Publicidade

Publicidade

11/08/2011 - 12:00

Denúncias dão conta que Mano Menezes estaria recebendo dinheiro para convocar jogadores para a Seleção

Compartilhe: Twitter

As últimas atuações da Seleção Brasileira não têm deixado a torcida muito esperançosa sobre o seu futuro.

Muita gente já questiona a capacidade técnico do treinador Mano Menezes e já surgem até denúncias de benefícios monetários em troca da convocação e escalação de alguns jogadores.

Tudo começou com denúncias feitas por alguns jornalistas que afirmam que o treinador Mano Menezes teria um acordo com os empresários Franck Henouda e Carlos Leite.

Segundo o blog do Paulinho.net, Mano teria recebido cerca de R$ 3 milhões para convocar para a Copa América (e colocar em campo) o jogador Jadson, do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

O mesmo teria ocorrido com o então desconhecido jogador Fernandinho (que “barrou” Paulo Henrique Ganso), que foi titular do time que jogou contra a Alemanha no dia 10/08. O que causou estranheza é que Fernandinho figura entre os reservas do time ucraniano.

Veja na íntegra o texto escrito no blog do Paulinho, publicado antes da Copa América.

——–

Jadson, jogador de 28 anos de idade, meio campista do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, jogou duas, das três partidas da Seleção Brasileira disputada em 2011.

Não é exatamente uma revelação, muito menos tem idade para ser tratado como parte de uma renovação no elenco, diferente de outros atletas que ficaram de fora da lista para a Copa América.

Mano Menezes reuniu-se com o empresário Franck Henouda, na França, logo após a partida entre Brasil e o selecionado francês, no Stade de France, dia 09 de fevereiro do ano corrente.

Jadson entrou no jogo, substituindo a Renato Augusto, durante boa parte da segunda etapa (entrou aos 12 minutos).

O agente do jogador estava hospedado no mesmo hotel da seleção, e o acerto para a convocação da Copa América, teria sido feito nesta mesma noite.

Fonte ligada à “organização” diz que teria custado R$ 3 milhões.

Em sendo verdade, seria mais uma das evidências de como funcionam os esquemas, no balcão de negócios que se transformou o futebol brasileiro.

O fato é que, posteriormente, no dia 27 de março, Jadson jogou como titular – com a camisa 10 – no amistoso contra a Escócia, na vitória brasileira por dois a zero.

Ficou no banco contra a Holanda, mas, em compensação, no jogo em que os olhos do mundo estavam voltados para o Pacaembu, pela despedida de Ronaldo, voltou a jogar com a camisa 10, e, mesmo com o treinador realizando seis alterações, permaneceu até o final.

Situação que agradou muito o dono da equipe ucraniana, Rinhat Akematov, que deve ter “adivinhado” a escalação, motivo pelo qual deslocou-se de seu país para o Brasil, assistindo à partida das tribunas do estádio.

Thiago Neves, dois anos mais novo, jogador do Flamengo, uma enormidade comparado ao Shakhtar Donetsk, que disputava vaga com ele para a Copa América, quando entrou em campo, substituiu ao atacante Neymar.

Para finalizar, o contrato de Jadson com a equipe ucraniana vence alguns meses após o torneio continental.

Seria, obviamente, muito adequado negociá-lo, com certeza, mais valorizado, e já com idade avançada, para um grande centro europeu.

Autor: - Categoria(s): Inusitadas Tags: , , , , , , ,
19/11/2010 - 00:02

Mano Menezes se revolta e xinga jogador

Compartilhe: Twitter

Quem assistiu Brasil x Argentina ontem deve ter escutado Mano Menezes revoltando-se com o Douglas por perder a bola. Ele acabou dando oportunidade da jogada que decretou a vitória da Argentina.

Vídeo em parceria com o amigo Tabet, do KibeLoco

Autor: - Categoria(s): Inusitadas, Video Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo