Os símbolos sexuais do Brasil que sumiram da televisão

Elas surgiram de repente e logo ganharam destaque nacional pelos seus dotes físicos, mas logo sumiram da mídia nacional com a mesma velocidade. Confira algumas beldades que fizeram o sucesso do público masculino e logo depois desapareceram.
Tiazinha do “H”

Quem: Suzana Alves
Como tudo começou: Suzana Alves, a Tiazinha foi criada por Luciano Huck a partir de fetiches sexuais masculinos e sado-masoquistas era sempre chamada ao palco para depilar com cera quente partes dos corpos dos participantes do quadro, escolhidos no público. A máscara e o chicote lembravam a Mulher-Gato, vilã da série Batman, que abusava da sensualidade felina. Com esse personagem Susana foi capa de várias revistas masculinas e um dos maiores símbolos sexuais dos anos 90. No seu auge artistíco ganhava até R$ 15 mil por evento e chegou a ganhar R$ 100 mil com produtos com sua marca.

Depois do sucesso no programa, a Tiazinha ganhou seu próprio programa, exibido pela TV Bandeirantes, cuja estrutura lembrava uma história em quadrinhos. Na mesma época também foi lançada uma revista com o personagem.

Por onde anda: A mudança para o público infantil acabou por confundir o público masculino, que acabou por diminuir seu entusiasmo pelo trabalho da atriz. Suzana também começou a se incomodar com o fato da personagem ser mais conhecida do que ela própria. Com o dinheiro que ganhou na fase de sucesso, fez cursos de interpretação e canto, tentando se lançar com o atriz e cantora.

Sua última atuação na TV foi em 2007, na novela Amigas e Rivais e SBT.

[ RELEMBRE UM DOS MOMENTOS DA MOÇA ]

Feiticeira

Quem: Joana Prado
Como tudo começou: Após a saída de Suzana Alves, uma lacuna precisava ser preenchida no canal, foi então que surgiu a personagem “Feiticeira”. Usando biquines minúsculos, a Feiticeira levava a platéia masculina do programa apresentado por Luciano Huck à loucura.

Joana posou duas vezes para a Playboy brasileira, em dezembro de 1999 e agosto de 2000, tendo o recorde de vendas da revista. Em março de 2002 participou juntamente com o lutador de vale-tudo Vítor Belfort, então seu namorado, da segunda edição do programa Casa dos Artistas, do SBT.

Após o fim do contratato com a Band, passou a realizar reportagens para o Programa Note e Anote da TV Record. Fez curso de locução na Rádio Oficina.

Por onde anda: Feliz com a vida que leva hoje, Joana diz que a Feiticeira está morta para sempre e que, embora continue malhando pelo menos quatro horas por dia, não pretende usar mais o corpo como ferramenta de trabalho. ‘Tempos atrás, a Playboy me sondou para posar nua de novo. Isso eu nunca mais vou fazer, nunca mesmo! Nunca sonhei com o sucesso. Queria ter terminado minha faculdade e ir para a Califórnia. Não é agora que vou abrir mão da família em nome da fama.’

[ RELEMBRE UM DOS MOMENTOS DA MOÇA ]

A loira do Tchan

Quem: Sheila Mello
Como tudo começou: Antes de tornar-se conhecida por sua participação na banda É o Tchan!, Sheila formou-se tanto em Ballet Clássico quanto em Ballet Moderno.

Sua entrada para a banda É o Tchan! se deu em 1998, através de um concurso realizado para escolher a substituda da dançarina Carla Perez, após sua saída do grupo. Logo após a vitória posou nua pela primeira vez, para a Revista Playboy, da qual viria a ser capa em outras duas edições.

Por onde anda: Após sua saída do grupo, ingressou na carreira de atriz, mas não veio a participar de produções televisivas, tendo preferido seguir carreira no teatro.

[ RELEMBRE UM DOS MOMENTOS DA MOÇA ]

A morena do Tchan

Quem: Scheila Carvalho
Como tudo começou: Foi a morena a permanecer mais tempo no grupo: 8 anos. No grupo, substituiu Débora Brasil, dançando junto com Carla Perez e depois com Sheila Mello e Silmara Miranda.

Foi capa da revista Playboy por 4 vezes e foi eleita três vezes, no Brasil como a mulher mais sexy do mundo através da revista VIP.

Por onde anda: Depois que abandonou a carreira de dançarina, Scheila casou-se com o ex-vocalista da banda, Tony Salles e dedicou-se exclusivamente ao programa que tem na Bahia, o Bom D+, pela Rede Record.

Recentemente, Scheila perdeu seu único filho, que nasceu prematuro e com problemas renais.

[ RELEMBRE UM DOS MOMENTOS DA MOÇA ]

A garota da banheira

Quem: Luiza Ambiel
Como tudo começou: A Banheira do Gugu era uma competição entre duas equipes, uma masculina e outra feminina, composta basicamente de celebridades. A prova era realizada em uma banheira cheia d´água e espuma, onde o apresentador Gugu Liberato jogava 10 sabonetes, cada integrante entrava na banheira vestindo trajes de banho com o objetivo de tentar pegar o maior número de sabonetes possível no tempo de 1 minuto, ao mesmo tempo que era impedido por uma modelo trajando biquini. Este papel foi executado por Luiza Ambiel durante vários anos.

O quadro foi extinto do programa, pois o Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação do Ministério da Justiça, considerou que o quadro não era adequado para o horário por apresentar cenas de quase nudez.

Por onde anda: Após a fama com a banheira do Gugu, Luiza chegou a participar da terceira edição da Casa dos Artistas, do SBT e hoje, dedica-se somente ao teatro.

[ RELEMBRE UM DOS MOMENTOS DA MOÇA ]

Colaboraram com este post: Lista 10 e Wiki

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!