Adolescente mata taxista tentando recriar cena de Grand Theft Auto (GTA)


Polwat Chino (esquerda) fazendo a reconstituição

Mais uma vez a vida imita a ficção, pelo menos para um adolescente tailandês de 19 anos, que afirma ter matado uma pessoa influenciado pelo jogo GTA.

Para quem não sabe, o Grand Theft Auto, ou GTA como é conhecido, é um dos mais polêmicos jogos dos últimos tempos. O sentido politicamente incorreto já fez com que sua classificação fosse revista várias vezes em diversos países – e em outros, como é o caso da Austrália, a sua venda foi definitivamente proibida. Até a senadora Hillary Clinton tentou banir sua distribuição judicialmente, porém, sem êxito. Enfim, para se ter uma idéia do enredo do game, durante o jogo é possível atropelar as pessoas livremente na rua, brigar, atirar, confrontar com a polícia usando um arsenal de armas, roubar casas, carros e motos, entre outros. Enfim, liberdade absoluta para os jogadores.

Mas voltando à realidade. Polwat Chino, descrito por seus pais como um garoto educado e disciplinado, foi preso no sábado à tarde depois que foi encontrado dirigindo um táxi roubado, com o motorista gravemente ferido no banco de trás.

Ele tinha acabado de sair de uma loja local, em Bangcoc, e disse que precisava de mais dinheiro para continuar jogando. Foi então que o taxista pareceu ser o alvo perfeito.

Os vizinhos do bairro chamaram a polícia após escutarem Chino pressionando a buzina do carro, enquanto fazia uma manobra perigosa em uma rua sem saída. “Ele parecia estar tentando simular uma cena do jogo, quando um criminoso rouba um carro para fugir da polícia – mas ele foi incapaz de controlar o carro na vida real”, comentou um policial.

Um porta-voz da polícia afirmou ao Times Online que o garoto é obcecado pelo jogo, e que não demonstrou qualquer sinal de distúrbio mental durante o interrogatório, ao contrário, confessou o crime sem nenhum constrangimento.

Em declaração à polícia, Chico disse: “Eu preciso de dinheiro para jogar todos os dias. Meus pais me dão apenas 100 bahts por dia, o que não é suficiente. Também estou de saco cheio de ficar brigando por isso, eles são funcionários públicos e não ganham o suficiente. Minha mãe me deu 500 baht, então, no final da tarde fui até uma loja e comprei duas facas”.

Chino responderá por roubo seguido de morte e por porte de arma. Se condenado, enfrentará a morte por injeção letal.

O Ministro da Cultura da Tailândia, que vem criando severas regras para a comercialização deste tipo de jogo no País, comentou que espera que o assassinato sirva de alerta para as autoridades, e exortou os pais a tomar nota do que seus filhos estão jogando.

O porta-voz da empresa Rockstar não quis comentar o assunto.

Veja também:

• Quando a morte aparece só para dar um “oi”
• Adolescente mata taxista tentando recriar cena de Grand Theft Auto (GTA)
• Stomp: você ainda vai ver e ouvir
• Você já foi a um autêntico casamento geek?
• Você já viu uma cobra se livrando da refeição?
• 10 fatos bizarros que só acontecem na China
• Agora quem urinar na rua vai ter que limpar!

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!