Garotinha pode morrer de susto apenas assistindo a um filme assustador

A hiperbólica expressão “morrer de susto”, infelizmente é uma realidade para Jennifer Lloyd. A inglesinha de 10 anos tem uma doença raríssima: ela é uma das seis pessoas que já foram diagnosticadas com o mal no mundo. Trata-se da síndrome poliglandular de Addison. Trocando em miúdos: Jennifer fica doente sempre que é submetida a uma situação de medo, surpresa ou choque. Dependendo da situação, a doença pode levá-la à morte, segundo informações do Daily Mail.

Jennifer não produz adrenalina em resposta a uma situação alarmante ou a qualquer forma de estresse físico ou psicológico. Em vez disso, o corpo entra em choque e seus órgãos podem entrar em falência.

Quando está assistindo a TV, a menina é monitorada o tempo todo pelos pais. Quando percebem que o programa encaminha para uma situação de risco para a filha, elas a retiram da frente do aparelho.

Descoberta em 1855 pelo médico Thomas Addison, a doença afetava o presidente dos EUA John F. Kennedy.

Jennifer também sofre com problemas nos rins e no estômago, como resultado da complexa gama de medicamentos que precisa usar diariamente para ajudar a gerir o seu corpo.

Seus pais são portadores de um kit de emergência para prestar atendimento de emergência quando necessário.

A família de Jennifer já iniciou uma campanha para angariar fundos para o estudo da doença.

Via Fernando Moreira

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!