:: Cem dicas para se prevenir da violência ::

Com o crescente aumento da violência no nosso país, prudência e caldo de galinha não faz mal a ninguém. Veja cem dicas para se previnir da violência, algumas são:

– Não se grita mais por “socorro”, a não ser que haja policiais por perto. O grito por “socorro” poderá fazer com que as pessoas ao redor recuem, diante da iminência de perigo. Gritar “fogo” chamará a atenção das pessoas para você. Gritar por um nome de homem, deverá confundir o suspeito, que poderá abortar a aproximação;
– Não mantenha armas de fogo. Se for habilitado, guarde-a fora do alcance de crianças e a munição em outro local da residência;
– Quando for tirar cópias de suas chaves escolha chaveiros que trabalhem longe de sua casa. Dê preferência a profissionais estabelecidos e que tenham seus telefones no catálogo telefônico;
– Ao viajar, suspenda a entrega de jornais e revistas;
– Não deixe no quintal objetos de valor ou que chamem atenção (tênis, roupas de “grife”, bicicletas, etc.);
– Nunca deixe as chaves da sua residência com funcionários do condomínio ou na portaria.
– Proteja bem o dinheiro ou cheques na hora que for ao banco fazer depósitos;
– Mantenha o dinheiro sempre no bolso da frente e em caso de bolsa, carregue-a junto ao seu corpo;
– Se, ao sair do banco, o pneu do seu carro estiver vazio, volte e confie seu dinheiro à guarda do gerente e, só então providencie a troca pelo estepe. Você estará evitando a ação dos ladrões que roubam sua pasta com dinheiro enquanto você troca o pneu (golpe da furadinha).
– Tire a chave de ignição, mesmo que você fique parado por alguns instantes;
– Evite permanecer dentro do veículo ou encostado nele, quanto estiver esperando alguém;
– Não deixe cópias das chaves ou documentos no interior do veículo;
– Não conte vantagens no campo financeiro, principalmente em locais públicos, como bares e praias. Você poderá estar se condicionando como vítima em potencial;

Veja mais dicas aqui!

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!