Artista plástico usará uma pessoa morta em sua próxima exposição

O artista plástico alemão, Gregor Schneider, está planejando seu mais recente e talvez polêmico trabalho, mostrando uma pessoa morrer, como parte de uma exposição.

“Eu quero mostrar uma pessoa morrendo naturalmente ou alguém que acabou de morrer, ainda estou decidindo”, disse ele ao The Art Newspaper. E complementou: “Meu objetivo é mostrar a beleza da morte.”

Para isso, Schneider conta com o apoio da dra. Roswitha Franziska Vandieken, que tem uma clínica privada, em Düsseldorf, e concordou ajudar a encontrar voluntários que estejam dispostos a morrer em público, em nome da arte.

Schneider já avisou que se o museu não irá concordar em participar, ele fará sua exposição em um palco, na sua cidade natal, Rheydt.

Curiosamente a morte fascina Schneider. Em 2000, ele forjou a própria morte, como parte de uma exposição no museu Haus Ésteres em Krefeld ).

Você acha que vale tudo em nome da arte?

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!