Timóteo defende que meninas de 16 anos têm direito de fazer sexo com estrangeiros

O vereador Agnaldo Timóteo (PR) fez um discurso no mínimo polêmico na terça-feira (dia 27) na tribuna da Câmara de São Paulo.

Ele comentava a posse da ex-prefeita Marta Suplicy (PT) como ministra do Turismo e seu anúncio de combater o turismo sexual com prioridade, mas ele deve ter entendido errado a iniciativa e soltou o verbo.

“Agora, assume a Marta Suplicy e a primeira proposta dela é para acabar com o tal do turismo sexual. Pelo amor de Deus minha gente, vai prender um turista porque ele levou pro motel uma menina de 16 anos?”, disse o vereador.

Mas não parou aí: “As meninas com um ‘popozão’ desse tamanho, os peitos como uma melancia e rodando bolsinha, aí o turista pega e passa a ripa. Tenha piedade”.

As reações não demoraram a aparecer e a vereadora Claudete Alves (PT) exigiu que as declarações de Timóteo fossem retiradas das notas da sessão que seriam publicadas no Diário Oficial da Cidade.

Porém, as declarações do vereador continuaram: “Os meninos aos 15 anos já estão ripando e as meninas não podem fazer sexo ao 16? Vou ver para a gente fazer um trabalho para diminuir a idade sexual dos jovens. Para acabar com esse negócio que só pode transar depois dos 14. As meninas estão lá na rua rodando bolsinha, os estrangeiros chegam, levam para o motel. Não podem ser punidos, não é justo. Isso é frescura. A mulher tem que ter o direito de usar o corpo aos 16 anos”.

Diante da tamanha repercussão, na quarta-feira, dia 28, o vereador se defendeu: “Houve uma repercussão desnecessária. Não defendi, nem defenderei, o turismo sexual. O que acho absurdo é prender um homem por ter ido para cama com uma menina de 16 anos que estava rodando bolsinha em qualquer lugar”.

Para ficar registrado, Agnaldo Timóteo publicou um direito de resposta em seu site oficial: “Em relação ao massacre da grande mídia em torno da minha opinião gostaria de dizer o seguinte: Não sou irresponsável e nem toxicômano, por isso não defendi, não defendo e não defenderei jamais o turismo sexual mas, se os governantes e a sociedade não oferecem às adolescentes de 16 anos ou mais, oportunidades para que as mesmas sobrevivam através do trabalho digno, torna-se impossível imaginarmos que as mesmas não façam uso do próprio corpo para as suas necessidades básicas”.

Fonte

Por favor, comentem, não posso me indignar sozinho!

Compare preços de:
Celular | PS3 | Webcam | Miniaturas de bonecos | Disco de Vinil | Fotografias antigas

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!