Publicidade

Publicidade

25/05/2009 - 00:18

Excesso de refrigerante pode causar paralisia, afirma estudo

Compartilhe: Twitter

Lembra quando sua mãe dizia que refrigerante demais faz mal? Acredite, embora você não leve a sério, ela pode ter razão.

Segundo um estudo realizado pela revista International Journal of Clinical Practice e divulgado no site Science Daily, o consumo excessivo de bebidas de cola podem causar danos musculares, chegando à paralisia.

Responsável pelos estudos, o Dr. Moses Elisaf, do departamento de medicina interna da Universidade da Grécia, identificou que estamos consumindo mais refrigerante do que antigamente e que já foram identificados vários problemas, incluindo desmineralização dos ossos, dentes e desenvolvimento da síndrome metabólica e diabetes.

“Evidências sugerem que o consumo excessivo de cola pode levar a hipocalemia, no qual os níveis sanguíneos de potássio caem, causando um efeito adverso nas funções vitais dos músculos“, declarou ele.

Dr. Elisaf e seus colegas chegaram à conclusão que os sintomas podem variar de leve fraqueza à profunda paralisia. Felizmente todos os pacientes estudados apresentaram uma rápida e plena recuperação depois de terem parado de beber cola e passaram a tomar doses via oral ou intravenosa de potássio. Os estudos analisaram pacientes cujo consumo variavam de dois a nove litros de cola por dia.

Alguns casos curiosos são listados pelo Dr. Elisaf, como o de uma mulher de 21 anos que consumia até três litros de cola por dia e queixou-se de fadiga, perda de apetite e vômitos frequentes. Um eletrocardiograma também revelou que tinha um bloqueio no coração. Uma simples redução no consumo excessivo fizeram com que os sintomas diminuíssem.

É importante deixar claro que a pesquisa não tem o intuito de fazer com que as pessoas parem de tomar bebidas à base de cola, mas chamar atenção para o consumo racional. Em 2007, o consumo anual de refrigerantes no mundo alcançou 552 bilhões de litros, algo em torno de 80 litros por pessoa por ano.

Para Dr. Elisaf, os fabricantes de refrigerantes devem incentivar o uso moderado de seus produtos.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Sem categoria Tags: , , ,
06/05/2009 - 00:09

O segredo do sexo em todas as idades

Compartilhe: Twitter

Em nossas viagens sexuais, a maioria de nós irá experimentar diferentes sensações na busca de uma vida sexual perfeita. De acordo com a ‘sexpert’ Tracey Cox, cada fase da nossa vida reserva uma diferente reação. Por este motivo, o The Sun listou alguns curiosos dados sobre homens e mulheres, que constam no livro, “Sextasy”. Confira algumas:

– Segundo o livro, 85% dos homens com idades entre 20 e 30 anos pensam em sexo a cada par de horas.

– Imaginar-se fazendo amor com outra mulher é, quase sempre, uma das três principais fantasias femininas.

– Estatisticamente, apenas 4% das mulheres assumem que já tiveram uma experiência lésbica.

– Um estudo – realizado em 2006, com cerca de 2000 pessoas – descobriu que 76% das mulheres que dormiram com outras mulheres atingiam o orgasmo. Curiosamente, na relação homem x mulher, o índice caia para 50%.

– Lésbicas também pertencem ao grupo menos promíscuo e com maior satisfação sexual.

– Aproximadamente uma em cada dez pessoas já participaram de “ménage à trois”.

– Sexo no chuveiro e na banheira são mais populares na faixa dos 30 anos.

– Também na faixa dos 30, é muito comum experimentar sadomazoquismo, vendas nos olhos e palmadinhas.

– As mulheres têm vários amigos gays do sexo masculino.

– Homens heterossexuais e lésbicas possuem hemisférios cerebrais assimétricos.

– Durante a gravidez, casais fazem sexo quatro a cinco vezes por mês.

– 90% das mulheres na faixa dos 30 anos chegam ao orgasmo, enquanto apenas 23% das mulheres mais jovens conseguem.

– Uma pesquisa constatou que as mulheres com idades entre 30 e 40 anos, que são casadas, encontram no sexo oral a mais agradável forma de orgasmo.

– Na década de 1930, apenas 44% das mulheres não conseguiam chegar ao orgasmo durante o sexo oral. Hoje, o número de mulheres na faixa dos 30 anos aumentou para 87%.

– Os homens totalizam dois terços dos usuários de sites pornográficos.

Sobre os resultados, Tracey Cox afirma que, embora sejam estatísticas oficiais, algumas não refletem a vida real. E você, o que acha?

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , ,
01/04/2009 - 00:01

Quer economizar dinheiro? Use notas de R$ 100

Compartilhe: Twitter

Você é uma daquelas pessoas que não consegue se controlar e gasta todo o dinheiro que está na carteira? Notas de R$ 50 vão embora tão rápido que você sequer consegue perceber? Então experimente utilizar notas de R$ 100.

Segundo um estudo, publicado no Journal of Consumer Research, os consumidores tornam-se menos propensos a gastar se transportarem notas de grande valor. Isso mesmo, os especialistas garantem que este novo hábito pode servir como um grande redutor de hábitos consumistas. Através de uma série de experimentos, o estudo mostrou que, se as pessoas carregam notas de maior valor, controlam melhor seus impulsos na hora de comprar.

Achou a tática estranha? O site Time explica que as notas com valores elevados são mais difíceis de serem utilizadas. “As pessoas tendem a supervalorizar notas maiores”, justificou Joydeep Srivastava, co-autor e professor da Universidade de Maryland. “Temos a tendência de isolar o dinheiro em nossas mentes”, concluiu.

Identificou-se? Segundo o estudo, se você tiver $ 100 e gastar $ 20, não irá se contentar até gastar os $ 80 restantes.

Curiosamente, uma outra pesquisa realizada na China, utilizando o mesmo critério, confirmou a tese. Resolveram distribuir 100 Yuans entre 150 mulheres. Metade recebeu o dinheiro em notas de menor valor, enquanto o restante recebeu apenas uma nota. No final da pesquisa, cerca de 90% das mulheres sequer mexeram na nota de 100 Yuans. Enquanto 80% das mulheres que receberam notas menores gastaram o dinheiro.

Você acredita que esse método realmente é realmente válido?

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,
30/03/2009 - 00:03

Garotas sentem-se mais atraídas por homens em carros caros

Compartilhe: Twitter

Sim, as garotas adoram homens que possuem carros caros, mas a conclusão não é minha. Uma pesquisa realizada por psicólogos da Universidade de Wales, em Cardiff, afirma que as mulheres avaliam os homens melhor caso eles possuam carro com motor e aparência mais elegantes, do que um velho modelo.

Durante o estudo, a equipe da universidade mostrou para mulheres fotos do mesmo homem, sentado em dois carros – um Bentley Continental prata de R$ 243 mil [foto ao lado] e um simples Ford Fiesta. Ao apurar o resultado, as mulheres, com idade entre 21 a 40 anos, haviam escolhido o homem sentado no Bentley.

Segundo o Jornal The Daily Telegraph, o Dr. Michael Dunn, coordenador do estudo, declarou que o aspecto visual interessa mais às mulheres do que aos homens. O mesmo método foi apresentado aos homens, que não se impressionaram por qualquer carro que a mulher dirigia, julgando mais o rosto do que o restante. Para ele, os resultados mostram que as mulheres julgam os homens por sua aparência, riqueza e status.

“Não é um fenômeno recente. Está enraizado e existem evidências, não é apenas uma piada”, declarou Dunn.

Calma garotas, o Dr. Dunn também explica as causas desse fenômeno. Para ele, “o enfoque feminino nas questões referentes à riqueza ocorre porque, se o homem tem posses, ele terá mais condições de cuidar do casal.

Agora, com a palavra (ou melhor, os comentários do post): as mulheres.

Mais vídeos, fotos e notícias curiosas

Autor: - Categoria(s): Curiosidade, Polêmica Tags: , , ,
20/03/2009 - 00:03

Pesquisa descobre que a velhice chega aos 27 anos

Compartilhe: Twitter

Você já completou 27 anos? Se a resposta for afirmativa, saiba que você está entrando na velhice. Quem garante essa afirmação são os pesquisadores da Universidade de Virginia, que também descobriram que o ponto alto da nossa habilidade mental ocorre aos 22 anos.

O professor Timothy Salthouse declarou que os resultados sugerem que terapias destinadas a prevenir ou reverter as condições relacionadas com a idade podem começar bem mais cedo, muito antes das pessoas tornarem-se idosas.

Os resultados dizem que o início do declínio cognitivo [que envolve atenção, percepção, memória, raciocínio, juízo, imaginação, pensamento e linguagem] começa entre os 20 e 30 anos“, disse ele.

O estudo, que envolveu 2000 homens e mulheres entre 18 e 60 anos, durou mais de sete anos. Os voluntários precisavam resolver enigmas visuais, recordar palavras e histórias e reconhecer padrões em números e letras. Um teste bem parecido com o que é feito para diagnosticar deficiências mentais, incluindo demência.

Segundo o The Telegraph, o estudo descobriu que nove entre doze voluntários mostraram que a capacidade mental chegava ao desempenho máximo aos 22 anos. Já o início do declínio mental ocorria aos 27 anos, tendo a diminuição da memória registrada perto dos 37 anos.

Curiosamente, os 27 anos trazem uma certa conotação negativa. Vários músicos populares, incluindo Jimi Hendrix, Jim Morrison, Brian Jones, Janis Joplin e Kurt Cobain morreram com essa idade.

Mais vídeos, fotos e notícias curiosas

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,
10/03/2009 - 00:03

Pesquisa afirma que desenhos deixam jovens mais agressivos

Compartilhe: Twitter

Quem nunca ouviu dizer que a TV contribui para comportamentos antissociais? Esta é uma afirmação antiga, que começa a tomar forma com a recente divulgação de pesquisas, sobretudo envolvendo jovens.

A mais atual, realizada na Grã-Bretanha, mostra que altos níveis de violência nos desenhos animados podem tornar os jovens mais agressivos.

De acordo com o Daily Mail, o estudo descobriu que os desenhos influenciam muito mais do que outros programas, como as séries e filmes, e que as crianças copiam e criam fantasias, tal como fazem os personagens.

A pesquisa também constatou que os jovens tendem a imitar o comportamento negativo que veem na TV. Os psicólogos entrevistaram 95 garotos com idades entre 10 e 11 anos, questionando-os sobre seus programas de TV favoritos, incluindo: Lost, Buffy, a caça Vampiros, Scooby-Doo e Pokemon.

O resultado mostrou que as produções destinadas às crianças, como os desenhos animados, possuíam os mais altos níveis de violência. Para se ter uma ideia, são registrados 26 atos de agressão em uma hora, em comparação com apenas cinco em outros nove programas considerados impróprios para menores de 14 anos. Uma espécie de reafirmação para o que já era percebido há décadas.

“Os resultados indicam que existem maiores níveis de agressão física em programas infantis do que em programas para audiências gerais”, disse o estudo.

O estudo, realizado pela Universidade de Iowa e publicado no Journal of Applied Developmental Psychology, também descobriu que as crianças na escola copiam as agressões verbais vistas na TV. Entre os comportamentos negativos destacam-se: espalhar boatos, fofocar, trocar agressões físicas e verbais e a exclusão de amigos do grupo.

E você, acha que os desenhos animados oferecem este tipo de contribuição antissociais?

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,
06/03/2009 - 00:01

Pesquisa mostra quais foram as celebridades que mais apareceram na TV durante o Carnaval

Compartilhe: Twitter

Pouca gente percebe os detalhes, mas eles muitas vezes fazem a diferença. Uma pesquisa muito curiosa, realizada pela agência Navii, de Salvador, mostrou quais foram as celebridades que mais apareceram na TV durante o período de Carnaval.

Segundo os levantamentos, Ivete Sangalo foi “eleita” a campeã em exposição na TV, com uma média de 15h43 min. Os dados computados correspondem ao período de quinta-feira (19) à domingo (1º de março), quando as emissoras veicularam programas especiais sobre a festa. Na sequência aparecem: Carlinhos Brown (15h43 min), Chiclete com Banana (14h03 min) e Cláudia Leite (10h56 min).

Não é à toa que, segundo informações, um show da Ivete não sai por menos de R$ 400 mil.

Mais notícias curiosas, vídeos e imagens

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , , ,
13/02/2009 - 00:01

Estudos mostram que os filhos só dão valor aos pais após os 22 anos

Compartilhe: Twitter

A briga entre pais e adolescentes é antiga, mas o que pouca gente sabe é que a ciência mostra que os pais, ainda que tardiamente, são valorizados pelos seus atos.

Um estudo publicado em 20 de janeiro concluiu que somente após os 22 anos os jovens adquirem mentalidade e valorizam seus pais. A idade marca uma mudança de mentalidade e tomada de consciência sobre a importância da família.

Segundo a pesquisa feita pela empresa One Poll, sair de casa para a universidade ou começar a trabalhar são os principais fatores que contribuem para a apreciação do papel dos pais.

Mais de 5000 famílias participaram de uma enquete, que identificou que mais da metade sentia falta da proteção dos pais. Além disso, cerca de 17% confessaram que foi necessário entrar na universidade para valoriza-los.

Mais de 1/5 dos entrevistados experimentaram um novo respeito pelos pais, depois de meses sem dormir, se preocupar com doenças e aprendendo a se tornarem pais.

De acordo com o Daily Mail, os demais resultados mostraram que entre os 25 e 28 anos começamos a valorizar os conselhos em relação às compras, 27 e 29, com relação os filhos e se preocupar em envelhecer, entre os 27 e 30 anos.

Mais notícias curiosas, imagens e vídeos curiosos

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,
10/02/2009 - 08:12

Cientistas descobriram por que beijar na boca é tão prazeroso

Compartilhe: Twitter

Todos nós sabemos o quanto beijar na boca é bom e os seus inevitáveis efeitos, mas você sabe por que este inocente gesto desperta tanto prazer em nós?

Um estudo analisou várias reações químicas no momento do beijo e chegou a algumas conclusões muito interessantes. Eles descobriram, por exemplo, que as mulheres precisam de mais estímulos, além de um simples beijo para despertar tais reações. Fatores adicionais como uma atmosfera romântica e músicas são muito importantes.

Wendy Hill, professora de psicologia do Lafayette College, da Pensilvânia, descobriu por que o atrito dos lábios traz respostas emocionalmente gratificantes. Sua equipe testou os níveis de dois hormônios: o cortisol e oxitocina, em 15 jovens, antes e depois do beijo.

Eles descobriram que o beijo reduz os níveis de cortisol (hormônio do estresse), em ambos os sexos e aumenta os níveis de oxitocina, hormônio ligado ao vínculo social, que motiva o beijo e o abraço. Os resultados finais serão apresentados na conferência anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em Chicago.

Curiosamente essa descoberta reafirmou as conclusões sobre o estudo da oxitocina. Para você ter uma ideia, um estudo realizado na Universidade de Zurique descobriu que basta pingar oxitocina no nariz de pessoas prestes a iniciar uma discussão, isto diminui o estresse e acalma a confusão.

“Este estudo mostra que beijar é muito mais complexo e provoca mudanças hormonais que nunca imaginávamos ocorrer”, comentou Wendy ao The Telegraph.

Essa não é a primeira investigação para analisar os efeitos físicos do beijo. Em 2007, cientistas britânicos mediram a atividade cerebral e cardíaca provocada por beijos apaixonados, mas descobriram que era menos intensa que o estímulo produzido ao comer chocolate.

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,
03/12/2008 - 01:01

Homem brasileiro é considerado o quarto mais bonito do mundo

Compartilhe: Twitter


Italianos: considerados os mais bonitos

Quem declarou isso foi uma pesquisa realizada por uma empresa especializada em pesquisas de mercado, a Synovate. Durante o estudo, que teve seu resultado divulgado em 1º de dezembro desse ano, foram ouvidas cerca de dez mil pessoas que responderam perguntas a respeito das suas preferências.

A análise revelou diferenças culturais, que causaram surpresa. Para a grande maioria, os homens gregos são vistos como os mais sexys,  italianos são classificados como os mais bonitos e 56% dos entrevistados do sexo masculino admitem utilizar produtos de beleza.

Clique aqui para ver quais foram os demais escolhidos.

Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Curiosidade Tags: , ,
Voltar ao topo