As útimas refeições mais inusitadas dos condenados americanos

Histórias sobre a última refeição de condenados à morte são um prato cheio para escritores nos EUA. Se você é faminto por curiosidades, conheça alguns dos pedidos mais estranhos e originais.

Pedido mais generoso

Condenado: Philip Workman
Crime: Assassinato de um policial
Execução: 9/5/2007, por injeção letal, no Tennessee
Pedido: Uma pizza vegetariana para ser dada a um morador de rua.

O generoso pedido de Philip não foi atendido pela prisão – as leis de execução nos Estados Unidos proíbem ‘terceirizar’ a última ceia. Mas o povo se comoveu com a história e doou centenas de pizzas os desabrigados de Nashville, cidade
do estado do Tennessee em que ocorreu a execução. Só para a Union Rescue Mission, instituição que acolhe desabrigados, a doação foi de 170 pizzas. Até em outros estados, como Minnesota, houve doações motivadas pelo pedido de Philip.

O preso mais famoso

Condenado: Saddam Hussein
Crime: Crimes contra a humanidade
Execução: 30/12/2006, por enforcamento, no Iraque
Pedido: Arroz com frango e água quente com mel – ou hambúrguer com fritas…

Ainda não há informação oficial de como o ditador iraquiano matou a fome antes de ser enforcado. Circulam duas versões para o último pedido. A mais aceita é que ele teria comido arroz com frango e tomado água quente com mel – bebida que lembrava sua infância. Mas o site israelense de notícias YnetNews insinuou, ironicamente, que Saddam passara os últimos dias comendo hambúrguer e fritas – prato favorito dos seus inimigos americanos.

O mais exagerado

Condenado: Mauriceo Brown
Crime: Assassinato durante roubo
Execução: 19/7/2006, por injeção letal, no Texas.
Pedido: 15 enchiladas (‘panquecas’) com queijo e cebola, anéis de cebola, 8 pedaços de frango frito, 8 pedaços de frango assado, 8 pimentas, 10 tacos completos com recheio de carne, queijo, cebola e molho, 4 cheeseburgers duplos com queijo duplo e bacon duplo, 1 bisteca grelhada sem osso e com molho e 1 torta de pêssego.

O pedido de Mauriceo Brown é um dos recordistas em quantidade de comida. A julgar pelo tanto de rango que ele pediu para uma só refeição, devia ser mesmo difícil o cara se sustentar com um trabalho honesto…

O mais ligth

Condenado: Robert Buell
Crime: Assassinato de uma garota de 11 anos
Execução: 25/9/2002, por injeção letal, em Ohio
Pedido: Uma azeitona preta, com caroço.

Pode parecer surpreendente a escolha de Robert Buell para sua última refeição, mas são vários os relatos de jejuns e pedidos modestos. Há condenados, por exemplo, que se contentaram apenas com um iogurte ou que só tomaram uma xícara de café. O inusitado da escolha de Robert é que ele alimentava a idéia de ‘plantar’ uma oliveira – símbolo de paz – que brotaria do seu corpo enterrado. A idéia, claro, não deu muito certo e a árvore não vingou.

O mais chique

Condenado: Roy Allen Harich
Crime: Assédio, agressão e assassinato
Execução: 24/4/1991, na cadeira elétrica, na Flórida
Pedido: Filé grelhado, champignon, brócolis gratinado, couve-de-bruxelas, pão de alho com provolone e azeitonas, panquecas de framboesa e suco de abacaxi.

Segundo os advogados de Roy, o preso que fez um dos pedidos mais refinados dos Estados Unidos bebeu todas, se drogou e por isso cometeu o crime que o condenou à morte. Apesar de requintado na hora do último rango, Roy não foi nada elegante quando assediou e agrediu com facadas e tiros duas adolescentes – uma delas, de 18 anos, morreu.

Mundo Estranho

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!