERIMENTOU, VICIOU E SE FUDEU !!!

    • Rodrigo says:

      Velho…..vc so comenta BOSTA!
      Faça um favor pra humanidade e cale-se. Nada do que vc diz em seus comentários é útil!

  6. Miguel Cervantes says:

    Como assusta boa parte dos comentarios aqui. É licito o direito de manifestar a opniao, mas é triste o modo como é feita

  7. Dane says:

    Eu temo pelos meus filhos e pela sociedade em geral T.T

  8. Tiago Nesde says:

    cambada de especialistas pra todos lados, cheios de opinião e sua opulência pseudo anarquica reacionista

  9. Rodrigo Lima says:

    O texto não fala qual doença mental ela adquiriu. De qualquer modo, é uma tragédia.

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo