Conheça o maior modificador corporal do mundo

Você já ouviu falar em “body modification”? As práticas de modificação corporal existem há milhares de anos, com as suspensões na Índia, as tatuagens na Oceania, as perfurações na Ásia e América, e escarnificações na África. Esses costumes tribais foram descobertos pelos marinheiros europeus no século XVI, mas ficaram marginalizados durante muito tempo. Na década de 60, houve uma valorização da cultura oriental e a tatuagem passou a ser mais popular. Já as perfurações e piercings começaram na década de 70, com os punks. Nos anos 90 até o começo do século XXI ocorreu uma explosão de estilos e práticas que deram origem ao movimento body modification.

Hoje, o ícone da modificação corporal se chama Steve Haworth. Steve é o maior artista de body modification do mundo, reconhecido pelo Livro Guinness dos Recordes e responsável pela criação e popularização da arte de implantes 3D e dos implantes transdérmicos.

Extremamente polêmico, em 2006 Steve foi responsável pela criação da “Igreja da Modificação Corporal”, que reuniu mais de 2 mil seguidores e que envolveu-se em diversos escândalos econômicos, tendo como principal foco a falta de transparência com o dinheiro que circulava na seita.

Mas voltando às modificações, recentemente Steve declarou que sua paixão por modificações corporais iniciou-se aos 12 anos, quando ele começou a acompanhar as atividades médicas do seu pai e a ver vídeos de cirurgias oftalmológicas. Desde então não parou mais: “Eu sempre quis fazer alguma coisa criativa. Se eu não tivesse ido para este lado, certamente trabalharia na produção de jóias.”

Em 2006, Steve e um outro amigo, Jesse Jarrell resolveram inovar, implantando um imã sob os dedos, para fazer com que carregassem objetos de metais usando apenas as pontas dos dedos. Infelizmente a experiência não deu certo, porque logo eles perceberam que ao pressionar objetos magnéticos, criando um campo, a pele morria e o corpo naturalmente rejeitava o implante. Foi então que eles pensaram rápido e resolveram usar o tal implante para facilitar a vida de quem trabalha com objetos metálicos. Eles perceberam, por exemplo, que poderiam saber se um auto-falante estava magnetizado usando apenas a sensação da ponta dos dedos. Pronto, foi o suficiente para virar um sucesso.

O mais recente (e polêmico) trabalho de Steve é um DVD que ele mesmo produziu, onde mostra os bastidores das maiores transformações da história. Um vídeo cheio de imagens impactantes, e que, segundo ele, não deve ser visto por pessoas sensíveis. No entanto, para promover seu lançamento, ele disponibilizou um trailer mais “light” no Youtube, onde dá para termos uma noção do que reserva a versão integral.

Você pensa que somente os loucos se interessam por esta arte? Engana-se! Segundo os últimos dados da Academia Americana de Dermatologia, quase 50% dos americanos já “decoraram” o corpo com uma tatuagem ou um “piercing”, o que motiva Steve a continuar fazendo seu trabalho.

Veja também:

• Você acha que cobra é um animal perigoso?
• Top 5 – Invenções fantásticas que você precisa conhecer
• Policiais arrombam carro para salvar boneca, imaginando ser um bebê
• Você se acha o melhor piloto de moto do mundo?
• Homem enfrenta casa em chamas para salvar seu PC
• 2 guitarras + muito talento = Tema do Mário Bross como você nunca viu antes
• Muito cuidado quando você for numa Lan House
• E muito, muito mais…

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!