Abigail e Brittany Hensel: Um corpo, duas almas

Recebi um vídeo das irmãs adolescentes Abigail e Brittany Hensel, enviado pelo Iulo do Monótona e fiquei realmente surpreso com a história. Confesso que, embora não seja uma história muito recente, fui tomado pelo receio de publicar aqui no blog, sob pena de parecer sensacionalista, mas depois que li um pouco mais a respeito das garotas e das suas vidas, tomei a decisão de compartilhar aqui no blog, sobretudo porque elas levam uma vida absolutamente normal e, aparentemente, sem preconceitos ou traumas.

O título deste post é uma referência à matéria da revista Life, de 1998, que falava sobre as irmãs xipófogas. Abigail Loraine e Brittany Lee Hensel, que hoje tem 18 anos, dividem o mesmo corpo, as mesmas atividades e praticamente ocupam o mesmo espaço.

No vídeo abaixo você pode perceber como elas dividem tarefas do cotidiano, como os estudos. Cada cabeça controla uma mão.

De acordo com a publicação, o corpo das garotas é composto por:

— 2 cabeças
— 2 braços e mãos (eram originalmente três, mas um deles foi removido na infância)
— 2 espinhas ligadas pela base
— 3 e 1/2 pulmões
— 2 seios
— 2 corações com o sistema circulatório unido
— 1 fígado
— 2 estômagos
— 3 rins
— 2 bexigas
— 1 tórax
— 1 intestino grosso
— 1 sistema reprodutor feminino

Clique aqui para ver mais imagens e informações sobre as garotas.

De acordo com a Wikipedia, os gêmeos xifópagos, ou siameses, são monozigóticos, ou seja, formados a partir do mesmo zigoto. Porém nesse caso, o disco embrionário não chega a se dividir por completo, produzindo gêmeos que estarão ligados por uma parte do corpo, ou têm uma parte do corpo comum aos dois. O embrião de gêmeos xifópagos é, então, constituído de apenas uma massa celular, sendo desenvolvido na mesma placenta, com o mesmo saco aminiótico. Estima-se que dentre 40 gestações gemelares monozigóticas, uma resulta em gêmeos interligados por não separação completa.

Num outro tipo de gêmeos xifópagos (hoje sabidamente mais comum) a união acontece depois, ou seja, são gêmeos idênticos separados que se unem em alguma fase da gestação por partes semelhantes: cabeça com cabeça; abdômen com abdômen; nádegas com nádegas, etc. Quando vemos alguma notícia de gêmeos que foram “separados” por cirurgia, trata-se, quase sempre, de um caso destes.

No MDig, encontrei algumas fotos das garotas, que ilustram um pouco mais a histórias delas.

Mais Postagens
Mais Postagens
Parceiros
Comenta aí, butequeiro!