Publicidade

Publicidade
27/09/2019 - 11:54

Treinamento para chorar; veja

Compartilhe: Twitter


Essa é Carol Vaz, personal trainer carioca conhecida como “fada das bundas”. Ela já acumula mais de 1,5 milhão de seguidores no Instagram e um baita reconhecimento no meio fitness, mas muita gente questiona seus métodos de treinamento.



Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Video Tags: , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Treinamento para chorar; veja”

  1. Carlos says:

    ela mesmo não tem bunda bonita, é igual os coach que te ensinam a ficar rico e são pobres

  2. Rone says:

    Tadinhas, quanto sofrimento…quase fiquei com dó

  3. Vô Maza says:

    Todo esse esforço pra depois postar foto no Instagram com frases feitas – tudo posso NaquEle que me fortalece – e ficar parecendo com a Gracyane Sheeva Barbosa. Vai entender; saúde aí num é o foco.

  4. Raul says:

    kkkk que escandalo

  5. User123 says:

    que crime pra área da Educação Física. Por isso ainda somos tão pouco levados a sério e desvalorizados como profissionais que estudaram muito para levar às pessoas meios de realizar exercícios visando o resultado progressivo, com correção, seriedade, cuidado, segurança e saúde, pois esse tipo de gente aí tá na mídia fazendo kgada e o povo acha que é assim que funciona. O CREF fiscaliza e persegue quem não paga anuidade. E só. E isso daí, pode? Claramente lesando e lesionando pessoas leigas. Será que essa pessoa é profissional mesmo? NENHUM exercício físico deve gerar sofrimento, salvo alguns de alta performance (o que não é o caso aqui, e nem mesmo é saudável). Resultados não são conseguidos através de exageros, pois seu corpo tem um ponto em que o “mais”, além de não fazer mais efeito, causa efeitos contrários, causando microlesões musculares, liberação de substâncias inflamatórias, etc. Vários estudos comprovam que depois de determinado volume, nao existem mais ganhos, por exemplo, não adianta fazer 5 séries de 20 reps pq só vai estar perdendo tempo, quando 3 de 15 são o ideal e além desse ponto não existem ganhos extras. Por isso exercícios são prescritos por profissionais e não blogueiros, considerando a individualidade biológica e uma “dosagem”, tal qual remédio.. Essa sujeita nunca deve ter lido um artigo científico. Essa criatura devia ser denunciada e não ganhar ibope. Valorize o professor de Educação Fìsica. Preste atenção nos métodos e no que eles priorizam. Se priorizam resultado acima da saúde, ou atuam como atendente de lanchonete que dão o que o cliente pede e nao o contrário, FUJA.. Nao dê ibope pra blogueiros

  6. Famscrow says:

    Ela parece um Oompa Loompa.

  7. Não obstante says:

    A professora em questão só dá o que a sociedade quer, ou seja, um mundo de aparência, futilidade e fluidez. Neste caso o que temos é uma busca por um padrão de beleza inatingível, um comportamento onde o aparentar ser se sobressai ao efetivamente ser. O foco de toda a ação humana está na busca de afirmação em um contexto social, na necessidade intima de se sobressair em meio à multidão. Enfim, não estou aqui para julgar, muito menos para defender. Só acho que a vida é isso aí mesmo; fugaz, irrisória, ínfima e carece de significado….

  8. Diler Jorge says:

    aquele papo de sem dor, sem ganho, etc…porém, os metodos dela não são repetidos por mais ninguem, ou seja..os beneficios podem ser discutidos, hipertrofia nao é nada disso..e a propria personal, que me desculpem, tem um corpo ridiculo…mas, se tem quem paga,porque ela vai parar nao é? deve ser chic dizer que é aluna da personal tal, sem se importar com o futuro do corpo…

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo